quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Estamos em Vésperas de Uma Grande Revolução Nacional no Ocidente



As elites que estão actualmente no poder, estão a descarrilar em toda a linha. Sobre a Merkel até já se diz por aí que sofre de problemas mentais. Esta gente não está bem da cabeça, é mais do que óbvio, a elite reinante que temos no Ocidente já perdeu por completo a noção da realidade e está a ir rumo ao seu próprio fim, sem ter a mínima noção desse facto.

Estamos em vésperas de uma grande Revolução Nacional no Ocidente, uma Revolução que muito possivelmente poderá até ser uma repetição do que se passou em 1789, quando o povo francês humilhado e pisado até ao limite por uma elite corrupta que vivia na maior opulência às custas do povo, se revoltou e decidiu colocar um fim definitivo a tanto abuso. Sim, houve guilhotinas, terror e muito abuso pelo meio, mas o que esperavam? Digam-me lá os indignados da direita católica que ainda se sentem chocados com a brutalidade do Terror? O que é que esperavam que o povo francês fizesse às elites, depois de essas mesmas elites terem levado o povo ao desespero e ao limite da sua paciência? Acaso a elite francesa que se banhava nos luxos escandalosos de Versailles, queria que o povo lhe oferecesse florzinhas e caixinhas de chocolates?!? 

Pois eu digo-vos e digo-vos curto e grosso: o que uma elite como aquela que foi derrubada em 1789, deve e merece receber em todas as épocas e circunstâncias, é exactamente a guilhotina, a corda ou a bala (pegar-lhes pelos cabelos e afogá-los num rio qualquer também serve)! As nações, tal como os canos de esgoto, ocasionalmente também precisam de ser "desentupidas" quando se acumula merda a mais. Entretanto, cheira-me que a próxima grande "limpeza" do "cano de esgoto" já não deve de estar muito longe de chegar e olhem que candidatos a "canalizadores" não faltam...
 
João José Horta Nobre
30 de Novembro de 2016

11 comentários:

  1. "As nações, tal como os canos de esgoto, ocasionalmente também precisam de ser "desentupidas" quando se acumula merda a mais."

    Caro JJHN


    A merda precisa de ser identificada: é o esquerdismo da sociedade, o Welfare State, a manutenção de privilégios corporativistas, é a dívida pública e a dívida externa galopantes, a falta de investimento produtivo privado, a diminuição da produtividade, a ausência de criação de riqueza.

    Ora isto combate-se com a implementação rápida de reformas estruturais que além de desmantelar as bases de sustentação da esquerda, irão promover a criação de riqueza e a melhoria ambiental.

    Eis a lista actualizada:

    Abolição do salário mínimo
    Liberalização dos despedimentos
    Abolição dos descontos
    Pagamento do verdadeiro custo da água e energia pelo utilizador
    Pagamento do verdadeiro custo de educação e saúde pelo utilizador
    Liberalização (facilitação, desregulamentação) do acesso às profissões liberais
    Liberalização das rendas
    Sujeição a IRC a todas as pessoas colectivas
    Simplificação do IRS com sujeição individual, taxa única, sem deduções e abatimentos
    Taxa única no Iva
    Desmantelar o sistema escolar com o e-learning
    Varrer a função pública
    Extinção das juntas de freguesia
    Redução do número de deputados
    ...
    ...
    ...

    ...

    ResponderEliminar
  2. Curiosamente a revolução de 1789 abriu as portas a outros despotismos(em especial o marxismo-leninismo)acabando na insanidade actual.Outro interessante website (encontrei faz cinco minutos) https://experimentoaschoccidental.wordpress.com/2016/04/11/marxismo-cultural-o-liberalismo-cultural/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A direita católica é que odeia mais a revolução de 1789. Lá está, teve coisas boas e coisas más. Eu estou em crer que foi um acontecimento inevitável, tendo em conta a situação económico-social da França na época.

      Eliminar
  3. Mais um refugiadista http://www.otempo.com.br/capa/mundo/refugiado-da-som%C3%A1lia-%C3%A9-suspeito-de-ataque-%C3%A0-universidade-de-ohio-1.1405075

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://visaopanoramica.net/2015/01/11/os-terroristas-islamicos-e-o-apoio-silencioso-da-esquerda/

      Eliminar
    2. http://visaopanoramica.net/2015/01/11/os-terroristas-islamicos-e-o-apoio-silencioso-da-esquerda/

      Eliminar
    3. http://visaopanoramica.net/2015/01/11/os-terroristas-islamicos-e-o-apoio-silencioso-da-esquerda/

      Eliminar
  4. «Sobre a Merkel até já se diz por aí que sofre de problemas mentais. Esta gente não está bem da cabeça, é mais do que óbvio, a elite reinante que temos no Ocidente já perdeu por completo a noção da realidade e está a ir rumo ao seu próprio fim, sem ter a mínima noção desse facto.»

    Bem, a porca da Mer(d)kel deve ser paga. Mesmo sendo uma ex-Stasi, duvido muito que acredite mesmo que a imigração massiva vai salvar a Europa. Ela é uma grande porca, não uma grande burra!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ando a preparar um artigo sobre a Merkel há algum tempo. Penso que o Afonso vai gostar quando o ver. É daquelas coisas que levanta questões muito pertinentes...

      Eliminar
    2. Afonso, NUINGUÉM acredita que a imigração massiva de muçulmanos e negros vai salvar coisa nenhuma.
      A retórica é utilizada para disfarçar os verdadeiros motivos.
      Todos percebem, apesar do bloqueio informativo, dos problemas gravíssimos para a segurança interna dos países de acolhimento e do peso para os sistemas de apoio social.
      Para lá das nuvens negras que pairam sobre as gerações futuras e a independência nacional.
      É um crime de lesa pátria que só passa com a desinformação e a manipulação de uma imprensa corrupta e manietada pelo esquerdismo sociopata.

      Eliminar
    3. Nao acredite que este "afonso" acredita que a merkel seja honesta quando se refere a invasao . Esse sujeito é um falsario(provavelmente de origem judia) ja desmascarado por outros nacionalistas .

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...