quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Piores Que os Nazis...


Um homem que nunca desilude: Paul Weston, líder do partido nacionalista LibertyGB. O Sr. Weston reage aos atentados de Paris neste vídeo, fazendo a pergunta que realmente interessa: "Afinal, quem deixou a raposa entrar no galinheiro?"


"O Diabo foi o primeiro democrata." - Lord Byron (1788 - 1824)

A actual elite alunada que vive em torres de marfim, julgando ser Deus na terra, quando se aperceberem do imbróglio em que se afundaram colectivamente, já vai ser demasiado tarde. Terá de ser feita justiça, pois a história demonstra claramente que quando a elite abusa e trai o próprio povo durante demasiado tempo, é inevitável que um dia se tenha de atingir um ponto de ruptura.

Óbviamente, que esta elite (internacionalista e maioritariamente constituída por neomarxistas e neoliberais) vai ter de ser devidamente julgada e punida pelos seus crimes contra os povos da Europa, pois foram eles que geraram todo o actual problema que a Europa enfrenta em relação ao Islão. Se não tivessem enchido a Europa de mouros (a maioria dos quais absolutamente impossíveis de alguma vez se conseguirem integrar), o problema nem sequer existiria para começar. Tal como muitos dos principais dirigentes nazis foram levados a julgamento em Nuremberga e exemplarmente punidos, também assim a actual elite vai ter de ser julgada e exemplarmente punida por todas as patifarias que tem cometido.  

A elite que hoje dirige os destinos não só de Portugal, mas da Europa, é pior ainda do que a do regime Nacional-Socialista alemão. Pois esses ao menos admitiam abertamente que eram anti-democratas, ao passo que a actual elite passa a vida a fazer juras à "democracia", mas de "democrático" pouco ou nada têm. Basta observar a obediência cega desta gentalha às ordens emitidas a partir de Bruxelas, Berlim e várias entidades internacionalistas como o Clube Bilderberg, para se perceber em que realmente consiste o conceito de "democracia" nutrido pela actual elite.

Sejam sinceros, quem é que hoje acredita seriamente na charada que são as eleições?

Quem é que pode mesmo acreditar que os vermes de fato e gravata que são candidatos nas eleições regularmente encenadas, totalmente vendidos ao capital e aos grandes interesses económicos, representam os interesses da Pátria?

A "democracia" hoje não passa disto mesmo, uma gigantesca farsa mantida apenas para perpétuar nas massas a sensação de que estas têm algum poder de decisão, porém, tal farsa jamais poderá durar para sempre, pois trata-se de um sistema auto-destrutivo na sua essência

Quando a seita "democrática" se instala numa dada Nação, esta faz da mentira permanente o seu modus operandi e trata de assegurar que independentemente do resultado das eleições, nada irá mudar. Não interessa se votam no partido A, B ou C, pois o sistema político colocado em prática pelas elites que sequestraram as nações europeias, está viciado de forma a garantir a impossibilidade de qualquer transição dentro do quadro da dita "democracia".

Combater a "democracia" não tem por isso nada de vergonhoso ou de mau, pois maus são aqueles que sob a capa da "democracia", levam hoje a cabo os seus maquiavélicos intentos à custa do melhor sangue das nações europeias, destruíndo, roubando, caluniando e levando a cabo uma política de verdadeiro genocídio contra os seus próprios povos. 

Ao lerem isto, os que estão alinhados com o actual regime de podridão, decerto que ficarão chocados, não só devido à crueza das minhas palavras, como também devido ao facto de serem hoje muito poucos aqueles que têm a coragem de colocar as coisas publicamente nestes termos. A dita "democracia" transformou-se verdadeiramente numa ditadura dos plutocratas que matam e trucidam inocentes sem a menor hesitação.

Quem financia hoje praticamente todas as guerras que ocorrem no Mundo? 

Quem é que reduz milhões à maior das misérias em nome dos "mercados" e outros interesses do alto capital?   

Quem é que patrocina entidades sinistras como o Estado Islâmico e a Frente Al-Nusra?

"Democratas"!

"Democratas"!

"Democratas"!

As ditas "democracias" que temos hoje na Europa, em colaboração com a Nação dos yankees (a primeira e única Nação do Mundo a utilizar armas nucleares contra alvos civis...), são as principais responsáveis por todos estes crimes e muitas mais patifarias que não cabem agora referir aqui.

Cada gota de sangue inocente espalhado por via do jihadismo na Europa, cada homem, mulher ou criança que é mutilada ou assassinada por alógenos e invasores trazidos para dentro das nossas pátrias pela elite, é da inteira responsabilidade dessa mesma elite e por isso mesmo esta é hoje o inimigo supremo de todas as nações da Europa. 

A actual elite é tão culpada pelo terrorismo islâmico na Europa, como os próprios terroristas que o praticam. 

Quem apoia as ditas "democracias representativas", através das quais os parasitas da elite colocam em pratica as instruções internacionalistas, recebidas nas reuniões do Clube Bilderberg, é tão culpado quanto os próprios terroristas.

Quem se abstém de combater esta escumalha, reduzindo-se ao silêncio e à cobardia, é tão culpado quanto os próprios terroristas.

Já se sabe que perante o tsunami que está claramente a caminho, a elite tentará colocar em prática toda a espécie de esquemas sujos para salvar o próprio pescoço e manter a geringonça "democrática" a funcionar. Os banqueiros, os grandes capitalistas, os membros da maçonaria e restante tralha parasítica que se alimenta da tal "democracia" que dizem ser "representativa", vão inevitavelmente tentar comprar a sua salvação na terra de forma a tentarem escapar à espada justiceira que de qualquer das formas acabará por caír sobre os mesmos.

Há um provérbio judeu muito antigo que diz que "aqueles que semeiam o vento, colhem a tempestade". De facto, é agora apenas uma questão de tempo até assistirmos à tempestade que levará ao mais do que inevitável colapso das ditas "democracias representativas" na Europa e ao regresso a formas de governo autoritárias e/ou totalitárias que muitos julgavam já não serem possíveis de regressar. Quanto à União Europeia, dessa nem uma grama de pó que restará.

João José Horta Nobre
Novembro de 2015


A "súcia" e membro da elite Ana Gomes a ser obrigada a ouvir umas verdades duras saídas da boca do combativo deputado nacionalista Nick Griffin.

4 comentários:

  1. O Plano Kalergi é um dos pretextos para a existência de gente que acredita que os judeus querem dominar o mundo. Também dizem que a islamização (e a criação de grupos terroristas islâmicos como o Estado Islâmico) é obra dos judeus. Só não sabemos é lá muito bem como é que os judeus pretendem dominar o mundo assim, sabendo que os muçulmanos gostam tanto do judeu como eu gosto do islão e havendo muitos judeus que são perseguidos precisamente devido à islamização. Serão males necessários? Israel, que é um país tão pequeno, conseguirá no futuro lidar com o "resto do mundo" islamizado? Ou será que o Kalergi não contemplava a islamização?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Conde Kalergi era um lunático, apenas isso.

      Com certeza que há judeus envolvidos no tal Plano Kalergi, mas também há muitos cristãos metidos no mesmo.

      Os judeus não são o inimigo, infelizmente ainda há uma grande paranóia nos meios nacionalistas em relação a judeus, mas isso é injustificado e só nos prejudica.

      Como cristão, sempre procurei a amizade em relação ao dito "povo escolhido" e não lhes desejo mal.

      Eliminar
    2. Religiosamente falando os judeus não são amigos dos cristãos, mas em termos civilizacionais, e também mesmo em religiosa em boa parte, partilham todos da mesma base.

      Quanto aos "nacionalistas" que são contra os judeus e Israel, são de esquerda, pois a esquerda é que demoniza Israel e é a favor do islão. O nazismo e o islão andaram sempre de mãos dadas.

      Eliminar
  2. «A actual elite é tão culpada pelo terrorismo islâmico na Europa, como os próprios terroristas que o praticam.»

    Esta frase é absolutamente certeira. É precisamente neste tipo de discurso que os nacionalistas precisam de insistir para abrir os olhos ao eleitorado!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...