sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Isto é a Europa da Diversidade Vibrante



 
Alguém acha que situações como esta iriam ocorrer na Europa, se as elites cosmopolitas não tivessem aberto as portas das nossas Pátrias, a gente claramente inferior do ponto de vista cultural e civilizacional? 

E alguém acha ainda que isto é uma situação sustentável? Alguém acha que podemos continuar nisto durante muito mais tempo? Um dia é um livro que não pode ser publicado porque "ofende" os seguidores do profeta pedófilo. Outro dia é um ataque terrorista num sítio qualquer. Depois, a somar-se a isto tudo, são os estupros e a criminalidade praticada por estes animais a nível diário

Isto vai acabar muito mal, vai, vai, podem ter a certeza disso. Vai acabar com "rios de sangue" literalmente a escorrerem pelas ruas das grandes capitais europeias, tal como Enoch Powell previu em 1968. Só espero é que quando a "festa" a sério começar, depois não se esqueçam de ajustar as contas com os verdadeiros responsáveis por isto tudo, que são exactamente as elites cosmopolitas. Esta gente deve ser toda levada a julgamento num tribunal especial criado para o efeito, tal como se fez com os nazis em Nuremberga.

João José Horta Nobre
 5 de Agosto de 2016


9 comentários:

  1. Europa não acordes.

    ResponderEliminar
  2. Não é de admirar que a extrema direita cada vez mais ganhe adeptos, o mal foi lhes ter dado liberdade a mais aos muçulmanos para imporem os seus costumes, ou se integravam na sociedade francesa como os outros cidadãos ou eram expulsos de imediato, nunca se tinha chegado ao estado em que nos encontramos hoje. É inadmissivel na europa os muçulmanos imporem a sua maneira de ser, são eles que precisam dos europeus e não o contrário. Os politicos têm que respeitar os seus povos e não deixarem que outros povos nos venham impor a sua maneira de viver e as sua crenças, devemo-nos respeitar uns aos outros, mas tem de haver regras e a principal é em nossa casa mandamos nós.

    ResponderEliminar
  3. CARO João José Horta Nobre

    ENCONTRARAM UM DEPÓSITO DE ARMAS EM DUSSELDORF ......... DEVEM SER ARMAS DE BRINQUEDO !!!!!
    EU OS ESPERO AQUI NA FIGUEIR ADA FOZ.
    ABRAÇOS.

    RAMIRO LOPES ANDRADE

    ------------------------------------------
    http://ramirolopesandrade.blogspot.pt/2016/07/encontrado-arsenal-de-guerra-com.html

    ENCONTRADO ARSENAL DE GUERRA COM METRALHADORAS AK 47 E LANÇA GRANADAS ( ROCKETS ), PERTO DE UMA MESQUITA EM Nordrhein-Westfalen, PRÓXIMO DE Dusseldorf / Alemanha ................. PARIS - BÉLGICA - ALEMANHA, DE QUE ESTÃO A ESPERA PARA EXPULSAREM TODOS OS MULÇUMANOS DA EUROPA ???? MILHARES DE MORTOS NUM ATAQUE SUICIDA Á FÁTIMA ???? ACORDEM QUE JÁ É TARDE DE MAIS, PASSAREMOS POR MAIS UMA GUERRA NA EUROPA, INFELIZMENTE.

    ResponderEliminar
  4. O princípio central da etnia e raça no fascismo não existe no Islam, universalista e multi-racial, mesmo que a religião pode fazer bandeira anti-branco de escritório.
    A visão da economia, o fascismo eo Islã não têm nada para fazer, exceto, talvez, a hostilidade ao empréstimo com juros. Islam aprecia a escravidão e exploração das minorias; O fascismo nega a presença dessas pessoas em solo do país e promove o trabalho das pessoas.
    concebe o fascismo do Estado como o coração das coisas. É uma visão perto de nacionalismo, que projeta a nação como o coração de coisas - que em última análise, dá um lugar central para o estado nacionalista. Islam não conhece princípio semelhante.
    A hostilidade contra os judeus - que não existia na Itália fascista também, mas sabia que a Alemanha nazista e sabia que outros movimentos fascistas, a partir de França para a Roménia - embora comum, tem origens muito diferentes . nacionalismo judeu rejeita como corpo racialmente estrangeira, a corrupção semeadura, decadência e destruição. No Islã, ao contrário, o judeu é odiado como representante do mundo ocidental teria tomado posse da Palestina. Quando o Magrebe odeia os judeus, ele odeia como um estranho branco e particularmente sorrateira .
    A rejeição da "democracia representativa" - o regime que hoje permite que o genocídio da raça branca - é comum ao fascismo e ao Islã. Mas, na verdade, é comum a regimes absolutamente todos os políticos que não são "democracia representativa". Apologistas da "democracia real" para os maoístas ferozes rejeitar todos os "democracia representativa".
    Historicamente, após a guerra, pode-se encontrar um número de ex-nazistas no Egito. A menos que eles são apoiados nacionalismo árabe secular de Nasser; que estava neste país mais feroz inimigo da Irmandade Muçulmana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «O princípio central da etnia e raça no fascismo»

      Isso depende do "Fascismo" de que estiver a falar. O Fascismo Italiano, por exemplo, foi só mais por influência da Alemanha Nazi é que começou a dar mais atenção às questões ligadas à "raça".

      Eliminar
    2. Porque usa aspas na palavra raça , não acreditas que raças existam?

      Eliminar
    3. Porque prefiro o termo "etnia". É mais completo e actual.

      Eliminar
  5. E esta dos tomates proibidos por serem cristãos:
    https://noticias.gospelprime.com.br/grupo-islamico-proibe-tomates-porque-eles-sao-cristaos/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é apenas mais um bom exemplo da loucura a que as religiões semitas podem conduzir as pessoas...

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...