terça-feira, 19 de abril de 2016

Um Traidor em Belém





Enquanto muitos portugueses labutam na maior das misérias, passam por humilhações e sim, a pobreza é uma humilhação, o traidor que ocupa do cargo de Presidente da República não só dá o seu total aval à invasão islâmica em curso, como ainda se oferece para dobrar a parada e "duplicar" o número proposto pelo politburo de Bruxelas.

Isto não é um Presidente da República, isto é um Traidor à Pátria com letra maiúscula, um traidor que pretende trazer um autêntico cavalo de Troia islâmico para dentro do nosso País, de forma a acelerar a bomba demográfica islâmica, que ao que tudo indica, vai acabar por nos exterminar física e culturalmente, se nada for feito para travar atempadamente esta loucura.

Quantos desses tais "refugiados" é que o Marcelo Rebelo de Sousa já levou para o Palácio de Belém? Tanto quanto sei, ZERO, mas no entanto, o estafermo arroga-se o direito de roubar o MEU dinheiro para andar a distribuir apartamentos e outras regalias a refugiados. Em bom e antigo português, isto é o que se chama um reles ladrão e é exactamente isso que Marcelo Rebelo de Sousa é. Um grandíssimo e reles ladrão que tira da barriga dos filhos de Portugal, para encher a pança da moirama.

Aquilo que separava o professor Salazar de todos estes "republicanos" (nem isso eles sabem ser a sério...),  é o sentido de honra e dever para com a Pátria. Salazar tinha os seus defeitos, é certo, mas nisso pelo menos nunca transvergiu. Esta é que é a grande diferença, nunca o professor Salazar colocou os portugueses em segundo lugar, ao passo que os actuais governantes nos vendem diariamente ao mais selvagem internacionalismo plutocrata como se fossemos todos prostitutas de vão de escada. Só a mais crassa ignorância por parte do povo é que pode explicar como é que chegámos ao que chegámos e preparem-se, pois com esta canalha aos comandos do País, isto ainda vai piorar e muito...

João José Horta Nobre
19 de Abril de 2016

10 comentários:

  1. Mas duplicar dos 4500 iniciais ou duplicar dos duplicados do Costa?Por este andar vamos ter ainda uma provincia(ocupar o interior como disse o Costa há uns meses')de islamicos. http://rr.sapo.pt/noticia/52109/?utm_source=rss falou o iluminado de novo .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que vale é que eles não querem ficar cá:

      http://observador.pt/opiniao/portugal-mesmo-melhor-do-alemanha/

      Eliminar
  2. Até agora, ainda não consegui vislumbrar nada na presidência do Marcelinho que o "xuxa" Sampaio da Nóvoa ou a bloquista Marisa Matias tivessem feito diferente! Direitinha de qualidade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obviamente que todos nós já sabíamos a bosta de Presidente que o traste ia ser. A mim esse furúnculo marcelista nunca me enganou ou iludiu, nem seria de esperar outro comportamento da parte de um Bilderberg...

      No fundo é um puto criado a sopas da ditadura, que só subiu na vida graças aos contactos certos. Merda assim eu dispenso para governar o País.

      Eliminar
  3. "o direito de roubar o MEU dinheiro"

    Caro JJHN


    O melhor mesmo é pagar o menos possível em impostos, tanto directamente como indirectamente.

    Ora, se os camionistas enchem os depósitos em Espanha, os que vivem próximo da fronteira também o fazem.

    Também vejo cada vez mais pessoas a comprar frutas, legumes, ovos, criação, etc. directamente aos pequenos produtores em vez de comprar em hipermercados e outras lojas. Se mais pessoas tomarem esta atitude o lucro dessas empresas tende a dimiuir e menos irc o Estado arrecada.

    Ao contrário do que o Governo pretende, que haja mais consumo, é preciso refrear substancialmente o consumo ainda mais do que foi refreado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Também vejo cada vez mais pessoas a comprar frutas, legumes, ovos, criação, etc. directamente aos pequenos produtores em vez de comprar em hipermercados e outras lojas. Se mais pessoas tomarem esta atitude o lucro dessas empresas tende a dimiuir e menos irc o Estado arrecada.»

      Na minha opinião o irc devia até de ser extinto de forma a potenciar o investimento...

      Quanto aos pequenos produtores, umas vezes compensa, outras não. Depende. Mas é falso quando dizem que os preços no pequeno comércio são sempre mais elevados. Eu por exemplo, conheço uma loja que vende lâmpadas a preços muito mais baixos que os praticados em qualquer hipermercado.

      Eliminar
  4. O Marcelo é lixo. O caso é que o leque de escolha nas eleições só oferecia esterco.
    Toda esta tropa fandanga abrileira está sedenta de enterrar o que resta desta nação.

    ResponderEliminar
  5. “Que fazer? Que esperar? Portugal tem atravessado crises igualmente más: - mas nelas nunca nos faltaram nem homens de valor e carácter, nem dinheiro ou crédito. Hoje crédito não temos, dinheiro também não - pelo menos o Estado não tem: - e homens não os há, ou os raros que há são postos na sombra pela política. De sorte que esta crise me parece a pior - e sem cura.” Eça de Queirós, in “Correspondência” (1891). www.portugalnonevoeiro.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo se irá resolver assim que a "coisa" estalar na Europa. Trata-se apenas de uma questão de tempo para assistirmos a grandes mudanças. Não desespere porque isto vai-se recompôr.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...