sábado, 12 de novembro de 2016

Goodbye Murderer!



Um dos melhores exemplos de como os mainstream media têm o poder de manipular a cabeça de muito boa gente a seu belo prazer, é o mito doentio que se criou ao longo dos últimos oito anos em torno do assassino de mulheres e crianças que actualmente ocupa a Casa Branca. Oito anos de presidência Obama, redundaram na transformação da Líbia num Estado falhado, com dezenas de milhares de mortes pelo meio e numa guerra civil na Síria, desde o início apoiada e até mesmo provocada por Obama e a corja mafiosa que o rodeia. Não bastando tudo isto, o psicopata ainda teve tempo para criar a confusão que continua até hoje na Ucrânia.

Onde quer que a política externa de Obama tenha tocado, o resultado foi quase sempre morte, guerra civil e destruição. A consequência directa desta loucura toda foi a actual crise de refugiados que nos assola hoje na Europa e a destruição de dois países que eram até há bem poucos anos nações relativamente estáveis. Quanto à Ucrânia, sem ter feito nada para o merecer, foi mergulhada numa profunda crise devido ao custo da guerra contra a Rússia que a mesma jamais conseguirá vencer e que foi totalmente provocada pelos Estados Unidos e a União Europeia, que muito inteligentemente souberem aproveitar-se de ódios antigos. Tudo isto, toda esta "esplendorosa" obra, foi realizada por um mulato que diziam que iria ser o "salvador" não sei do quê e que só por ser mulato recebeu um Prémio Nobel da Paz mal se tornou Presidente.[1]

Sejamos claros, curtos e grossos: Obama é um assassino de inocentes e é como um assassino de inocentes que ele merece ser recordado. Espero que o próximo Presidente da terra do Tio Sam saiba fazer justiça e que não se demore a criar as condições legais para que tanto Obama, como a igualmente assassina e corrupta Hillary Clinton possam ser todos enfiados atrás das grades de uma vez por todas. 

Goodbye Murderer!

________________________________________

Notas:
[1] - Num Mundo em que se diz que a "raça" já não importa, os corifeus do politicamente correcto foram bem rápidos a atribuir um prémio Nobel a um tipo cujo único feito foi o de ter mais melanina na pele que os seus antecessores. 

João José Horta Nobre
12 de Novembro de 2016

4 comentários:

  1. O mais revoltante é que este animal foi galardoado com um Prémio Nobel apeans por ser 1/2 preto! Um criminoso genocida e um lacaio da superclasse mundialista ficará na história como um herói da paz!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ser que o Trump ainda o enfie na prisão a ainda arranje maneira de mandar a Clinton para a cadeira eléctrica...

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...