sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Em Portugal só há Dinheiro Para a Cultura, se For Para Defender Ideias e Princípios de Esquerda

Em Portugal só há dinheiro para a cultura, se for para defender ideias e princípios de esquerda, logo, anti-nacionais e anti-patrióticos, pois a esquerda, ainda mais do que a direita liberal, sempre foi internacionalista na sua essência e almejou a destruição das nações.

Já perdi a conta ao número de programas de televisão que o regime patrocinou sobre o golpe da CIA que foi o 25 de Abril, a maioria dos quais cheios de mentiras e distorções da verdade. É calinada atrás de calinada, com a elevação de traidores a heróis e servos do KGB e da CIA à categoria de "grandes patriotas".


Ainda bem que eu não tenho de dar aulas a crianças, pois jamais conseguiria enfiar-lhes pela goela abaixo as mentiras que este regime hoje tem publicadas nos manuais de história. Aquilo se no meu tempo já era mau, agora então vai de mau a pior...

E cuidado, não digam isto na rua, porque é "Faxismo", pá!

Temos de falar de baixinho e com xiu, xiu, porque a PIDE democrática pode-nos processar por propaganda ao "Faxismo".
 


 A nova canção dos Les Brigandes: “En enfer” (os jacobinos para o inferno).

João José Horta Nobre
18 de Dezembro de 2015

3 comentários:

  1. NA VERDADE A CULTURA MORREU VIROU MERO TENTACULO DE LOBOTOMIA GRAMISCIANA IDEM A PEDAGOGIA ETC DESTRUIRAM A EX-CIENCIA COM DOGMAS VERSÃO LAICA IDEOLOGICA DAS SEITAS ABRAAMICAS IRRACIONAIS DESPOTICAS

    ResponderEliminar
  2. "Quem paga, manda".

    A cultura patrocinada pelo estado não é outra coisa que propaganda dos ideais revolucionários.

    Um estado tomado de ateus revolucionários não poderia bancar nada além de mentira histórica, difamação de patriotas, blasfêmias contra Deus, ataques contra a Igreja, etc.

    Aqui no Brasil, igual. Para todo cidadão que se esforça minimamente em ser honesto e buscar a verdade, é uma tremenda agonia ouvir, dia após dia, que criminosos da pior espécie, como os do Partido dos Trabalhadores (PT), foram heróis que "lutaram pela democracia" durante o regime militar - chamado convenientemente de "ditadura", "anos de chumbo", etc.

    Quando na realidade eram terroristas, narcotraficantes, agentes do comunismo, TRAIDORES DA PÁTRIA.

    Hoje, chegados ao poder, locupletam-se nas riquezas da nação como ratos num celeiro. Roubam, mentem, roubam, corrompem, roubam, perseguem desafetos, roubam ainda mais... apropriaram-se do estado.

    ResponderEliminar

  3. Regra geral, o percurso do dinheiro vem do Orçamento de Estado (OE), para múltiplas Associações, Fundações, Institutos Públicos, etc. que são uma das bases de sustentação da esquerda.

    Como não há vontade política, temos que esperrar pelo aperto do garrote financeiro.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...