quarta-feira, 1 de junho de 2016

Na Era da Internet é Irrelevante Discutir se o "Mein Kampf" Deve Ser ou Não Publicado



Orlando Braga expressa aqui as suas "reservas" em relação ao facto do Mein Kampf poder ser "vendido a qualquer bicho careta". Esta questão da publicação e venda livre do Mein Kampf, tem sido bastante debatida de há uns meses para cá, a propósito da reedição recente do livro na Alemanha. Eu porém, considero que todo o debate em torno deste assunto já não faz qualquer sentido na Era da Internet. 

Já li o Mein Kampf quando ainda era um caloiro na Universidade em Coimbra e achei aquilo um grande chorrilho de asneiras, preconceitos e lugares-comuns, tudo colado a cuspo, mas de forma hábil. No entanto, eu não comprei a edição do Mein Kampf que li, nem a requisitei em nenhuma biblioteca, simplesmente "saquei" o livro da net em poucos segundos e ponto final.

Nós estamos em 2016, não estamos em 1916. A Internet mudou tudo e transformou a censura numa coisa não só extremamente difícil de se fazer, como também inútil em larga medida. Mesmo até na China onde o governo tenta controlar o acesso dos seus cidadãos à World Wide Web, a censura é uma coisa tão tosca que qualquer chinês que saiba o mínimo de pirataria informática, "fura" a censura do governo chinês "com uma perna às costas".

Precisamente por este motivo é que não faz hoje qualquer sentido falar em "proibir" o Mein Kampf. Qualquer pessoa com o mínimo de inteligência  e conhecimentos de informática, pode simplesmente entrar na Internet e sacar o Mein Kampf completo, sem censura e em várias edições e línguas. 

Até vos faço o favor de deixar aqui os links para as melhores edições virtuais dessa obra que eu conheço em português, inglês e alemão:


Talvez  valha a pena notar que o próprio Mussolini considerou o Mein Kampf uma obra tão secante e inútil, que ele mesmo não só a descreveu como sendo um livro cheio de "clichés comuns", como ainda admitiu nunca ter sido capaz de ler tal "papiro" (a quantidade de amantes que il Duce tinha, também não deviam de lhe deixar muito tempo livre para ler fosse o que fosse...).[1]

_________________________________________________

Notas:
[1] SMITH, Denis Mack - Mussolini: A Biography. New York, Vintage Books, 1983, p.172.

João José Horta Nobre
1 de Junho de 2016

21 comentários:

  1. Proibir só serve espevitar ainda mais a curiosidade. A superclasse mundialista sabe disso, mas acredita na preguiça universal: se o Mein Kampf estiver apenas acessível àqueles que têm internet, a maioria das pessoas não se esforçará por encontrá-lo. E que é que quer ler livros, afinal? Há telenovelas, jogos de futebol e bigue bródas para ver!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Proibir só serve espevitar ainda mais a curiosidade.»

      Quem mais esforços tem feito para manter o Mein Kampf "ilegal", é a esquerda em geral. Essa gente é tão burrinha que nem tem noção de que quanto proíbem uma determinada obra, mais fomentam o gosto por essa mesma obra...

      A censura, seja do que for, fomenta sempre o gosto pelo proibido. Por isso mesmo é que eu não vejo qualquer utilidade na mesma e até a acho mesmo contraproducente.

      Eliminar
    2. No caso de que eu lhe falei anteriormente ela não seria nada contraproducente... mas era só uma sugestão, cada um sabe o que quer! ;)

      Eliminar
  2. Nem Mussolini nem a maioria dos altos dirigentes nazis leram o "Mein Kampf" na totalidade: todos se queixavam da falta de qualidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livro é secante mesmo, até eu que tenho paciência para coisas muito secantes, tive dificuldade em conseguir chegar ao fim.

      Eliminar
    2. UM LIVRO QUE HITLER ESCREVEU MENOS DESINTERESSANTE QUE ESSE FOI AQUELE QUE CONTAVA A HISTORIA SUPOSTA DA TENDA DANDO A ELA UMA FALSA CONTINUIDADE ETNICA ANACRONICAMENTE COMO FAZEM OS JUDEUS O LIVRO DO ROSENBERG TAMBEM É SUPERIOR O DO BARROSO O DO LUTERO ESSE LIVRO TEM COISAS DESCONEXAS EU NEM CONSEGUI LER ELE TODO DE TÃO ENTEDIANTE JA O DO ANDRADE SARAIVA QUE É BOM O PNR DEVIA DIGITALIZAR COMO FEZ O PNSB COM MUITAS OBRAS CLASSICAS DA AREA E O VALHALLA 88 E TANTOS OUTROS

      Eliminar
    3. O MEIN KAMPF É MUITO MAIS UM LIVRO DE AUTO PROPAGANDA DURANTE A PRISÃO AQUELA COISA ESTAVA A FAZER ALGO PELA CAUSA MESMO QUANDO ESTIVE PRESO ETC ETC O PLINIO SALGADO SE TIVESSE ESCRITO ALGO DE CERTO QUE NÃO CHEGARIA NEM AOS PÉS DE UM BARROSO POR EXEMPLO

      Eliminar
    4. ESSES LÍDERES CIVIS TENDEM A SER MENOS BONS EM OUTRAS AREAS MAIS ESPECIFICAS DAI POR QUE OUTROS ACABAM POR SE DESTACAR MAIS SEJA NAS LETRAS SEJA NA PROPAGANDA ETC

      Eliminar
    5. E NEM SEI POR QUE ESTAMOS A DISCUTIR ISSO HITLER ERA NOSTRATICO GOYIM ESTAMOS NA NOSTRATIA GOYIM HITLER QUERIA ALGO GRANDIOSO PARA O SEU POVO QUEM NÃO QUER SÃO OS JUDEUS QUE AMAM RUINAS GOYINS O CAPITAL QUE DEVIA SER PROIBIDO IDEM A RIQUEZA-ESPOLIAÇÃO DAS NAÇÕES

      Eliminar
  3. A PROIBIÇÃO VISA FORTALECER O MITO FORJADO PELOS JUDEUS SABEMOS QUE O CONTEUDO DESSE LIVRO É INFERIOR A MUITOS LIVROS COM BEM MAIS CONTEUDO O LIVRO É RELATIVAMENTE SUPERFICIAL E O CONTEXTO DA EPOCA ERA BEM DIFERENTE OS JUDEUS QUEREM CONTINUAR MISTIFICANDO ANACRONICAMENTE COMO SE HOJE EM DIA SÓ QUEM NÃO SABE QUEM ELES SÃO É QUEM NÃO QUER VER POR QUE O MEIN KAMPF SÓ EXPLICITOU O QUE BARROSO E OUTROS COMO LUTERO JA DIZIAM

    ResponderEliminar
  4. Viktor Orban é pego no flagra ao fazer acordo secreto com a UE para construçao de campos de refugiados em solo Hungaro.
    http://newobserveronline.com/shock-new-hungarian-transit-center/

    Obs: Sempre disse que esse sujeito era falsa oposiçao ,e que sua retorica nada mais era que uma forma de freiar a ascenssao do partido nacionalista jobbik.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos esperar para ver se isso realmente é verdade, ou uma informação falsa. Viktor Orbán tem sido um dos maiores resistentes europeus à Nova Ordem Mundial nos últimos anos. Custa-me acreditar que depois de tudo, ele tenha cedido assim sem mais, nem menos.

      Eliminar
    2. Orbán deixou que milhoēs usassem seu país para que estes invadissem a Alemanha ,e Como vemos ,nada mudou .

      Quanto foram os ciganos que Orbán tirou a cidadania e deportou para India ? Zero!
      Na verdade sob o governo de Orbán os ciganos nunca foram melhor tratados .

      Orbán, Resistencia a nova ordem mundial Judaica ?!Me poupe!

      Eliminar
    3. «Quanto foram os ciganos que Orbán tirou a cidadania e deportou para India ? Zero!»

      E você acha que o Mundo funciona assim? Acha que é só deportar para a Índia e já está? Então e se o governo indiano se recusar a receber esses ciganos? Não se esqueça que eles não nasceram na Índia, portanto o governo indiano não tem qualquer obrigação perante o direito internacional em receber essas pessoas...

      «Orbán, Resistencia a nova ordem mundial Judaica ?!Me poupe!»

      A Nova Ordem Mundial não é judaica.

      Eliminar
    4. ah ,sim...então o problema é dos paises dondes os invasores nasceram . Então ,de certo ,tu deve achar que os invasores nascidos , ou que ganharam cidadania, na Europa é problema Europeu ?

      Eliminar
    5. A questão não tem a ver com o problema ser europeu ou não. Tem a ver é com a realidade e a realidade é que você não pode mandar um grupo de pessoas para outro País, assim do nada, porque esse País pode smplesmente recusar-se a aceitar as mesmas...

      Mas verdade seja dita, o problema é europeu sim, porque são os europeus que têm votado nos políticos de merda que nos trouxeram à actual desgraça...

      Eliminar
    6. A nova ordem mundial é judaica sim, o que não implica que TODOS os judeus estejam implicados nela. Isso é importante, há boa parcela de judeus inocentes e inconscientes da NOM.

      Quer provas de que é judaica ? Procure os nomes dos principais donos de empresas midiáticas, indústrias do petróleo, bancos... há obras investigativas sobre isso.

      São judeus sim e não contestação. São os vencedores da WW2 os detentores do poder atual e criadores do governo europeu. Há um monopólio do poder e isso é inegável, não vejo motivos para negar essa realidade.

      Eliminar
    7. É redutor considerar a Nova Ordem Mundial como sendo judaica, pelo simples motivo de que existem muitos não judeus que fazem parte da mesma. A Superclasse Mundialista é constituída por judeus e não judeus. Veja a família Rockefeller, está metida na Nova Ordem Mundial até ao pescoço e é cristã. O próprio David Rockefeller até já admitiu que a Nova Ordem Mundial não é uma "teoria da conspiração":

      http://yournewswire.com/david-rockefeller-says-conspiracy-about-one-world-order-is-true/

      Quer um exemplo ainda melhor? Tem o Papa!

      O Papa está claramente comprometido com a Nova Ordem Mundial e no entanto, que eu saiba ele de judeu não tem nada, assim como também não tem nada de judeu o antigo presidente Bush filho e Bush pai, que foram dois dos melhores servos que a Superclasse Mundialista já teve.

      Pessoalmente, desconfio até de que o Bush pai é mesmo um membro da Superclasse Mundialista...

      Eliminar
    8. O papa é um pobre lacaio, empregado da ordem mundial, os poderosos jogam nos bastidores.

      Não é um caso de debate subjetivo, gostos ou opiniões; são fatos sobre a genealogia dos poderosos. Há no blog do gangervilha uma matéria que comprovava muitas das linhagens reais européias estarem corrompidas com sangue judeu. Eu achava bravata nazi até ler e pesquisar.

      Também os banqueiros americanos da cúpula, todos ou quase todos judeus, os Morgans, os Davison, os Harriman, os Khun Loeb, Lazard, ou o Schiff Warburg e os Rockefellers.

      As linhagens são sim judaicas, respeitando a lei judaica da linhagem materna, se aparentemente são cristãos... pergunte aos cristãos novos sobre o assunto, como trocar de nomes, de religiões na aparência...

      Como disse há literatura abundante sobre o tema e não exatamente de neo-nazistas, esse é o caso de uma raça tão minuscula deter o poder tão amplamente, os fatos são gritantes.

      Apenas me abstenho de generalizar sobre Judeus, há milhões deles inconscientes da NOM, mas esta em sua cúpula diretora... é sim judaica, se não tudo uns 99%.

      Eliminar
    9. Mas repare numa coisa, seja sionista ou não, é me indiferente. O importante é combater a Nova Ordem Mundial e travar os seus intentos para construir um governo mundial totalitário.

      Veja este debate entre o Alex Jones e o David Duke:

      https://www.youtube.com/watch?v=sPa1wLvCovE

      Eliminar
  5. Racista negro ataca cega jovem Inglês.
    http://www.blancheurope.com/2016/05/26/un-noir-jette-de-lacide-au-visage-de-jeunes-anglais/

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...