quarta-feira, 14 de novembro de 2012

As Greves e a Guilhotina

 A Praça do Hôtel-de-Ville em Paris, antiga Place de Grève.




No dia 25 de Abril de 1792 teve lugar na Place de Grève, situada na margem do Sena em Paris, a primeira execução na qual foi utilizada a guilhotina. O condenado foi um simples ladrão chamado Nicolas Jacques Pelletier e o povo que assistiu à sua morte na guilhotina ficou bastante decepcionado com o "espectáculo", pois este mesmo povo estava habituado a assistir às longas e "refinadas" execuções" levadas a cabo durante o Antigo Regime e por isso mesmo a rapidez célere com que a guilhotina levou a cabo a tarefa para a qual foi construída não foi inicialmente bem aceite. 

Esta não seria a última vez que a guilhotina era colocada a uso na Place de Grève e entre as mais famosas cabeças que foram guilhotinadas neste local contam-se as do deputado da Convenção Nacional, Jean-Baptiste Carrier e a do promotor público Fouquier-Tinville.

 Foi esta mesma Place de Grève, outrora um local de embarque e desembarque para navios, que serviu durante largo tempo como um local de reunião para os desempregados e operários insatisfeitos com as suas condições de trabalho. Grève significa em francês um "terreno plano composto de cascalho ou areia à margem do mar ou do rio" e assim a Place de Grève deu origem ao surgimento etimológico do vocábulo "Greve" tal como nós o conhecemos hoje e cuja primeira utilização nesse sentido remonta já ao final do século XVIII.




João José Horta Nobre
Novembro de 2012









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...