sábado, 17 de dezembro de 2016

Na Morte de Fidel Castro o Parlamento Português Decidiu Mostrar ao Mundo o Lixo de Que é Feito

Fuzilamento de opositores políticos em Cuba pelo regime comunista. Proponho vivamente que a legislação portuguesa seja alterada não só para se ilegalizar activamente o Comunismo, mas no sentido de também se passar a aplicar a morte por fuzilamento a todos os marxistas, trotskistas, maoístas, estalinistas e restantes "istas" do raio que os parta.


Só volto a tocar neste assunto porque li ontem com gosto um artigo do Tenente-Coronel João José Brandão Ferreira sobre o recente falecimento de Fidel Castro, cuja leitura recomendo vivamente pela boa síntese que se faz no texto sobre a pouca-vergonha que foi a atitude da classe política portuguesa em geral, a propósito da morte de "El Comandante":

«A TRISTE FIGURA PORTUGUESA NO PASSAMENTO DO BARBUDO FIDEL»


Verdade seja dita, ter visto os supostos representantes do meu País a aprovarem dois votos de pesar por um merdas do calibre de Fidel Castro, no fundo, não foi coisa que me surpreendesse assim tanto, pois não é de esperar outra coisa do tipo de gente ordinária que hoje se senta no parlamento com as tripas sempre bem abastecidas de refeições gourmet pagas pelo contribuinte comum. Na prática, o parlamento decidiu apenas mostrar ao Mundo e a todas as vítimas do Comunismo, o lixo de que é feito. A cambada que aprovou esta vergonha só merecia mesmo era ser enfiada num campo de trabalhos forçados ao estilo cubano, com rações alimentares iguais àquelas a que o povo cubano tem direito. Talvez se fizessem isto podia ser que os deputados que andaram a babar-se por Fidel Castro, ficassem a conhecer na própria pele o que é e em que consiste na prática a "Revolução Cubana".

A esquerda portuguesa que não se esqueça de que não vai estar no poder para todo o sempre e quando a situação política mudar e podem ter a certeza de que ela um dia vai mudar, irão "rolar" muitas cabeças vermelhas. É que vocês até podem conter a avalanche nacionalista durante algum tempo, mas não nos vão conseguir conter para sempre e vocês sabem disso. Um dia, talvez já nem tão longe quanto isso, todo o rol de mentiras e aldrabices que andam há 42 anos a papaguear ao povo, acabará por cair por terra e não haverá nada nem ninguém que vos salve das garras da nossa justiça. Nessa altura, o melhor é implorarem ao Papa por clemência, porque da nossa parte não a encontrarão de certeza absoluta.


Che Guevara após ter sofrido um "acidente de trabalho" na Bolívia. Como se pode ver na imagem, para este comunista não houve clemência.


João José Horta Nobre
17 de Dezembro de 2016

6 comentários:

  1. A foto do Guevara morto em acidente de trabalho, todos a podemos ver. Do Fidel morto? ninguém a viu, será que ressuscitou? Parece ser um mistério de fé da religião da marreta e foicinha SARL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quem sabe se o Fidel ainda está vivo e a rir-se disto tudo. É que realmente também achei muito estranho não se ver uma fotografia sequer do gajo morto.

      Até o Hugo Chávez vimos em estado cadáver, mas do Fidel Castro não se sabe nada. Dizem que morreu e foi cremado, mas lá está, a palavra de um comunista para mim não vale sequer o papel em que está escrita...

      Eliminar
  2. http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/12/luis-miguel-fernandes-crespo-aka.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL! Estou a ver que ele não consegue resistir a vir para cá aliviar-se!

      Eliminar
    2. Ele bem tenta deixar o lixo dele por aqui e eu em troca removo-o e aproveito para informar os leitores deste blog em relação a essa grande personalidade blogosférica.

      Eliminar
  3. PELO ASPECTO VEMOS QUE ELE ENGOLIU TODA A BABOSEIRA MESSIANICA GOLPISTA GULAGUICO GENOCIDAE

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...