segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Imperialismo é Imperialismo, Seja Ele Russo ou Americano


 A besta que aparece no vídeo a cortar com uma faca as insígnias dos soldados ucranianos e a obrigá-los a comer as mesmas, é o Givi, um Tenente-Coronel dos separatistas russos cujo nome verdadeiro é Mikhail Tolstykh. O Givi era antes da guerra no Donbass um simples segurança de supermercado, hoje é Tenente-Coronel do Batalhão Somália e dedica-se a humilhar prisioneiros de guerra.


Aquando do início da injustificável e criminosa agressão russa contra a Ucrânia em Abril de 2014, ouvi muitos auto-designados "anti-imperialistas", "anti-natos", "anti-capitalistas" e anti-sei lá que mais, a colocarem-se do lado russo, em apoio descarado ao imperialismo russo, como se este fosse em alguma coisa diferente do americano. Que eu saiba, Imperialismo é Imperialismo, seja ele russo ou americano.

O mais triste é que isto foi uma luta desigual desde o início, uma luta em que a pobre Ucrânia, manipulada pela União Europeia e pelos Estados Unidos, foi implacavelmente usada para defender os interesses externos destas potências que tal como eu já sabia, a iriam abandonar à primeira oportunidade que surgisse, falida, em crise económica grave e com uma dimensão geográfica menor.

É assim que funciona a política externa das "democracias" ocidentais, é usar, mastigar e cuspir fora.  Fizeram o mesmo com Saddam no Iraque e o Gaddafi na Líbia. Ambos os ditadores foram grandes amigos dos "democratas", mas assim que deixaram de servir os interesses das potências "iluminadas" do Ocidente, passaram a inimigos. Depois estas mesmas potências invocam os "direitos humanos" nos discursos oficiais para ficar bonito e a vida segue.

Mas a Rússia não é diferente. Simplesmente tem é menos poder do que os Estados Unidos e por isso o seu imperialismo já não se sente tanto como no tempo da União Soviética. A Rússia é um Império e como todos os Impérios, gosta de praticar bullying sobre as nações mais fracas. Gosta de tentar expandir-se mais um pouco, roubando aqui e ali mais uns territórios, hoje na Ucrânia, amanhã possivelmente na Polónia e quem sabe, talvez um dia em Portugal... 

Ver um país pobre como a Ucrânia a ser literalmente "sodomizado" pelo urso russo e ainda ir apoiar essa mesma "sodomização", não é coisa bonita de se ver.

Aos portugueses que apoiaram a agressão russa contra a Ucrânia, aconselho-lhes a investigarem um pouco quem é e o que pensa Aleksandr Dugin, um dos mais próximos conselheiros de Putin. Deixo-vos uma dica: é apenas mais um arruaceiro sem respeito pelos seus vizinhos, que defende no Kremlin a ideia de uma Europa sob domínio russo, de Lisboa a Vladivostok. A receita de Dugin para se construir esta "nova Europa", é nas suas próprias palavras "matar, matar, matar". Um português que se preze não pode apoiar a canalhice da NATO e da União Europeia, em conluio com o xico-espertismo americano, mas também não pode apoiar a demência megalomaníaca da Rússia de Putin.

João José Horta Nobre
7 de Dezembro de 2015
  

3 comentários:

  1. Não há nada pior para um povo de que viver num país que se situa precisamente na fronteira entre dois impérios, sem contudo pertencer a nenhum deles! A guerra e a divisão interna são inevitáveis. A Ucrânia é mais um triste exemplo entre tantos... e o povo é sempre quem mais sofre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer patriota que se preze, defende a paz e cooperação entre as nações e não o contrário. Foi isso que sempre defendi para o "problema ucraniano", diálogo entre ambas as partes para se resolver o problema e evitar assim o sofrimento do povo.

      Eliminar


  2. "...a pobre Ucrânia, manipulada pela União Europeia e pelos Estados Unidos..."


    Caro JJHN


    Todos sabemos que a esquerda raramente assume responsabilidades, ora, assim sendo, como o Ocidente poderia reagir se é liderado pelo socialista Obama. Sim, antes de resover o problema Putin, é preciso resolver o verdadeiro problema que é o esquerdismo que reina nas sociedades ocidentais.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...