sábado, 9 de janeiro de 2016

Putin Está a Fazer o Jogo Sujo de Estaline



"A morte da União Soviética foi a maior catástrofe geopolítica do século." - Vladimir Putin

Putin está a fazer o mesmo jogo sujo que Estaline fez nas décadas de 1920 e 1930 com os partidos nacionalistas e comunistas na Europa.

Joga com os dois baralhos e despeja dinheiro e apoios tanto na extrema-direita, como na extrema-esquerda. Estaline fazia o mesmo, por um lado a "Pátria do Socialismo" financiava tudo o que era partido comunista na Europa e ao mesmo tempo dava a mão ao Partido Fascista Italiano que foi um dos melhores amigos da União Soviética antes de estalar a Segunda Guerra Mundial. Basta ter em conta como a Itália Fascista foi o primeiro País do Ocidente a reconhecer diplomaticamente a União Soviética (1924) e está tudo dito...

Antes de mais, é preciso ter em conta que Putin é um ex-KGB, na realidade, continua a ser um KGB e como todo o KGB, está treinado para mentir e fazer teatro. A política para Putin continua a ser algo que deve ser feito no clássico estilo da típica paranóia soviética, não passa de um jogo de ilusões, desprovido de honra ou princípios, o que interessa é apenas o poder pelo poder e nada mais.

É isto que faz da influência de Putin um verdadeiro perigo para qualquer partido nacionalista que se deixe influenciar pelo mesmo, pois começo a vê-lo a seguir a mesma forma oportunista de fazer política que Estaline tinha. 

Ao contrário do que tem rezado a propaganda das "democracias" ocidentais, Estaline não era apenas um mero "burocrata paranóico" ou "brutamontes assassino" como muitos o pintam, mas sim, um verdadeiro génio no que concerne à estratégia política e foi isto e apenas isto que permitiu que se tivesse conseguido manter no poder durante trinta longos anos. Durante estes trinta anos, foi amigo e colaborou com fascistas, nazis, "democratas" liberais e comunistas. Pelo meio, ainda teve tempo para levar a cabo um genocídio na Ucrânia (ainda hoje negado por Putin...), purgar as Forças Armadas Soviéticas de alto a baixo e vencer uma guerra duríssima que levou a União Soviética ao limite das suas capacidades. Nenhum mero "burocrata paranóico" ou "brutamontes assassino", seria capaz de fazer uma coisa destas.

Hoje, Putin faz exactamente o mesmo, mas à sua maneira: Dá a mão e apoia activamente partidos nacionalistas e comunistas, tal como Estaline já fez nas décadas de 1920 e 1930. Agrediu a Ucrânia, tal como Estaline fez na década de 1930 e com um nível de canalhice sem paralelo, negando que os tais "homenzinhos verdes" que ocuparam ilegalmente a Crimeia não eram soldados russos, muito à semelhança do que se passou quando Estaline anexou uma parte do território polaco em 1939, em colaboração com Hitler, mas depois colocou as culpas todas em cima deste último e fez de conta que não tinha nada a ver com a agressão nazi contra a Polónia.

A partir daqui a história da amizade entre nazi-fascistas e a União Soviética termina, mas não era esta a vontade de Estaline. O ditador soviético queria usar os partidos fascistas na Europa, liderados pela Alemanha Nazi, para serem a "ponta de lança" no combate contra a plutocracia internacional. Estaline assinou o tratado de não-agressão com os nazis em 1939, apenas porque acreditava que Hitler queria virar-se para Ocidente e não para o Leste. 

Mas os planos de Estaline íam muito para lá da simples déterrence em relação aos nazis. O seu plano inicial era assinar o tratado de não-agressão com a Alemanha Nazi e posteriormente manipular a política internacional no sentido de favorecer uma guerra entre Hitler e os capitalistas Ocidentais. O Exército Nazi seria a "ponta de lança" da ofensiva comunista e Estaline esperava poder ficar fora do conflito o tempo suficiente, de forma a preparar a União Soviética para a guerra. Apenas no fim, quando tanto nazi-fascistas, como capitalistas liberais, estivessem já bastante desgastados pelo conflito entre ambos, é que Estaline tencionava colocar as Forças Armadas Soviéticas a uso e declarar guerra tanto a nazi-fascistas, como a capitalistas liberais. É a lógica do poder pelo poder, nada mais. Hoje, como se sabe, não foi nada disto que acabou por acontecer, mas estes planos de Estaline são muito interessantes para se perceber a actual política de Putin para com os partidos nacionalistas e comunistas na Europa. 

Putin pretende usar a extrema-direita e a extrema-esquerda europeias como "ponta de lança" no combate contra a União Europeia e os Estados Unidos da América. Tal como Estaline, ele quer que sejam os nacionalistas europeus e os partidos comunistas a fazer o "trabalho sujo", enquanto ele fica nos bastidores apenas a dar algum apoio financeiro e de propaganda. 

Em 1939, este tipo de política acabou por ser um autêntico "tiro pela culatra" para Estaline, que acabou esfaqueado nas costas por Hitler. Agora, ninguém sabe como tudo isto irá terminar, mas uma coisa é certa: Putin está a fazer o mesmo jogo sujo de Estaline e compreender a forma de fazer política do "Pai dos Povos", é cada vez mais um meio para se perceber a próxima carta na manga do Czar Putin.

João José Horta Nobre
9 de Janeiro de 2016

3 comentários:

  1. democratas" liberais e comunistas. Pelo meio, ainda teve tempo para levar a cabo um genocídio na Ucrânia (ainda hoje negado por Putin...)

    engraçado ao mesmo tempo que putin nega o genocidio comentido por judeus contra eslavos na ucrania ele proibi em territorio Russo a constatação em relação ao holoconto judeu .

    ResponderEliminar
  2. tanto o Nacional socialismo quanto o fascismo nasceram para opor-se a praga judeu-comunista que tomava conta da Europa.

    Um dos motivos que levaram Hitler a invadir a Polônia permanece até hoje obscuro, é praticamente impossível encontrar em livros de história informações que mostrem os reais motivos pela qual a Polônia foi invadida. O corredor de Danzig que era território alemão até a Alemanha perder a Primeira Guerra Mundial foi o palco de um enorme massacre de civis alemães que ali residiam. Após o término da Primeira Guerra Mundial, os civis alemães decidiram continuar vivendo na região mesmo sabendo que o Tratado de Versalhes estava entregando o território ao governo polonês, e foi neste local que os comunistas judeus polonoses junto com alguns militares do exército polonês desencadearam uma verdadeira chacina aos alemães étnicos . Ao que parece, os honrados comunistas e militares poloneses não pensaram duas vezes antes de matar crianças e mulheres grávidas...


    http://bp1.blogger.com/_OfuwSTs-yoY/RrShIngBgVI/AAAAAAAAAAs/cl9NmolYPUE/s320/p305_30p.jpg

    O restante das fotos pode ser visto neste link:http://judicial-inc.biz/Broooomberg_pictures.htm

    Antes de quaisquer considerações que se possa dar em relação ao massacre, algumas perguntas devem ser feitas. Qual seria o motivo dos massacres? Quem os ordenou? Vamos dar nome aos bois...

    Por ordem... Ladovitch, Karpinski e Weis


    http://bp3.blogger.com/_OfuwSTs-yoY/RrSjmHgBgWI/AAAAAAAAAA0/lq4FqzhQa6o/s320/Broomb11.jpg

    O que eles tem em comum? Simples, nenhum é polonês, são todos judeus...

    No total os comunistas poloneses assassinaram em torno de 58.000 alemães da região. Nos meses que antecederam a invasão alemã, o Exército Polonês e comunistas estavam massacrando alemães no corredor de Danzig. Assassinatos em massa de milhares dos chamados alemães étnicos (Volksdeutsche) por judeus comunistas, poloneses, russos e membros da NKVD (Polícia secreta do Partido Comunista) que estavam confiantes que o Exército Polonês fosse rapidamente derrotar a Alemanha no caso desta invadir o território polonês. Muitos esperavam tomar posse das fazendas e negócios dos alemães. A crise diplomática entre Alemanha e Polônia mostrava-se cada vez mais evidente na medida em que os massacres se sucediam. Foram dezenas de protestos dos alemães na Liga das Nações (hoje ONU) que não trouxeram nenhum resultado. Parece claro, que o motivo por trás de tudo isso, era desencadear ao custo de milhares de inocentes um conflito armado com a Alemanha de Hitler. E o conflito viria em setembro de 1939, quando sem outras alternativas, o líder alemão ordena a invasão do oeste da Polônia, com a União Soviética invadindo simultaneamente a parte leste. Diante disto, não se sabe o motivo pela qual os países aliados declararam guerra somente à Alemanha. Agora cabe a nós raciocinar, quem se beneficiou com tudo isso?

    ResponderEliminar
  3. Moscow - Europe's Muslim/non-white Capital

    https://www.youtube.com/watch?v=Aihmte1DWvA


    Leituras obrigatorias para todos que queiram compreender quem realmente é Putin;


    http://www.counter-currents.com/2014/03/white-nationalist-delusions-about-russia/

    http://www.destroyzionism.com/2014/07/25/putin-jews-link-compilation/#comments

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...