sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Que Interesses Servem as Putas da República?


Podem ver no vídeo acima uma turba de muçulmanos a "enriquecer" agentes da autoridade na Dinamarca. Deve-se começar a incentivar esta "riqueza imensa" que as elites trouxeram para dentro da Europa, a ir para os bairros onde vivem as elites, espalhar lá a sua "riqueza" e o seu "amor". Os burgueses que patrocinam os partidos que defendem o "multiculturalismo", que levem com eles em cima e os aturem.



Que eu saiba, a Dinamarca é um País independente e soberano e nem o governo português, nem nenhuma das restantes meretrizes republicanas, tem o direito a interferir nos assuntos internos deste ou de qualquer outro País.

Mas o despautério não se fica por aqui, é que o "Partido Xuxalista" entretanto, "já apresentou um requerimento para ouvir no Parlamento o embaixador da Dinamarca com «urgência». A audição deverá decorrer para a semana."

O embaixador da Dinamarca não se deve prestar a este tipo de vexamento. Isto é absolutamente ridículo que se peçam explicações a um embaixador, por causa de assuntos internos que dizem respeito apenas ao seu próprio País. O embaixador deve recusar esta humilhação e rejeitar-se a ter de dar explicações sobre assuntos que não dizem respeito, nem ao governo português, nem a nenhum deputado da Assembleia da República.

É até com bastante vergonha que eu constato a velhacaria que tomou conta da República Portuguesa. PS, PSD, CDS, BE, CDU e PAN, todos juntos no complô internacionalista contra o povo da Dinamarca. Com que direito seus filhos da puta? Digam-me lá com que direito e em nome de quem é que estão a fazer isto???

Que interesses é que estão a servir seus tarados de merda?


São as instruções do Clube Bilderberg?

São as ordens da "fraterna" maçonaria?

Foi a lunática comprovada da Merkel que vos mandou fazer isto?

Ou como bons lacaios e oportunistas que sempre foram, estão apenas a cumprir ordens emanadas a partir de Bruxelas?

É que isto de certeza absoluta que não configura uma das obrigações de todo o deputado português, que é a de defender sempre e em qualquer lugar o interesse nacional. Mas afinal de contas, desde quando é que esses estafermos alguma vez defenderam o interesse nacional?...

Mais uma vez fica patente como esta gentalha da Terceira República está ao serviço não dos portugueses, nem dos interesses de Portugal, mas sim, de entidades obscuras e acima de tudo, da alta finança internacional e internacionalista. Mas eles que fiquem a saber, a guerra que estão propositadamente a arranjar, ainda vai apenas no início e no fim, vão perdê-la.

João José Horta Nobre
29 de Janeiro de 2016
 

7 comentários:

  1. É sempre bom começar o dia lendo estes magníficos textos com que o João José Horta Nobre nos brinda. A canalha tem de ouvi-las e cada vez mais nos vai ouvir alto e bom som, sem papas na língua e sem medo da chantagem e ameaças a que já nos habituaram.

    Esta gente que nos governa está acabada, mas ainda não deu por isso, por toda a Europa são visíveis os sinais de mudança, tanto faz eles grunhirem como não, nem o traidor vaticanista os vai conseguir salvar daquilo que os espera daqui por uns anitos, a eles e aos amiguinhos deles da alta finança.

    Como dizem os comunistas: Avante! Avante! Avante!

    Vão ir todos Avante!

    ResponderEliminar

  2. "...que as elites trouxeram para dentro da Europa..."

    "O Parlamento português, pretende aprovar ... prevê o confisco de valores a migrantes.""


    Caro JJHN


    Os pseudo-refugiados vieram pelo seu próprio pé tendo aproveitado a permissividade dos Governos europeus, muitos deles de esquerda, especialmente o grego que incentivou a entrada e a passagem pelo seu território.

    Apesar ser completamente irrelevante, o voto de condenação deverá ser aprovado pois a maioria do parlamento é de esquerda, ou seja, os eleitores votaram maioritariamente à esquerda.

    Enquanto as bases de sustentação da esquerda não forem derrubadas será muito difícil, se não impossível melhorias significativas a todos os níveis.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim o que me irritou especialmente nisto foi a tentativa de intromissão por parte do actual governo português nos assuntos internos da Dinamarca. Isso tirou-me do sério, é preciso mesmo terem muita lata para fazerem uma coisa destas...

      Mas claro que todos sabemos que o governo português não iria tentar interferir assim nos assuntos internos de outro País da UE, se não houvessem outras pressões por detrás da cortina...

      Mas lá está, nesta "democracia" vale tudo!

      Eliminar

    2. Caro JJHN


      Está equivocado, o governo não tem nada a ver com isso, é o Parlamento que irá votar, mas deixe que lhe diga que irrita-se por pouco, pois a mim o que verdadeiramente me irrita é a falta de vontade política dos governos de direita de efectuarem verdadeiras reformas estruturais que derrubassem as bases de sustentação da esquerda, mas felizmente sempre podemos contar com as dificuldades financeiras que obrigam os governos a novos ajustamentos.

      Eliminar
  3. Excelente trabalho, Professor! Durante estas últimas eleições presidenciais, pude constatar a enorme quantidade indivíduos que se dizem "patriotas de direita" e foram a correr votar no Marcelo para "não corrermos o risco de haver segunda volta e então ganhar a esquerda"!

    É pura ilusão! As moções como esta provam sem margem para dúvidas que todos os partidos portuguesses com assento parlamentar são essencialmente a mesma coisa. Todos nos estão a levar directamente para o abismo, só muda mesmo a velocidade a que nos levam...

    ResponderEliminar
  4. É bom que se mostre o quanto a sociedade Dinamarquesa ,Russa ,suiça ,Australiana ,canada e ate mesmo hungara estão a sofrer com a substituiçao populacional .É que existem por aí desinformantes disfarçados de Nacionalistas promovendo falsa esperanças ao esconder a real situaçao dos paises citados.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...