sábado, 23 de abril de 2016

O Conceito de "Democracia" do Bloco de Esquerda



No facebook, o Bloco de Esquerda nem hesita em usar do "lápis azul" e apagar os comentários críticos ou que lhe apontam determinadas verdades inconvenientes. No seu site de notícias oficial www.esquerda.net, também não passam quaisquer comentários críticos. No YouTube, os vídeos colocados na página bloconoparlamento, também não têm comentários e na secção dos mesmos está uma mensagem a explicar porquê: "Os comentários para este vídeo estão desativados".

Estão "desativados", percebem? Ora e porque foram eles "desativados"? Sabem porquê? Porque o Bloco de Esquerda, à semelhança de toda a restante esquerda, não tolera críticas. Não tolera dissidência, não tolera, nem nunca tolerou, a diferença que tanto jura defender. O conceito de "liberdade de expressão" e "democracia" que o Bloco de Esquerda tem, fica perfeitamente demonstrado nestas atitudes mesquinhas e fascistas, sim, isso mesmo, FASCISTAS, que são nutridas pelo mesmo.

São nestas pequenas coisas que se vê o que é realmente a esquerda e em que consiste o bando de fanáticos de merda que parasitam na mesma. A diferença é exactamente esta, aqui neste blog que estão a ler neste momento, o insulto e a asneira são livres, nunca eliminei o comentário de ninguém por esse motivo e a ÚNICA circunstância em que já me vi forçado a apagar alguns comentários, foi devido ao facto dos mesmos apelarem publicamente à violência e por lei eu, como administrador deste blog, sou obrigado a eliminar esse tipo de comentários, sob pena de posteriormente ser eu próprio a ser judicialmente perseguido se não o fizer. 

Apesar desta minha extrema tolerância para com toda a asneira e todo o insulto, por vezes dirigidos à minha própria pessoa e até à minha família, mesmo assim, certa gente à esquerda e alguns também à direita, insistem em dizer que eu é que sou o "faxista", porém, tudo o que eu disse e demonstrei acima, julgo que chega perfeitamente bem para demonstrar quem são, afinal de contas, os verdadeiros fascistas.

João José Horta Nobre
23 de Abril de 2016

3 comentários:

  1. E o Bloco de Estrume está directa ou indirectamente no poder. A culpa é dos portugueses que votaram neles, nos comunas, nos socialistas e até no PAN. Sim, a culpa é deles. A democracia é assim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é óbvio e eu nunca disse o contrário. Mas é necessário perceber o porquê disso e para mim, há duas causas principais para esse problema, que se interligam entre si: a ignorância e o controlo dos media por parte das elites.

      É mais do que óbvio que os media têm uma pesada responsabilidade no estado de ignorância e "anestesia geral" em que se encontra o povo. Tudo isto vai ao encontro das elites e da Superclasse Mundialista, pois a imbecilização das massas é um passo essencial para se poder atingir o controlo total de um dado País.

      O Olavo de Caravalho tem um livro interessante que aborda esta questão numa perspectiva brasileira e católica, mas que não deixa de ter o seu devido valor, chama-se precisamente "O Imbecil Coletivo":

      http://cnqzu.com/library/Philosophy/neoreaction/_extra%20authors/Carvalho,%20Olavo%20de/O-Imbecil-Coletivo.pdf

      Eliminar
  2. O Bloco de Esquerda devia de mudar de nome e passar a chamar-se Bloco de Estrume, porque na prática, é isso mesmo que ele é.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...