segunda-feira, 25 de abril de 2016

Mais Uma Abrilada


 
Porque hoje é o dia adequado e porque acredito que a melhor forma de se conhecer a história é lendo os testemunhos de quem realmente a viveu e sofreu, deixo aqui o testemunho do meu amigo José Gomes Martins, um português de raça antiga (daqueles que já pouco se fabricam...) e cuja vida foi dividida entre dois regimes diferentes, tendo sido seriamente afectada em consequência da Abrilada de 1974. Obrigado a abandonar Portugal após esta "revolução", devido à balbúrdia que grassava neste pobre País, José Gomes Martins acabou por se estabelecer definitivamente na Tailândia, País onde hoje vive tranquilamente com a sua família luso-tailandesa. Deixo aqui as suas palavras que mais do que um simples testemunho, são a verdade nua e crua que os media (por motivos óbvios...) censuram e se recusam a passar:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  [...]

João José Horta Nobre
25 de Abril de 2016
 

6 comentários:

  1. Vou aproveitar esse testemunho, meu caro. E, é verdade, na Tailândia existe uma histórica comunidade luso-descendente, tal como existe na Malásia, na Índia, no Myanmar... e só não existe no Camboja porque o Pol-Pot exterminou-a.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Vou aproveitar esse testemunho, meu caro.»

      Esteja à vontade! É para isso mesmo que este blog serve, para divulgar e partilhar ideias que por motivos mais do que óbvios, não passam nos media tradicionais.

      Eliminar
  2. No entanto alguns dos marxistas que fomentaram tudo o que estamos a ver vêem agora mostrar-se preocupados com a identidade nacional,aqui http://rr.sapo.pt/noticia/52655/marcelo_e_alegre_querem_aposta_no_ensino_de_historia_arriscamo_nos_a_ficar_uma_junta_de_freguesia_da_europa?utm_source=rss os marxistas (uns mais vermelhos outros mais rosa ou azul)sempre se preocuparam mais em "inculcar" sua propaganda e garantir suas "mordomias"(sempre claro em nome da democracia e amplas liberdades)e depois vêem "lamentar-se" da perda de identidade nacional(e ao mesmo tempo que promovem a vinda de muçulmanos aos milhões).Poderia ser cómico senão fosse trágico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou já escrever qualquer "coisinha" sobre esses dois caramelos. Há que desmontar as mentiras dessa cambada.

      Eliminar
  3. A propósito dos muçulmanos aos milhões James Clapper, director da National Intelligence, afirma que os terroristas usam as redes de refugiados para se infiltrarem na Europa. http://economico.sapo.pt/noticias/estado-islamico-tem-celulas-terroristas-em-inglaterra-alemanha-e-italia_248149.html

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...