domingo, 22 de setembro de 2013

As Fotos Que Hitler Queria Ver Destruídas





Em 1925, Adolf Hitler havia sido recentemente libertado da prisão após cumprir nove meses de pena por ter tentado organizar um golpe de Estado. Vendo que lhe era muito difícil tomar o poder pela via da força, Hitler mudou de estratégia e decidiu-se a tomar o poder pela via legal, minando progressiva, mas fatalmente, a ainda jovem República de Weimar.

Ora, uma das evidências do "jogo democrático", é a de que muitas vezes vence não o político com as melhores ideias e intenções, mas aquele que tem mais habilidade para fazer teatro. Neste campo, Hitler ultrapassava com larga mestria toda a sua concorrência da época. Não existia na República de Weimar nenhum político que conseguisse sequer chegar aos calcanhares de Hitler em termos de capacidade de retórica. 

De forma a conseguir aprimorar as suas capacidades de retórica, Hitler prestava-se a longos ensaios em frente a espelhos e por vezes ensaiava enquanto ouvia gravações dos seus próprios discursos. Foi em 1925 que o fotógrafo Heinrich Hoffmann teve a oportunidade de fotografar Hitler num destes momentos privados. Após visualizar as suas fotos, Hitler ordenou a Hoffmann que destruísse os negativos, algo que Hoffmann nunca chegou a fazer. Por fim, em 1955, Hoffmann publicou as suas memórias intituladas Hitler Foi Meu Amigo e foi nesta obra que revelou pela primeira vez as inéditas e curiosas fotos que deixo abaixo reproduzidas:




hitler
hitler
hitler
hitler
hitler
hitler
hitler

hitler






Um exemplo de um discurso de Hitler:








João José Horta Nobre
Setembro de 2013






 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...