terça-feira, 19 de abril de 2016

Para os Nossos Media Politicamente Correctos, é Impossível Que um Preto Seja Racista II


Assim funciona a propaganda do regime 24/7. Há que manter o permanente sentimento de culpa nos europeus e numa época em que a crise de "refugiados" começa a fazer mossa, é normal que a quantidade de programas de formatação cerebral deste tipo também aumentem.


Quando todos os jornalistas, políticos e "activistas sociais" do raio que os parta, comprarem uma casa e forem viver com as suas famílias para a Cova da Moura, Bairro da Bela Vista, Bairro da Rosa, Bairro do Aleixo, Bairro Quinta da Fonte, Quinta do Mocho, Bairro do Cerco, Quinta da Princesa, Bairro Branco ou o Bairro 6 de Maio, nessa altura, eu logo aceito as lições de moral da comunicação social em relação ao racismo.

Na prática, os bairros que eu acima citei são "pequenas áfricas" e/ou "pequenas ciganolândias", onde por vezes, sei lá, dão-se assim uns tiros e umas facadas e passa uma larga parte do circuito de tráfico de armas e droga em Portugal. Mas claro, os jornalistas não estão interessados em investigar estas coisas, não vá o rastilho do dinheiro do tráfico levá-los até à porta de algum "cão grande", quiça um juiz, um deputado ou até um ex-ministro que nos tempos livres gosta de enfiar linhas de "branca" colombiana pelas narinas acima... 

Os maus da fita e como de costume, são os europeus brancos. Esses é que são todos um bando de racistas primitivos, pois como todos sabemos, para os nossos media politicamente correctos, é impossível que um preto seja racista.

João José Horta Nobre
19 de Abril de 2016


Por vezes o humor é mesmo a melhor resposta:

9 comentários:

  1. Do que vi ontem pareceu-me um misto de apanhados com propaganda multicultural,então aquela senhora que ouve a conversa(de actores é preciso dizer)e muda de mesa e depois a sra Lino vai perguntar porque não disse nada é uma coisa fora de série,e a sra apanhada ainda disse que nunca tinha visto tal coisa(foi preciso uma encenação para ver)por cá.

    ResponderEliminar
  2. Check this http://omarxismocultural.blogspot.pt/2015/09/marxismo-e-o-capitalismo-juntos.html muitos enchem a boca contra o capitalismo mas quando chega a hora de entender a fundo o que se passa fecham os olhos e os ouvidos.Eis porque a agenda dita multicultural prossegue o seu caminho(no post linkado do marxismo cultural está bem patente)sem ser realmente posta em causa(pudera,além da promoção ideológica liberal-socialista temos o liberal-capitalismo a promover a mesma agenda).

    ResponderEliminar
  3. Outro post a não perder http://inacreditavel.com.br/wp/no-border-no-nation/ na mesma linha do anterior.

    ResponderEliminar
  4. Este país parece ser uma causa perdida. Os danos futuros que derivam da instalação no país de centenas de milhares de africanos que não nos querem em África, note-se, vai ter repercussões muito graves. Eles não gostam de Portugal nem dos portugueses e isso nem é difícil perceber quando se tem contacto próximo com aquelas comunidades.
    A irresponsabilidade, a falta de amor à pátria e a venalidade dos filhos de Abril abriu uma porta que ninguém vai poder fechar. A reprodução dos africanos vai levá-los inevitavelmente à supremacia daqui a umas décadas.
    Dos árabes nem comento porque não me parece um problema imediato para nós. Eles querem o norte da europa e estão-se nas tintas para Portugal, felizmente. Apanharemos apenas indirectamente.
    Sobre esta questão do racismo, a exemplo de outras, é miserável a forma como a chamada intelectualidade se comporta quando tem uma câmara ou um microfone na frente. A Helena Matos e o JM Fernandes escrevem muito bem, no entanto, nas suas aparições televisivas limitam-se a concordar com os marxistas ou a reprimir as suas opiniões ouvindo com ar beatífico as vigarices debitadas pelos interlocutores desonestos. Um bando de cobardes.
    Passados 42 anos sobre aquela desgraça que enegreceu a nossa História, continua a haver uma supremacia da esquerda e uma direita desistente.
    A imprensa e a universidade estão nas mãos de estalinistas e socialistas. A esquerda ganhou a batalha cultural e a hegemonia por muitos anos. Os suficientes para terminar com o esforço de 900 anos dos nossos antepassados, muitos dos quais entregaram a vida para nos deixar uma pátria.

    ResponderEliminar
  5. Consta-se que os pretos "adoram" que os brancos se metam com as pretas!

    ResponderEliminar
  6. Por favor, leia com ironia (por isso, o uso das aspas). Quero eu dizer que para os merdia um preto não pode ser racista e isso é tão "verdade" porque os pretos "adoram" que os brancos se metam com as pretas! Os pretos são "tolerantes" e os brancos são "racistas".

    ResponderEliminar
  7. http://www.cmjornal.xl.pt/opiniao/colunistas/jose_diogo_quintela/detalhe/um_moralista_em_cada_esquina.html O Quintela é que os "apanha" bem(com humor é sempre a melhor maneira de dizer as verdades)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...