sexta-feira, 20 de maio de 2016

E Para os Portugueses a Fome e a Miséria


A "diversidade vibrante" em acção na Alemanha e em breve, também em Portugal num lugar perto de si.


«Portugal recebe mais 191 refugiados até final do mês»


Tal como eu soube desde o início, esta moda dos ditos "refugiados" que as elites inventaram, não é mais do que um programa de invasão maciça do Continente europeu, por alógenos do Terceiro Mundo. Como é óbvio, quem vem do Terceiro Mundo, traz consigo a mentalidade do Terceiro Mundo e o resultado, se isto continuar assim, será a progressiva Terceiro Mundização da Europa por gentes civilizacionalmente inferiores. Basta entrar nos bairros onde estes alógenos se concentram em grande número, para se perceber que estes são territórios sob ocupação estrangeira. Ali não existe Portugal, nem Europa, mas sim pequenas áfricas, pequenas ciganolândias, pequenas islamabades, com tudo o que isto naturalmente implica em termos de regressão civilizacional. 

No fundo, estamos hoje perante uma autêntica bomba-relógio plantada entre nós pelas elites traidores, que pretendem fomentar uma guerra civil na Europa a médio/longo prazo, tanto para resolver a actual crise estrutural do Capitalismo, como para servir de meio ao aprofundamento do projecto da Nova Ordem Mundial, ou seja, da criação de um governo mundial totalitário, que a ser criado irá ser governado pela Superclasse Mundialista e onde nós seremos os servos e eles os senhores. Destruir as nações é um passo essencial para se atingir este fim, daí o ódio visceral que os mundialistas têm ao Nacionalismo e aos partidos nacionalistas. Quanto à extrema-esquerda, essa não passa de um Cavalo de Troia utilizado pela Superclasse Mundialista para enganar tolinhos e ingénuos. A Superclasse Mundialista fomenta e utiliza a extrema-esquerda em seu benefício, devido ao discurso desta em defesa das "fronteiras abertas" e da imigração em massa. Se a extrema-esquerda tomar o poder num dado País, ainda melhor será para a Superclasse Mundialista, pois como a extrema-esquerda leva sempre à ruína todos os países onde toma o poder, isto vai perfeitamente ao encontro dos interesses da Superclasse Mundialista que assim fica com mais uma Nação enfraquecida e à mercê de organismos internacionalistas como o FMI ou a União Europeia. A única coisa que interessa à Superclasse Mundialista é destruir e/ou enfraquecer nações, de forma a torná-las mais vulneráveis ao seu intento de erguer um  governo mundial totalitário.

Estes 191 "refugiados" que vão ser importados no fim do mês (fiquem descansados que para o próximo mês chega mais outra "fornada" de "enriquecimento" alógeno...), vão ir direitinhos do aeroporto para o hospital, onde vão ter acesso imediato a uma bateria completa de exames médicos. Entretanto, os portugueses esperam meses a fio por uma simples consulta médica ou por um exame. A juventude emigra porque ninguém lhe dá apoio e há velhotes a estalar de fome com reformas de miséria. Mas os "refugiados" chegam cá e têm direito a casa, comida, roupa e cama lavada (até internet gratuita lhes dão!). Isto diz muito, aliás, diz tudo sobre a filosofia dos pedaços de esterco que hoje governam Portugal, para eles, primeiro estão os alógenos e a obediência cega aos ditames da máfia internacionalista de Bruxelas, para os portugueses fica a fome e a miséria. 

João José Horta Nobre
20 de Maio de 2016

9 comentários:

  1. Noutros tempos estes traidores acabavam mal, mas hoje os europeus estão transformados nuns mansos, é uma tristeza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Noutros tempos estes traidores acabavam mal,»

      Não tenha dúvidas!

      Entretanto, o Sr. Hamsun já viu esta pouca vegonha:

      http://observador.pt/2016/05/20/tribunal-da-relacao-condena-ex-militar-que-acusou-manuel-alegre-de-traicao-a-patria/

      Eliminar
  2. Essa "pouca vergonha" era expectável. O crime organizado voltou ao poder e há que contar com essas e outras.
    Sobre o post, não deve andar longe da razão. E hoje, em Portugal, há enormes zonas urbanas construídas com recursos do Estado através das metástases municipais, onde durante horas não vejo um branco. Tudo edifícios novos, habitações, escolas, zonas de lazer, etc. Gente que usufrui dos serviços de saúde, educação, alimentação e muitos nem pagam água nem luz e que devido a um insondável mistério, não tem as mesmas consequências que produz para os cidadãos nacionais, a quem esses serviços são cortados e as dívidas vão a tribunal para penhora.
    Quando vejo portugueses que após longas e penosas vidas de trabalho que abarcam períodos de grande pobreza, nas zonas rurais, a viver em barracos e com pensões que não chegam a 300 euros, dá-me um frio no estômago.
    Não são políticos, são criminosos! Estão a produzir uma substituição étnica nas barbas de toda a gente, ocultada por jornalistas não-praticantes e, o que é revoltante, sem obstáculos de nenhuma ordem. Há unanimidade naquele antro que chamam parlamento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Estão a produzir uma substituição étnica nas barbas de toda a gente, ocultada por jornalistas não-praticantes e, o que é revoltante, sem obstáculos de nenhuma ordem.»

      O que se está a passar já assume mesmo as características de um genocídio planeado:

      http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/04/o-que-os-politicos-portugueses-estao.html

      Eliminar
  3. E há mais implicações(já evidentes)preocupantes https://chiefio.wordpress.com/2016/05/19/end-of-germany/ neste link há videos a não perder para quem quer entender(em inglês,talvez mais tarde se encontre tradução com legendas) o que está a acontecer na Europa a nível demográfico e de imigração/refugiados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já divulguei bastantes desses videos aqui neste blog.

      Eliminar
  4. Caro JJHN


    Insisto, o que é preciso é implementar reformas estruturais que irão contribuir para o desmantelamento das bases de sustentação da esquerda.

    Apenas dependem da vontade política.

    Aí vai a lista actualizada:


    Abolição do salário mínimo
    Liberalização dos despedimentos
    Abolição dos descontos
    Pagamento do verdadeiro custo da água e energia pelo utilizador
    Pagamento do verdadeiro custo de educação e saúde pelo utilizador
    Liberalização (facilitação, desregulamentação) do acesso às profissões liberais
    Liberalização das rendas
    Sujeição a IRC a todas as pessoas colectivas
    Simplificação do IRS com sujeição individual, taxa única, sem deduções e abatimentos
    Taxa única no Iva
    Desmantelar o sistema escolar com o e-learning
    Varrer a função pública
    Extinção das juntas de freguesia
    Redução do número de deputados
    ...
    ...
    ...

    ...

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. No fundo, estamos hoje perante uma autêntica bomba-relógio plantada entre nós pelas elites traidores, que pretendem fomentar uma guerra civil na Europa a médio/longo prazo, tanto para resolver a actual crise estrutural do Capitalismo, como para servir de meio ao aprofundamento do projecto da Nova Ordem Mundial, ou seja, da criação de um governo mundial totalitário, que a ser criado irá ser governado pela Superclasse Mundialista e onde nós seremos os servos e eles os senhores. Destruir as nações é um passo essencial para se atingir este fim, daí o ódio visceral que os mundialistas têm ao Nacionalismo e aos partidos nacionalistas. Quanto à extrema-esquerda, essa não passa de um Cavalo de Troia utilizado pela Superclasse Mundialista para enganar tolinhos e ingénuos. A Superclasse Mundialista fomenta e utiliza a extrema-esquerda em seu benefício, devido ao discurso desta em defesa das "fronteiras abertas" e da imigração em massa. Se a extrema-esquerda tomar o poder num dado País, ainda melhor será para a Superclasse Mundialista, pois como a extrema-esquerda leva sempre à ruína todos os países onde toma o poder, isto vai perfeitamente ao encontro dos interesses da Superclasse Mundialista que assim fica com mais uma Nação enfraquecida e à mercê de organismos internacionalistas como o FMI ou a União Europeia. A única coisa que interessa à Superclasse Mundialista é destruir e/ou enfraquecer nações, de forma a torná-las mais vulneráveis ao seu intento de erguer um governo mundial totalitário.------------completamente certo.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...