domingo, 16 de dezembro de 2012

Augusta Vitória: A Rainha Que Portugal Esqueceu

Augusta Vitória, Rainha do Império Português (1890 - 1966)


Augusta Vitória Guilhermina Antónia Matilde Luísa Josefina Maria Isabel de Hohenzollern-Sigmaringen nasceu a 19 de Agosto de 1890 na cidade alemã de Potsdam.

O seu pai era o príncipe Guilherme de Hohenzollern-Sigmaringen e a sua mãe a princesa Maria Teresa de Bourbon-Duas Sicílias. Augusta Vitória foi a única filha deste casal de príncipes.

A 4 de Setembro de 1913, Augusta Vitória contraiu casamento com D. Manuel II, o último rei de Portugal que havia sido deposto em 1910 pelo golpe de estado republicano. Augusta Vitória e D. Manuel II eram primos de segundo grau, sendo ambos bisnetos da rainha D. Maria II e Augusta Vitória era ainda neta da infanta Antónia de Bragança.

Oficialmente, Augusta Vitória nunca chegou a receber o título de rainha de Portugal, pois a monarquia havia sido abolida pelo golpe de estado republicano em 1910. No entanto, o facto de ter casado com o último rei de Portugal levou a que esta fosse de jure a legitima rainha de Portugal e por isso os monárquicos sempre a trataram como sendo a rainha do Império Português.

Devido ao facto de o casamento de Augusta Vitória com D. Manuel II não ter gerado descendentes, a chefia da casa real acabou por ser consagrada a D. Duarte Nuno de Bragança, o neto de D. Miguel I que foi vergonhosamente traído pelo seu irmão D. Pedro IV quando este decidiu declarar a independência da colónia brasileira e erguer armas contra Portugal e os Portugueses.

A 23 de Abril de 1939, Augusta Vitória que havia ficado viúva de D. Miguel II em 1932, casa-se com o conde Karl Robert Douglas, natural de Constança, Suiça. Na altura deste segundo casamento, já Augusta Vitória contava com quarenta e oito anos de idade e o seu noivo completou cinquenta e nove anos no dia seguinte ao casamento. O conde Karl Robert Douglas tinha sido casado anteriormente com Sofie von Fine Blaauw, de quem se tinha divorciado.[1]

Este segundo casamento de Augusta Vitória também não gerou descendência e em 1955 ela fica novamente viúva, nunca mais voltando a casar.

Augusta Vitória faleceu em 1966 com setenta e cinco anos de idade em Eigeltingen, na República Federal Alemã. Morreu enquanto o Império Português travava a sua última grande batalha e morreu sem chegar a ver a reunificação da Alemanha, país onde nasceu e morreu.

O seu corpo foi sepultado no castelo de Langenstein, propriedade da familia Douglas em Hegau.

________________________________________________________________

Notas:
[1] - GENEALL, Karl Robert, Graf Douglas, http://www.geneall.net/W/per_page.php?id=17905, data da última consulta: 16/12/2012.

João José Horta Nobre
Dezembro de 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...