sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

O Papa Francisco Tem Razão


O Papa Francisco sem papas na língua: "uma pessoa que só pensa em fazer muros, seja onde for, em vez de fazer pontes, não é cristão".


Constato que depois de o Papa Francisco ter declaro ontem que "uma pessoa que só pensa em fazer muros, seja onde for, em vez de fazer pontes, não é cristão", há por aí muitos católicos chocados e/ou revoltados com o Papa. 

Na realidade, o Papa está apenas a colocar em prática o Novo Testamento, algo que é o seu exacto dever como Papa. Ora, se não acreditam em mim, leiam o Novo Testamento e facilmente poderão constatar que aquilo não passa mesmo e literalmente de um texto judaico de apelo à subserviência mais total e completa. A conclusão a que eu já cheguei há muito é a de que o Cristianismo, se for praticado de forma séria, transforma-se num culto de morte pró-suícidio, muito semelhante ao Islão, que partilha em comum com o Cristianismo o facto de serem ambas religiões abraâmicas e semitas. A única grande diferença entre o Islão e o Cristianismo, é que enquanto o primeiro é uma religião guerreira que advoga o martírio em combate, o segundo é uma religião ultra-pacifista que advoga o martírio pela não-resistência.

Cristão que seja cristão, não deve sequer ter portas e janelas trancadas em casa. Deve viver na maior pobreza que for possível e estar total e absolutamente à mercê dos outros, enquanto aguarda pela morte ou pelo martírio que o conduzirá ao Paraíso. É isto que está escrito no Novo Testamento, há que sempre "dar a outra face" e "oferecer a capa" a quem a quiser roubar. Se um assassino saltar à frente de um cristão para o degolar, todo o cristão deve ajoelhar-se, curvar a cabeça e aguardar em tranquilidade pela morte, não resistindo e tendo em conta esta simples frase: "Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem"! 

O Papa Francisco desta vez não disse nada de mal. É verdade, "uma pessoa que só pensa em fazer muros, seja onde for, em vez de fazer pontes, não é cristão. Isso não é do Evangelho." A causa das nações não é compatível com o Cristianismo, porque o Cristianismo é uma religião e filosofia de vida internacionalista e ultra-pacifista. Ora, eu também sou pacifista, mas uma coisa é ser pacifista, outra coisa é ser suicida... 

Lembram-se de Friedrich Nietzsche? Pois é, ele bem avisou sobre a fraqueza e podridão em que eventualmente cairão os povos que sigam os conselhos do judeu de Nazaré. Não sei mesmo até que ponto o tremendo peso desta verdade, não terá feito o filósofo alemão sofrer o posterior colapso mental que sofreu, pouco mais de um ano antes de vir a falecer completamente insano...

Se Deus criou o homem, como está escrito na Bíblia, então porque é que transformou posteriormente o Mundo numa gigantesca "Torre de Babel", em que ninguém se entende? 

Vejamos, de acordo com a tradição judaica, que é a raiz do Cristianismo, Deus tem o poder de criar o Mundo em apenas seis dias, criou tudo o que existe na face do planeta. Mas depois, não tem poder para assegurar a simples paz entre os homens?

Morrem crianças de fome e doença em África e Deus, o todo-poderoso que criou rios e montanhas, não consegue enviar-lhes um simples pacote de bolachas do céu?!?

Já perguntava o meu conterrâneo, o poeta Bernardo de Passos (1876 - 1930):

"Morre um rico, dobram sinos!
Morre um pobre, não há dobres!
Que Deus é esse dos padres
Que não faz caso dos pobres?"
 
Desculpem lá, eu até posso ir parar ao inferno por escrever estas palavras e se for, vou de consciência tranquila, mas só há quatro explicações possíveis para isto: 

  • Deus é o Diabo;
  • Deus abandonou-nos;
  •  Deus morreu;
  • Deus simplesmente nunca existiu; 

De acordo com a profecia judaica, já éramos para ter paz na terra há 2016 anos. O Messias segundo a profecia judaica, deve trazer a paz à terra na forma definitiva. Se Jesus Cristo foi realmente o Messias, então onde é que está a paz?

João José Horta Nobre
19 de Fevereiro de 2016


Um rabino israelita explica porque é que não acredita que Jesus Cristo é o Messias:

10 comentários:


  1. http://rr.sapo.pt/noticia/47265/papa_diz_que_donald_trump_nao_e_cristao

    "Trump já disse várias vezes que pretende construir um muro na fronteira sul dos Estados Unidos para evitar a imigração ilegal. Francisco diz que construir muros, e não pontes, “não é do Evangelho”."


    Repito o que mencionei no comentário do artigo anterior, há que ser inteligente e a primeira medida inteligente que Trump ou outro qualquer Presidente conservador possa tomar contra os imigrantes ilegais é simplesmente abolir o salário mínimo seguindo-se outras reformas estruturais.

    Depois vêm as pontes, nomeadamente a intensificação do comércio com os países da América Latina, a luta contra o tráfico de droga, a implementação de reformas estruturais que desmantelem as bases de sustentação da esquerda nesses países.

    ResponderEliminar
  2. Ele não acredita, por não passa de um glutão, gosta de encher a pança de comida e Jesus diz que glutonaria é pecado. No caso dele, este é o primeiro indicio de suas velhacarias.

    ResponderEliminar
  3. ESTE PAPA É UMA VERGONHA

    O papa-açorda Francisco declarou solene- e publicamente que o Donald Trump não é cristão — ou seja, fez um juízo de valor sobre a fé de uma pessoa, mesmo quando se recusou fazer qualquer juízo de valor acerca do comportamento homossexual .

    “¿Quem sou eu para julgar?” Lembram-se?

    Dos três papas de que me lembro bem — João Paulo II, Bento XVI e este —, o papa-açorda Francisco é o único que assumiu o papel de capataz partidário em umas eleições políticas. Este papa é uma vergonha.

    Aconteceu recentemente em Roma uma concentração de cerca de 2 milhões de pessoas a favor da família natural; e não ouvimos nem uma palavra de apoio do papa-açorda Francisco. E é esta mesma criatura de Deus que não se pronuncia sobre o massacre dos cristãos no Médio Oriente às mãos dos islamitas, ao mesmo tempo que defende a imigração discricionária de islamitas na Europa.

    Mas quando Donald Trump critica a invasão islâmica da Europa e denuncia os massacres dos cristãos nos países muçulmanos, este papa vergonhoso diz que ele não é cristão.

    Créditos: espectivas.wordpress.com

    Eduardo

    ResponderEliminar
  4. “Constato que depois de o Papa Francisco ter declaro ontem que "uma pessoa que só pensa em fazer muros, seja onde for, em vez de fazer pontes, não é cristão", há por aí muitos católicos chocados e/ou revoltados com o Papa.”
    Se fosse só por esta declaração… O Papa Francisco (mais que os anteriores) têm-se pautado por uma série de declarações que deixam transparecer uma interpretação muito “modernaça” dos Evangelhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «O Papa Francisco (mais que os anteriores) têm-se pautado por uma série de declarações que deixam transparecer uma interpretação muito “modernaça” dos Evangelhos.»

      Não é "modernaça", mas sim, o que está escrito nos evangelhos. Há que "dar sempre a outra face" e "oferecer a capa" a quem a quiser roubar.

      Os cristãos é que têm andado sempre a viver contrariamente aos mandamentos de Cristo...

      Eliminar
    2. Certo, o Papa Francisco é o papa da "Teologia da Libertação" que nada mais é do que uma interpretação marxista da Bíblia.

      Eliminar
    3. É a sua opinião, porém, não é a minha.

      Eliminar
    4. Sr. Nobre, "fazer uma ponte"(ou não fazer nada a respeito do México) que traga ao povo traficantes de drogas, ladrões e gangsters não é uma coisa muito cristã de se fazer.

      Eliminar
    5. Há que dar a outra face. Se o traficante lhe der um tiro no braço, dê-lhe o outro braço. Se lhe quiser espetar uma seringa cheia de heroína na veia, dê-lhe a outra veia. É o que está escrito no Novo Testamento. Há que dar sempre a outra face!

      Gangsters, lol, se te quiserem roubar a capa, oferece-lhes a tua túnica. Foi Jesus Cristo que o disse, é o que está escrito no Novo Testamento.

      Eliminar
    6. O Cristianismo é a religião da subserviência mais total e absoluta. Foi criada por semitas para nos humilhar. Para humilhar e rebaixar quem a siga e reduzir a pessoa a um fraco, a um escravo inferior a uma larva.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...