quinta-feira, 14 de julho de 2016

Ou Nós Damos Conta Das Ideologias Semitas, ou as Ideologias Semitas Acabam Com a Europa


Um muçulmano ameaça decapitar um alemão, em plena via pública.


O problema não é só com o Islão e o Islamismo. Na verdade, o problema circula em torno das ideologias semitas que dão pelo nome de Judaísmo, Cristianismo e Islão e que por via de muita lavagem cerebral e mentira compulsiva, se instalaram na Europa onde já andam a parasitar em terra alheia há demasiado tempo. 

Muitos dos problemas de que a Europa hoje padece têm como raíz as rivalidades entre as religiões abrmicas, ou seja, as ideologias/religiões semitas nascidas no Médio Oriente e em má hora importadas por uma cáfila de traidores para dentro da Europa. O Vaticano e as suas congéneres protestantes já nem se preocupam em esconder ao que vêm e lançam todos os dias as maiores difamações, mentiras e ataques contra as nações e os movimentos nacionalistas. Dos judeus pouco ou nada se espera, pois como povo tribal que são, mantêm-se silenciosos e recusam-se maioritariamente a denunciar as patifarias cometidas pela elite judaica. Quantos aos muçulmanos, esses e apesar de tudo ainda são os mais decentes de todos, porque ao menos admitem aberta e frontalmente que nos querem cortar o pescoço, uma demonstração de honestidade que eu muito admiro. 

Entretanto, as vítimas de toda esta loucura semita são os europeus que estando na sua casa, se viram invadidos por estas seitas doentias nascidas nas terras das Mil e Uma Noites e que como é mais do que óbvio, nada têm a ver com as características naturais dos povos europeus. A situação está a chegar a um ponto tal, que não deixa margens para dúvidas: Ou nós damos conta das ideologias semitas, ou as ideologias semitas acabam com a Europa. 

João José Horta Nobre
14 de Julho de 2016

24 comentários:

  1. matar, matar, matar ... o que é que a europa ainda não percebeu ????

    ResponderEliminar
  2. Ataque terrorista em Nice feito por semita ao volante de camião:

    http://observador.pt/2016/07/14/nice-camiao-atira-se-para-cima-de-esplanada-possivel-atentado/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá virão os palhaços e traidores do costume jurar a pés juntos que não tem nada a ver com o islão.

      Eliminar
    2. mas nao tem , isso tudo tem a ver com as guerras no medio oriente em beneficio de israel .
      Quem criou as condiçoes para o isis existir foi o loby judaico-israelense .


      A desestabelizaçao no iraque e arredores é algo planejado pelos judeus desde os inicio dos anos 80
      http://irishsavant.blogspot.ie/2014/12/a-simple-answer.htm


      A propria midia israelense se gabou de que foram acessores judeus de bush os responsaveis pela mentira das armas quimicas e consequente agressao e desestabilizado do iraque
      http://www.haaretz.com/news/features/white-man-s-burden-1.14110

      http://www.ipsnews.net/2004/03/iraq-war-launched-to-protect-israel-bush-adviser/

      É fato conhecido que al qaeda participou nas primaveras arabes recebendo ajuda do governo CONTROLADO americano .

      É fato conhecido que o tal ISIS recebeu armamentos americano e ajuda medica israelense.
      http://m.huffpost.com/us/entry/3438625


      " Israel fornece ajudar militar e medica para rebeldes sirios denuncia comissariado da ONU ! Comissarios da ONU denunciaram que durante o ultimo 18 meses o governo de israel atraves de seus militares tem fornecido ajuda medica e militar para os rebeldes sirios .De acordo com os inspectores , os encontros entre militares isralenses e rebeldes sirios são frequentes e ocorrem nas golinas de golã !"
      http://www.presstv.ir/detail/2014/12/07/389114/un-report-reveals-israeltakfiri-links/

      Eliminar
  3. joão nobre ,qual é o total de visualizaçoes unicas que seu blog recebe diariamente ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende, neste momento anda na ordem das 500 a 600 visualizações por dia. Mas tenho dias em que chego a ter 1000 visitas diárias ou até mais do que isso.

      Eliminar
    2. Os muçulmanos não são integráveis na sociedade ocidental com os valores básicos de liberdade e tolerância que a definem.
      Trabalhei com eles mais de 10 anos ...
      São uma comunidade fechada, que só casam entre eles ...
      Se casam com alguém de fora, esse alguém, terá que seguir obrigatoriamente os seus princípios religiosos à risca, sob pena desse casal ( mesmo o muçulmano ) ser de imediato excluído e ostracisado da comunidade ...
      E eles não brincam em serviço, fazem-no mesmo, sem dó nem piedade, nem excepções de ninguém ...
      Como têm muitos filhos e se continuarmos a permitir a sua entrada sem controle na Europa em pouco tempo eles serão a maioria da população ...
      Nesse momento a lei oficial na Europa será a lei da Sharia ...
      Estaremos dispostos a permitir e a tolerar isso ???
      Se não !!!
      Só há uma solução ...
      Controle de entradas e fechar as fronteiras ...
      Já !!!
      E despachar à origem todos os ilegais ...
      Se o não fizerem ...
      Depois será tarde de mais ...

      Eliminar
    3. Agradecido pela resposta!

      Creio que ,mesmo sem atualizações diarias,seu blogue seja o site numero 1 no meio nacionalista .

      Eliminar


  4. "O problema não é só com o Islão e o Islamismo. Na verdade, o problema circula em torno das ideologias semitas que dão pelo nome de Judaísmo, Cristianismo e Islão"

    Caro JJHN


    Não vale a pena tentar misturar a tradição jucaica-cristã europeia com o islamismo, só se engana a si próprio.
    Mas o verdadeiro problema nem são as religiões, é a esquerda.

    A melhor maneira de combater a esquerda e expulsar os imigrantes, muitos deles ilegais ou pseudo-refugiados é a implementação de reformas estruturais que irão contribuir para o desmantelamento das bases de sustentação da esquerda.

    Aí vai a lista actualizada:


    Abolição do salário mínimo
    Liberalização dos despedimentos
    Abolição dos descontos
    Pagamento do verdadeiro custo da água e energia pelo utilizador
    Pagamento do verdadeiro custo de educação e saúde pelo utilizador
    Liberalização (facilitação, desregulamentação) do acesso às profissões liberais
    Liberalização das rendas
    Sujeição a IRC a todas as pessoas colectivas
    Simplificação do IRS com sujeição individual, taxa única, sem deduções e abatimentos
    Taxa única no Iva
    Desmantelar o sistema escolar com o e-learning
    Varrer a função pública
    Extinção das juntas de freguesia
    Redução do número de deputados
    ...
    ...
    ...

    ...


    "O Vaticano e as suas congéneres protestantes já nem se preocupam em esconder ao que vêm e lançam todos os dias as maiores difamações, mentiras e ataques contra as nações e os movimentos nacionalistas."

    É essencial não confundir o nacionalismo com o patriotismo.

    O Vaticano tem memória, os nacionalismos, desde o século XIX, contribuiram para a Grande Guerra e posteriormente para a 2ª Guerra, talvez por isso, hoje em dia, não há nenhum movimento nacionalista significativo na Europa, é algo mediático apenas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Não vale a pena tentar misturar a tradição jucaica-cristã europeia com o islamismo, só se engana a si próprio.»

      Porquê? Acaso ambas não são obra de semitas?

      Eliminar
    2. «É essencial não confundir o nacionalismo com o patriotismo.»

      Qual é a diferença entre Nacionalismo e Patriotismo?

      Eliminar
    3. «O Vaticano tem memória, os nacionalismos, desde o século XIX, contribuiram para a Grande Guerra e posteriormente para a 2ª Guerra, talvez por isso, hoje em dia, não há nenhum movimento nacionalista significativo na Europa, é algo mediático apenas.»

      O Vaticano é controlado pelos inimigos dos povos europeus. Não foi o Nacionalismo que provocou essas guerras de que fala, mas sim a Superclasse Mundialista.

      Eliminar
    4. Caro JJHN

      Como bem sabe, a tradição judaica-cristã europeia tem raízes com 2000 mil anos de existência, expandiu-se pelo Império Romano e para lá deste pelos Bárbaros espalhando-se por toda a Europa. É o verdadeiro factor comum dos povos europeus. O Islamismo na Europa é zero, não tem tradição, não se adequa aos valores de liberdade, cultura e sociedade ocidental.

      O Patriotismo é o sentimento de dever com a Pátria, ou antes de haverem países propriamente ditos, com a comunidade.

      O Nacionalismo, foi constituído como ideologia, tinha finalidades políticas, contribuiu para a consolidação de poder de Napoleão, desenvolveu-se bastante na Europa no século XIX e contribuiu para a Grande Guerra e posterior 2ª Guerra. Hoje em dia não tem grande expressão a não ser mediática e talvez só em França com a Frente Nacional onde obtem votos para serem um partido parlamentar relevante.

      Está descansado que o Vaticano é controlado pelas Alto Clero católico: Papa, bispos e cardeais.
      Como todos sabem, o Clero praticamente perdeu todo poder ao longo dos séculos e hoje não tem relevância ao nível do poder, apenas detendo influência moral.

      Há vários séculos, a palavra do Papa era uma ordem, hoje não tem nenhum verdadeiro poder a não ser a nível moral precisamente devido às fortes raízes cristãs do Ocidente.

      Eliminar
    5. «Como bem sabe, a tradição judaica-cristã europeia tem raízes com 2000 mil anos de existência, expandiu-se pelo Império Romano e para lá deste pelos Bárbaros espalhando-se por toda a Europa. É o verdadeiro factor comum dos povos europeus.»

      Caro Arquivista, não me leve a mal por lhe dizer isto, mas eu muito sinceramente não quero saber das religiões semitas para nada. Tanto sou capaz de queimar um Alcorão, como uma Bíblia ou um Talmude, porque isso para mim é lixo semita, inventado por semitas, com intuito único de lavar cérebros e enganar ingénuos.

      «O Nacionalismo, foi constituído como ideologia, tinha finalidades políticas, contribuiu para a consolidação de poder de Napoleão, desenvolveu-se bastante na Europa no século XIX e contribuiu para a Grande Guerra e posterior 2ª Guerra.»

      O Nacionalismo é apenas a vertente política do Patriotismo. Mais nada. O Patriotismo é um sentimento. O Nacionalismo já é algo mais evoluído, ou seja, trata-se do Patriotismo organizado ideológica e politicamente.

      «Como todos sabem, o Clero praticamente perdeu todo poder ao longo dos séculos e hoje não tem relevância ao nível do poder, apenas detendo influência moral.»

      Isso é o que basta para que os filo-semitas do Vaticano possam provocar muitos danos...

      Eliminar
  5. Anônimo X

    A maçonaria aceita todas as religiões, portanto, é um problema do paradoxo judaico.

    Em 2007 Muamar Kadafi foi recebido como chefe de estado pelo judeu Sarkozy.

    Em 2012 o primeiro país a bombardear a Líbia foi a França.

    Vai entender essa gente.

    ResponderEliminar
  6. «Quantos aos muçulmanos, esses e apesar de tudo ainda são os mais decentes de todos, porque ao menos admitem aberta e frontalmente que nos querem cortar o pescoço, uma demonstração de honestidade que eu muito admiro.»

    Eu até percebo o que o caro JJHN quer dizer, mas isto é um bocado como afirmar "eu gosto muito de cães, porque eles são animais corajosos." É fácil admirar a coragem e a honestidade... mas é urgente reconhecer a inteligência de quem age de outra forma.

    Julgo que um dos grandes problemas do nacionalismo contemporâneo é o apego a valores como a honra, a lealdade, o compromisso, etc. Isso só faz sentido em tempo de paz e para com a nossa gente. Não faz qualquer sentido contra os iminvasores e os seus aliados! Eles jogam sujo e estão a vencer-nos precisamente por jogarem sujo. E nós temos de jogar ainda mais sujo se quisermos dar a volta à situação! Caso contrário, perderemos a guerra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah sim, caro Afonso, basta ver como essa cambada de bestas passa a vida a falar de "racismo" e "democracia", mas eles é que são os maiores racistas e anti-democratas na face da Terra. O jogo sujo que essa gente pratica ficou bem patente no recente referendo ao Brexit, onde se viu bem como os canalhas manipulam a comunicação social a seu belo prazer, de forma a manipular a opinião pública. O que vale para nós é que cada vez menos gente acredita nas mentiras lançadas pelos mainstream media.

      Eliminar
  7. Sim,pelo menos devia usar aspas quando diz admirar os tais islamicos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Ricardo Amaral, diga-me lá onde é que eu escrevi que "admiro" os islâmicos?

      A única coisa que eu disse foi que eles são mais decentes do que muitos judeus e cristãos, porque pelo menos não são tão hipócritas. Mas eu nunca disse que "admirava" os islâmicos.

      Eliminar
    2. Em qual "rebanho" não existe hipócritas?

      Eliminar
    3. Bom,pelo menos disse admirar sua honestidade,o que vai dar quase ao mesmo,e não é que não perceba seu ponto de vista mas as palavras têm sempre grande importância(ou a forma como são organizadas em frases)como deve saber.

      Eliminar
    4. «Bom,pelo menos disse admirar sua honestidade,o que vai dar quase ao mesmo»

      Não vai dar ao mesmo não e basta ler o que eu já escrevi sobre esses semitas para perceber que não tenho nenhuma admiração pela cultura dessa gente.

      Eu admiro a honestidade, venha ela de onde vier e quando um mouro diz que me quer cortar o pescoço, admiro isso mais do que o comportamento de um qualquer filho da puta que pela frente faz de conta que é amigo e depois anda a dar facadas pelas costas.

      Eliminar
  8. Em qual " rebanho " não existe hipócritas?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...