terça-feira, 12 de abril de 2016

Preparem-se Porque o "Enriquecimento" Vai Começar...

«Portugal está disponível para receber cerca de nove mil pessoas, tendo inicialmente sido previsto apenas acolher quatro mil pessoas.»

O actual Primeiro-Ministro que (des)governa o País, tem pressa para acabar com o pouco que resta. A pressa é tanta, que esta semana lá decidiu ir à Grécia fazer figuras tristes num campo de refujihadistas e desprestigiar o País que representa. Diz o artista em causa que "Portugal está disponível para receber mais refugiados". Ai, ai, ai camaradas! A "riqueza" com mentalidade medieval vem a caminho! Vejamos algumas imagens da boa integração e convivência com os autóctones, que caracterizam o comportamento dos "refugiados" com que o Tó Costa nos quer brindar:

 
 Hannover, Alemanha. Uma cidade claramente "enriquecida" e onde a população islâmica está exemplarmente bem integrada. O multiculturalismo funciona, carago!


  Um judeu esquerdóide decidiu ir visitar os "coitadinhos" dos refujihadistas e... bem, digamos apenas que o resultado não foi exactamente tão "enriquecedor" quanto esperava. Judeus sorriam e gritem: Toda Rabah Fräu Merkel!


 
Um centro de refugiados em Augsburg, Alemanha. Vejam por vós próprios o profundo "enriquecimento cultural" que os refujihadistas trouxeram com eles. Já o disse por mais do que uma vez: Tenho uma Pastora Alemã - a Nika - que é mais limpa, arrumada e educada do que os primatas que fizeram o que é visível no video...


 
Um refujihadista explica passo a passo a arte do ofício do "enriquecimento". Assim é que é, Allahu Akbar para a tua mãe também, pá!


 
Cairo? Bagdade? Teerão? Nada disso! Trata-se apenas de mais um dia perfeitamente normal em Helsínquia. Como podem ver, os Finlandeses estão a beneficiar de um "enriquecimento cultural" verdadeiramente "maravilhoso"!


É assim caros leitores, é nisto que o Tó Costa quer transformar Portugal. Só quero ver é qual vai ser a reacção das feministas e restantes histéricas da esquerda, quando chegar o dia D e por via da pressão demográfica (a partir do momento em que os muçulmanos ultrapassem numéricamente os autóctones europeus, estes ficam à mercê da lei da Sharia...), a massa islâmica lhes quiser enfiar uma burka em cima dos cornos. Nessa altura não vai adiantar gritar, nem chamar "machista", ou "racista", porque com a moirama as regras do jogo são um "bocadinho" diferentes...

Mas o multiculturalismo vai funcionar, pá! Temos de ter fé nisso e no regresso do D. Sebastião!

João José Horta Nobre
12 de Abril de 2016
 

16 comentários:

  1. Nova direita ataca novamente :
    https://m.youtube.com/watch?v=Cp0uq-QafYQ


    esses diabos são judeus ou filo-judeus a assalto da resistencia Européia/branca . Eles tem o mesmos objetivos que os movimentos counter-jihadistas ,só que seus alvos são ex libertarios que estao se aproximando das idéias pró brancas .
    A judiaria não aceita oposicao .eles odeiam a a real democracia ,odeiam a liberdade de expressao . Fazem questao de fechar ou sabotar todo e qualquer movimento que sigam esses caminhos.

    ResponderEliminar
  2. O segundo video nada mais é que a propaganda judaica em açao a querer aproveitar a situaçao , que os mesmos criaram desestabilizando naçoes médio orientais e fomentando leis pro imigraçao e anti expressivas na Europa , em beneficio proprio.

    .................
    Jews are only responsible for the genocide by substitution population that currently is under way against European / white. Are Jewish minds that since the end of World War II, are behind laws that facilitated the invasion of Europe by racial aliens and criminalizing the opinion of European people

    In sweden : http://www.theoccidentalobserver.net/2013/01/the-jewish-origins-of-multiculturalism-in-sweden/

    In Germany:
    //balder.org/judea/Hate-Speech-Laws-Immigration-Jewish-Influence-Germany.php

    Italy: http://balder.org/judea/Hate-Speech-Laws-Immigration-Jewish-Influence-Italy.php

    In France:
    http://balder.org/judea/Hate-Speech-Laws-Immigration-Jewish-Influence-France.php

    InBritain:

    "The present and pretty extreme gagging law known as 'The Race Relations Act', formerly known as 'The Group Libel Law' was drafted by 'The Board of Jewish Deputies', and passed in 1965 by the Jewish Interior Minister (Home Secretary) in the Labour Government Sir Frank Soskice. Frank Soskice was not even British born; he came to Britain as a Russian immigrant, and he was not the only Jewish immigrant to play such a role. (See Jewish Laws.)".

    http://balder.org/judea/Hate-Speech-Laws-Immigration-Jewish-Influence-Britain.php

    ResponderEliminar
  3. Os interesses que o Costa persegue vão na linha do seu partido,vejamos o contexto histórico(claro que sempre em nome da liberdade e outros slogans bonitos)http://macua.blogs.com/moambique_para_todos/2010/04/o-pacto-de-paris-e-a-celerada-rep%C3%BAblica-dabril.html

    ResponderEliminar
  4. Caro JJHN


    Insisto, a resolução destes problemas implica vontade política.

    Faltou vontade política para implementar reformas estruturais que irão contribuir para desmantelar as bases de sustentação da esquerda.

    Aí vai a lista actualizada:


    Abolição do salário mínimo
    Liberalização dos despedimentos
    Abolição dos descontos
    Pagamento do verdadeiro custo da água e energia pelo utilizador
    Pagamento do verdadeiro custo de educação e saúde pelo utilizador
    Liberalização (facilitação, desregulamentação) do acesso às profissões liberais
    Liberalização das rendas
    Sujeição a IRC a todas as pessoas colectivas
    Simplificação do IRS com sujeição individual, taxa única, sem deduções e abatimentos
    Taxa única no Iva
    Desmantelar o sistema escolar com o e-learning
    Varrer a função pública
    Extinção das juntas de freguesia
    Redução do número de deputados
    ...
    ...
    ...

    ...

    ResponderEliminar
  5. Caro Mestre Nobre, esses comentários anônimos anti-judeu , não vão parar. O pessoal do ervilha descobriu o seu blogue e esse insistente que posta milhares de comentários anti judeus é um brasileiro petista e desempregado chamado Carlos Cobalto, vulgo Cobosta, nazista.

    Que ao menos tivessem a macheza de assinar os comentários. Mas já viram nazi com hombridade ?

    __

    Sobre o tema em si é óbvio que os únicos a poderem deter esse fluxo são os próprios portugueses, há que se mostrar alguma resistência e que seja agora antes que esses marginais entrem no país e criem mais e mais favelas, se reproduzam e então tenham representatividade Eleitoral.

    Essa bomba demográfica islâmica já destruiu o Líbano, muçulmanos tem de 5 a 10 filhos cada um, se não controlarem eles logo vão se tornar um grupo numeroso em Portugal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Sobre o tema em si é óbvio que os únicos a poderem deter esse fluxo são os próprios portugueses, há que se mostrar alguma resistência e que seja agora antes que esses marginais entrem no país e criem mais e mais favelas, se reproduzam e então tenham representatividade Eleitoral.»

      Enquanto os portugueses continuarem a votar na treta do costume, isto não tem volta a dar:

      http://totalitarismouniversalista.blogspot.pt/2016/04/tenham-medo-tenham-muito-medo.html

      Eliminar
  6. Comentário de uma amiga minha, que de adepta da Direita nada tem, no Facebook:

    "Começam a irritar-me as notícias dos refugiados que, apesar de terem fugido da guerra e da perseguição, e dizerem na televisão que não têm nada e só querem uma casa, quando lhes perguntam: "Não querem ir para Portugal?" Ainda respondem "Portugal? Portugal não. Queremos Alemanha, Finlândia, Austria, Holanda..."!... A necessidade é só para aqueles países... Pffffff"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol, a lavagem cerebral dos mundialistas está a encontrar resistência inesperada. Isto está a ser mais difícil do que as elites pensavam e a procissão ainda vai no adro...

      Eliminar
  7. Os mundialistas(das várias tendências)estão se juntando às claras http://planetadosprimatas1.blogspot.pt/2016/04/nova-ordem-mundial-conscendo-sodalitas.html

    ResponderEliminar
  8. «Só quero ver é qual vai ser a reacção das feministas e restantes histéricas da esquerda, quando chegar o dia D e por via da pressão demográfica (...) a massa islâmica lhes quiser enfiar uma burka em cima dos cornos.»

    Ah! Como se o caro JJHN não soubesse perfeitamente o que vai acontecer: as feministas vão-se juntar todas e protestar contra a opressão do homem branco que obriga os muçulmanos a agir assim! "Trocamos violadores por racistas", lembra-se?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu jugo que é ao contrário: "Trocamos racistas por violadores"...

      "Racista", subentenda-se, é em linguagem politicamente correcta qualquer um que deseje preservar a sua cultura.

      Eliminar
    2. Sim, é ao contrário. Quando eu escrevi, estava a pensar no original em inglês "Will trade rapists for racists", mas em português diz-se ao contrário, primeiro aquilo que se dá e depois o que se recebe.

      Eliminar
    3. Um post a não perder http://barradeferro.blogs.sapo.pt/problema-da-europa-com-o-islao-27151 o trecho final do post: O mais parecido com o que estamos a viver na europa agora foi o imperialismo soviético e o islão deve ser analisado à mesma luz como o comunismo foi á luz kantiana e no contexto do Corão comunista redigido por Karl Marx. O islão, na parte que nos concerne, não é uma religião é um projeto de vida.

      Simples, simples é perceber que o problema da europa com o islão é igual ao problema que a europa teve com o comunismo soviético.
      E hoje em dia há comunistas que no essencial são meramente religiosos... o que resta saber, como no caso dos jihadistas, é como se vão comportar no dia em existirem grupos armados para novamente implementar revoluções finais do proletariado. Convém lembrar que até há muito pouco tempo os "terroristas" das FARC eram convidados às festas do Avante. - Pois é!

      Eliminar
    4. Parece-me exagerado comparar o Comunismo com o Islãoe muito sinceramnte, o segundo parece-me ser em termos civilizacionais uma ameaça muito superior ao primeiro.

      Nunca vi um comunista a fazer-se explodir com um colete-bomba, mas quanto a muçulmanos, isso parece ser o "prato do dia". O Islão é muito mais agressivo, perigoso e ameaçador do que o Comunismo alguma vez foi.

      Eliminar
  9. A questão não é comparar(não é minha finalidade nem suponho a finalidade do autor do post no barradeferro) os dois em termos absolutos,mas sim no que interessa realmente que é o resultado final(no caso para a Europa e a destruição de sua identidade e soberania)e o objectivo final é sempre a tomada do poder,e no caso do comunismo soviético só parou(há até quem diga que apenas mudou de estratégia para melhor nos enganar)em 1989 depois de milhões de mortos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «mas sim no que interessa realmente que é o resultado final(no caso para a Europa e a destruição de sua identidade e soberania)e o objectivo final é sempre a tomada do poder»

      Mas isso, tanto quanto eu sei, é o objectivo de todas as ideologias. Todas elas almejam tomar o poder...

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...