quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Para os Nossos Media Politicamente Correctos, é Impossível Que um Preto Seja Racista



O racismo para a nossa imprensa politicamente correcta, desde que seja feito por não-brancos, é sempre aprovável, bom e bonito. Só assim se compreende o tom altamente elogioso com que o Diário de Notícias fala da SRS Aviation e destaca o facto de esta ser, "a primeira companhia aérea africana fundada por uma mulher e 100% constituída por trabalhadoras negras".

Agora imagine-se que era ao contrário, imagine-se que era uma companhia aérea 100% constituída só por trabalhadoras brancas ou trabalhadores brancos. Alguém acredita que os media politicamente correctos íam dar a notícia no mesmo tom elogioso? O mais certo, isso sim, era darem um tom elogioso às mais do que prováveis reclamações do SOS Racismo (a organização mais racista de Portugal), das feministas histéricas e de alguma entidade europeia "para a igualdade", que não tardaria a vir meter o bedelho no assunto. Para os nossos media politicamente correctos, é impossível que um preto seja racista.

João José Horta Nobre
03 de Fevereiro de 2016

6 comentários:

  1. Se fosse uma companhia aérea 100% constituída por trabalhadoras brancas seria muito elogiada pelas feministas! ;)

    ResponderEliminar
  2. É mesmo. É como as canções dos pretos. Se elas enaltecem o orgulho de ser preto ou, pior, ofensas contra a ordem, a polícia, a sociedade, etc. é tudo "cultura" e está certo. Já os brancos são racistas se disserem nas letras das canções que têm orgulho de ser branco.

    ResponderEliminar
  3. E se os negros forem actores muito fraquinhos, não há problema porque Hollywood já prometeu criar quotas para "incluir maior diversidade" nos Óscares!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com tanta diversidade, qualquer dia vão ter de criar uma estátua de óscar preta, outra amarela, outra branca e outra vermelha, de forma a promover a "igualdade"...

      Eliminar

  4. O SOS Racismo é uma associação que é directa ou indirecta financiada por dinheiros públicos desde a sua criação desde 1990 e tem como objectivo aparecer na comunicação social, mandar umas "bocas" e uns "bitaites", pode-se dizer que sendo financiados pelo Estado, os seus administradores são funcionários públicos encapotados.


    Eu continuo a insistir, é preciso desmantelar as bases de sustentação da esquerda.

    Aí vai a lista actualizada:

    Abolição do salário mínimo
    Liberalização dos despedimentos
    Abolição dos descontos
    Pagamento do verdadeiro custo da água e energia pelo utilizador
    Pagamento do verdadeiro custo de educação e saúde pelo utilizador
    Liberalização (facilitação, desregulamentação) do acesso às profissões liberais
    Sujeição a IRC a todas as pessoas colectivas
    Simplificação do IRS com sujeição individual, taxa única, sem deduções e abatimentos
    Taxa única no Iva
    Desmantelar o sistema escolar com o e-learning
    Varrer a função pública
    Extinção das juntas de freguesia
    Redução do número de deputados
    ...
    ...
    ...

    ...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...