terça-feira, 12 de julho de 2016

O Que Diria Freud?



Tivessem os portugueses a mesma dedicação à Pátria, que têm à máfia organizada do futebol e seríamos indubitavelmente um dos países mais prósperos do Mundo. Um grupo de milionários e putos mimados que têm habilidade para dar pontapés numa bola, venceram um campeonato de futebol, e depois? Os sem-abrigos vão continuar a dormir na rua. A fuga de jovens para o estrangeiro vai continuar porque Portugal é um País que não gera empregos e os salários são de miséria. As reformas dos velhos vão continuar a encolher (porque um País sem jovens não tem maneira de pagar as reformas...). A dívida que temos em cima não vai parar de aumentar e de nos perseguir. Não há praticamente nada que se aproveite em Portugal e digo isto porque sou acima de tudo um realista e posso-vos garantir que o estado do nosso País neste momento é pior que péssimo e está ainda muito longe de bater no fundo... 

No entanto, temos um grupo de milionários mimados que têm jeito para dar uns chutos numa bola e o povo obtém orgasmos múltiplos à custa disso. O que diria Freud? 

João José Horta Nobre
 12 de Julho de 2013


Um pequeno documentário muito elucidativo sobre o que se passa realmente na FIFA, que é sem dúvida uma das maiores máfias organizadas a nível mundial:

17 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. fala-se sobre corrupçao na Fifa há seculos ,mas nunca os poderes constituidos tomaram as providencias necessarias . O estranho foi a bomba do escandalo da corrupçao estourar na semana em que a fifa votaria a exclusao da federaçao israelita do seu quadro de membros ,pela descriminaçao que esta federaçao pratica contra jogadores palestinos.

      http://www.bestgore.com/guest-post/terrorist-attack-on-brazil-is-imminent/

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Caro JJHN


    Vamos por partes, antes de mais nada sobre o futebol, apenas tenho a dizer (e isto sem qualquer estatística) que é o sector de actividade que nos últimos 100 anos, talvez mesmo 150 anos, em todo o Mundo, tirou mais pessoas da mediania senão mesmo da pobreza tornando-se assim num verdadeiro pesadelo para os esquerdistas.


    "As reformas dos velhos vão continuar a encolher (porque um País sem jovens não tem maneira de pagar as reformas...)"

    O sistema de pensões e reformas é uma esquema Ponzi ou um esquema em pirâmide que é apenas legal devido a ser efectuado pelo Estado. Como todos os esquemas deste tipo irá implodir.

    Não são os jovens que pagam as reformas actuais ou futuras, é o dinheiro que vem de fora através de empréstimos contraídos e que aumentam a dívida pública.

    Sem financiamento externo, nem sequer haveria reformas para os reformados nem sequer salários para a função pública.

    O que realmente falta são verdadeiras reformas estruturais que eu tenho defendido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Vamos por partes, antes de mais nada sobre o futebol, apenas tenho a dizer (e isto sem qualquer estatística) que é o sector de actividade que nos últimos 100 anos, talvez mesmo 150 anos, em todo o Mundo, tirou mais pessoas da mediania senão mesmo da pobreza tornando-se assim num verdadeiro pesadelo para os esquerdistas.»

      Eu apostaria mais na industrialização...

      «Não são os jovens que pagam as reformas actuais ou futuras, é o dinheiro que vem de fora através de empréstimos contraídos e que aumentam a dívida pública.»

      Pois não. Mas no actual esquema Ponzi que é de facto, o Estado Social, a lógica do sistema está montada de forma a fazer com que sejam os jovens trabalhadores a sustentar as reformas dos aposentados e por sua vez, quando os jovens de hoje se reformarem, seriam os jovens do futuro a continuar o ciclo. Obviamente que não é preciso ser-se muito inteligente para se perceber que este esquema muito ao estilo do da Dona Branca, é algo que mais tarde, ou mais cedo vai entrar em ruptura total, a não ser que haja um milagre muito rápido e se consiga inverter por completo a actual taxa de fecundidade.

      Eliminar
  4. "Eu apostaria mais na industrialização..."

    Caro JJHN

    A industrialização contribuiu para o desenvolvimento natural das sociedades mas os seus principais beneficiários, os operários mantendo-se apenas como operários não enriqueceram, apenas tiveram um desenvolvimento considerado normal, já os futebolistas em pouco mais de 15 anos de actividade, enriquecem facilmente e ganham muito mais do qualquer operário ganharia em 40 ou mesmo 50 anos de trabalho.

    A rotação dos futebolistas é rápida, ainda há pessoas que viram jogar Eusébio e Pelé e hoje vêem Cristiano Ronaldo e Messi, sendo que estes se fossem operários nunca seriam sequer conhecidos quanto mais terem um nível de vida que têm.

    O futebol cria ricos ou endinheirados muito rapidamente, ou seja, torna-se mais difícil pensarem em esquerdices do que realmente a fazerem render o dinheiro e aproveitar os benefícios do dinheiro.



    "é algo que mais tarde, ou mais cedo vai entrar em ruptura total, a não ser que haja um milagre muito rápido e se consiga inverter por completo a actual taxa de fecundidade."

    Nem com a inversão da taxa de fecundidade, pois estes ainda teriam de trabalhar e descontar.
    A implosão é simplesmente inevitável, por isso, eu defendo que a abolição dos descontos é uma das reformas estruturais fundamentais.

    Falta quem tenha vontade política para implementar isto, caso contrário, lá teremos de esperar por ajustamentos futuros até ao inevitável fim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Estado Social é realmente um bico de obra daqueles bem grandes...

      Eliminar
  5. GRANDE JOÃO JOSÉ HORTA NOBRE !
    Não faço a mínima ideia do que diria Freud, mas foi por desculpar tudo e amparar os pseudo-traumas que as pessoas preferiram andar a gritar por quem dá chutos nas bolas do que se preocuparem com quem nos desgraçou o país...
    Senti-me ainda mais envergonhada pela histeria resultante de uma coisa tão fútil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Helena BC

      Quem nos desgraçou foram os eleitores que volta e meia votam à esquerda.

      Eliminar
    2. Entendo o seu raciocínio, caríssimo, mas não é bem assim, a não ser que entenda por ideal de perfeição desGovernos do psd cds...a chamada direitinha alinhada com a Nova Ordem Mundial.
      Ora o eleitorado, no meu entender, tem votado sempre mal, seja à esquerda seja à direitinha, mas há outras alternativas em Portugal ?
      O sistema partidário está bem defendido, não há meios para que novos partidos possam vingara não ser que tenham a cartilha marxista. A mensagem não passa, não há convites para programas de tv, só o estritamente obrigatório, acusam a torto e a direito mas não dão as mesmas regalias que a outros. Culpar o eleitorado sim mas só na medida que ainda não partiram a AR toda e não deixaram ninguém de pé para contar tretas.
      Nenhum partido devia receber subvenções estatais ! Mas não é isso que acontece, recebem milhões do nosso dinheiro, os mesmos claro, mesmo que não gostemos deles.
      Vejamos então outros casos que não partidos, já que pode ser discutível se é saudável ou não haver partidos.

      Há pessoas, quer pela sua conduta quer pela verdade dos factos que teimam em transmitir ao tal eleitorado para que este fique um pouco mais esperto, são sistematicamente abafadas, ou não ??
      Volto a dizer a culpa do eleitorado, que somos todos, é não partir aquilo tudo de modo a mudar RADICALMENTE, as regras da jogatana dos abrileiros.

      Eliminar
    3. «GRANDE JOÃO JOSÉ HORTA NOBRE !
      Não faço a mínima ideia do que diria Freud, mas foi por desculpar tudo e amparar os pseudo-traumas que as pessoas preferiram andar a gritar por quem dá chutos nas bolas do que se preocuparem com quem nos desgraçou o país...
      Senti-me ainda mais envergonhada pela histeria resultante de uma coisa tão fútil.»

      Obrigado Helena. A forma como o actual regime está a usar o futebol para fins de propaganda, é a velha estratégia do "pão e circo"...

      Eliminar
    4. «Volto a dizer a culpa do eleitorado, que somos todos, é não partir aquilo tudo de modo a mudar RADICALMENTE, as regras da jogatana dos abrileiros.»

      E como é que a Helena pretende "partir aquilo tudo"?

      Eliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Eia pois é! Apesar de eu ter aplaudido o resultado.. também eu fiquei a pensar nisso :\

    Deem-nos "pão e jogos circenses" «https://pt.wikipedia.org/wiki/Panem_et_circenses»
    Cassim "esquecemos dos problemas :)

    ResponderEliminar
  8. "pão e jogos circenses" «https://pt.wikipedia.org/wiki/Panem_et_circenses»

    ResponderEliminar
  9. Um pouco off topic, após o final do jogo os primeiros directos de paris da sic noticias era da fan zone junto da torre Eiffel, passado meia hora ou 1 hora passam um directo para a zona de champ elysees onde se assistia a vandalismo de pessoas de cor embergando bandeiras da Algéria, comentário do lornalista da sic notícias, vergonha estes jovens da extrema direita que só sabem vandalizar.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...