quarta-feira, 15 de junho de 2016

A Culpa é do Trump

 
O terror, a morte e o sofrimento que a tão propalada "diversidade vibrante" vão trazer ao Ocidente, ainda vai apenas no início... Houve muitos que avisaram sobre aquilo em que ía resultar inevitavelmente a experiência "multicultural", mas como já era de esperar, esses "rassistas" foram largamente difamados, censurados e perseguidos pelos "bem pensantes" do costume. Agora o resultado está à vista e preparem-se, pois a "procissão ainda vai no adro"...


Um muçulmano entra numa discoteca gay, massacra 49 pessoas a tiro em nome do Islão e a esquerda, em conluio com uma larga parte da própria comunidade gay, colocam as culpas em cima de nada mais, nada menos, do que Donald Trump. Sim senhora, isto é obra e dá que pensar: será que esta gente sonha de noite para contar de dia, ou será que já nasceram assim mentalmente enjeitados?...

A esquerda e a direita politicamente correctas, fogem à verdade e aos factos, como quem "foge com o rabo à seringa". Isto é o típico, depois de mais um massacre perpetrado por um fiel a Maomé, o bandalho que ocupa o cargo de Presidente dos Estados Unidos, nem hesitou em também culpar logo a "retórica" de Trump, a direita conservadora, os nacionalistas, os "faxistas", enfim, qualquer um que não alinhe na cassete "bem pensante" e politicamente correcta. Até houve quem tivesse a ideia de colocar as culpas em cima da direita cristã. Vejam bem onde isto chega, um muçulmano massacra 49 pessoas a tiro, mas a culpa é dos cristãos! No fundo, trata-se apenas do costume e não é nada que surpreenda.

A preocupação e o alvo constante desta gente são os nacionalistas e qualquer um que se atreva a falar ou a escrever em defesa da sua Pátria e do seu povo. Todos os nacionalistas os incomodam, mas vá-se lá a saber porquê, são só os da Europa e dos Estados Unidos. Os outros, os nacionalistas africanos, asiáticos e sul-americanos, esses têm luz verde para dizer o que querem e lhes apetece, que dificilmente a esquerda e restante escumalha do costume vão abrir a boca a fazer algum reparo.

Depois é a treta do "discurso de ódio", os nacionalistas como Trump, Farage ou a tão odiada Marine Le Pen, é que são sempre os responsáveis pelo "discurso de ódio". Já os muçulmanos que seguem um dos livros mais odiosos, violentos, perversos e intolerantes que alguma vez foi concebido pela mente humana, esses não são responsáveis por nenhum "discurso de ódio". Coitadinhos, temos de ter pena e "ser tolerantes" porque é a "cultura deles", assim nos dizem os adiantados mentais ao serviço do sistema.

Então para este homossexual assumido, é tudo muito simples e claro: a culpa do recente massacre em Orlando é do "fundamentalista" Trump! Mas afinal de contas onde é que anda a esquerda e este estrume politicamente correcto "quando matam gueis no Bangladesh? Onde andam, que não se ouvem falar acerca dos quase vinte países islâmicos que punem o gueizismo com a morte? 


 João José Horta Nobre
15 de Junho de 2016


Este "pobre coitadinho" cuja cultura temos de respeitar, defende "apenas" que todos os homossexuais sejam abatidos e nas suas próprias palavras, "não há que ter vergonha" porque matar os homossexuais é para ele o correcto a fazer e demonstra apenas "compaixão" pelos mesmos. Trata-se da "religião da paz" no seu melhor:

11 comentários:

  1. Houve montes de clérigos cristãos que condenaram este ataque, mas o CM conseguiu ir buscar um pastor brasileiro que o aprovou! E esse vídeo que o caro JJHN colocu no final do postal? Ainda nao o vi em nenhum "jornal" cá do burgo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Ainda nao o vi em nenhum "jornal" cá do burgo!»

      Nem espere de ver!

      Eliminar
  2. EI prepara a invasão de Portugal com a benção do Papa, MRS e Costa. preparem-se para nova cruzada.

    ResponderEliminar
  3. O ABRAAMISMO É PODRE E DESPOTICO POR ISSO ACABOU COM O OESTE ORIGINAL COM A ACROPOLE COM A ERA DE OURO E METEU IDADE DAS TREVAS KALERGIS ETC

    ResponderEliminar
  4. A preocupação e o alvo constante desta gente são os nacionalistas e qualquer um que se atreva a falar ou a escrever em defesa da sua Pátria e do seu povo. Todos os nacionalistas os incomodam, mas vá-se lá a saber porquê, são só os da Europa e dos Estados Unidos. Os outros, os nacionalistas africanos, asiáticos e sul-americanos, esses têm luz verde para dizer o que querem e lhes apetece, que dificilmente a esquerda e restante escumalha do costume vão abrir a boca a fazer algum reparo.

    Depois é a treta do "discurso de ódio", os nacionalistas como Trump, Farage ou a tão odiada Marine Le Pen, é que são sempre os responsáveis pelo "discurso de ódio". Já os muçulmanos que seguem um dos livros mais odiosos, violentos, perversos e intolerantes que alguma vez foi concebido pela mente humana, esses não são responsáveis por nenhum "discurso de ódio". Coitadinhos, temos de ter pena e "ser tolerantes" porque é a "cultura deles", assim nos dizem os adiantados mentais ao serviço do sistema." -------Ora nem mais!

    ResponderEliminar
  5. O islão, a falsa religiao islamica mas verdadeiro culto satanico, devia ser banido pelas UN como seita demoniaca e nazi de islamo-fascistas. Mas também devia haver em Portugal, nos EUA, na Nato, na Russia, na China, na India, no Japao, na Australia e no Ocidente um manual a alertar a juventude e os islamo-fascistas aderentes ou defensores sobre a verdadeira vida do monstro árabe maomé porcino e macacóide: (1) sobre as suas conquistas assassinios e degolaçoes com armas dos crimes na mão; (2) sobre a sua vida de mulherengo e escravizador das esposas e filhas de inimigos mortos; (3) sobre o seu caracter de adúltero multiplo e até pedófilo com Aisha; (4) sobre a sua esquizofrenia patologica com visoes em gruta fresca onde se refugiava qdº tinha ataques; (5) sobre a sua mentira permanente como humano e como falso-profeta (mas verdadeiro braço armado do demonio diabo e satanás); (6) sobre a falsa religiao do islao que ele promoveu (perseguindo as religiões monoteístas existente na arabia saudita nomeadamente Judaismo e Cristianismo); (7) sobre a escrita por arabes com interesses e costumes arabes do falso-corão, mas mein kampf do mesmo nazi islamo-fascismo.
    Maldito seja o islao e maomé porcino (que já arde no inferno há 1300 anos, com as 'birges' islamo-fascistas) para todo o sempre, porque só semeou discórdia e ódio desde que foi criado pelo lixo maomé.

    ResponderEliminar
  6. É o Trump, a direita, o aquecimento global, tudo menos o próprio islão que não pode ser posto em causa. Entretanto, por cá, a propaganda anda toda contente porque somos o segundo país que mais invasores recebe, proporcionalmente à população.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Basta ver o que o PM Costa "twitou" a propósito do que aconteceu em Orlando e fica tudo dito:

      https://twitter.com/antoniocostapm/status/742391739491753984

      O problema é a homofobia, esse é que é o grande mal a combater. Da mesma forma que temos de combater a fobia à música pesada, pois foi isso que levou uns rapazes a cometerem um massacre no Bataclan.

      Como o Sr. Hamsun pode ver, o Islão não tem culpa de nada. Isto são apenas homofobias e "musico-fobias", nada mais.

      Eliminar
    2. Daí a promover mais uma mesquita em Lisboa(com dinheiro público do suposto Estado laico)foi um pequeno salto.

      Eliminar
  7. Olha que o MARQUÊS de Marialva também não gostava dos Maricões e Maricoas ! Olha que ATÉ a própria Bíblia e o CORÃO também condenam esses «POBRES PECADORES» e aleijados ! Eu também não sou «ISLAMÓFILO» mas desejo que esses COITADOS se comportem educadamente , tal como qualquer PESSOA NORMAL !

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...