terça-feira, 17 de março de 2015

Uma Grande Caridade...

Papel solto de difusão distribuído nas igrejas, presumivelmente em Lisboa, algures entre 1945 e 1949.

 
"Arrogância: tendência para dominar os outros para além dos próprios e legítimos direitos e méritos." - Sua Santidade o Papa João Paulo II (1920 - 2005)

A imagem acima e tal como está descrito na legenda respectiva, é de um papel solto de difusão distribuído nas igrejas no imediato pós-Segunda Guerra Mundial.[1] Portugal, uma Nação à época pobre, sub-desenvolvida e sub-industrializada, prontificou-se a prestar auxílio ao povo alemão que estalava então de fome e doença graças ao Apocalipse que a má liderança do regime nacional-socialista fez cair sobre a Alemanha. Não esquecer que foi este mesmo regime que em conluio com a Espanha do Generalíssimo Franco, planeou a invasão e anexação de Portugal a favor da Espanha. Apenas nos safámos do horror que preparavam contra nós porque Hitler decidiu dar prioridade à conquista da União Soviética, adiando para mais tarde a anexação de Portugal.

Depois de terem cometido as mais selvagens sevícias e saqueado praticamente toda a Europa, o povo alemão ainda beneficiou de uma caridade que lhe permitiu erguer-se e superar a miséria em que se encontrava. Para tal contribuiu em parte o povo português, que apesar de ter prestado uma ajuda muito modesta, não deixa de ser simbólica tendo em conta que à época éramos um País onde de Norte a Sul, facilmente se podia encontrar gente esfomeada, analfabeta e descalça. 

Tirámos da nossa própria barriga para dar ao povo alemão e este hoje retribui sendo a ponta de lança da ditadura económico-financeira que lentamente se tem vindo a cozinhar desde o fim da Guerra Fria pelos assim-chamados neocons e outras luminárias da direita neoliberal.

Não quero que o povo Alemão nos dê dinheiro, apenas peço é que deixem de ser os servos de algumas famílias ultra-ricas que a partir de Wall Street puxam os cordelinhos do Capitalismo mundial e transformaram o Liberalismo Económico numa antítese de si próprio. É uma vergonha o ponto baixo a que chegámos na Europa e no Ocidente em geral, uma verdadeira vergonha...

___________________________________________________

Notas:
[1] PEREIRA, Ana Marques - No comments. Garfadas on line, 15 de Março de 2015, Link:  http://garfadasonline.blogspot.pt/2015/03/no-comments.html

João José Horta Nobre
Março de 2015

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...