segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

A Judiaria Internacional Está a Tentar Provocar Uma "Revolução Colorida" Contra o Presidente Trump







O frenesim mediático que por aí segue contra o Presidente Trump, é claramente uma tentativa concertada da judiaria internacional para derrubar o mesmo. Isto, na metodologia e na linguagem, é exactamente o mesmo que vimos nos últimos anos um pouco por toda a Europa de Leste e na famosa "Primavera Árabe". O judeu internacional, ou seja, as elites judaicas sem Pátria e detentoras de um avassalador Império mundial ao nível da alta finança e dos media, estão a tentar destruir Trump, pois já perceberam o perigo que o mesmo potencialmente representa para a sua hegemonia global.

Que ninguém se iluda, o judeu internacional, sempre astuto como uma ratazana, consegue "cheirar" o perigo a larga distância e por isso mesmo tem atacado visceralmente Donald Trump, desde que este se decidiu candidatar à Presidência dos Estados Unidos. O ódio sem limites que impele esta gente, deve-se essencialmente ao facto de perceberem que Trump pode, se não destruí-los, pelo menos provocar graves danos ao seu programa para erguer um governo mundial totalitário. 

É preciso que isto seja enfatizado: o objectivo Nº1 da judiaria internacional e internacionalista organizada, é a construção de um governo mundial totalitário, por intermédio dos seus sabujos da Superclasse Mundialista. Por este mesmo motivo, qualquer político que deseje proteger as fronteiras do seu País e defender o seu povo, constitui automaticamente um inimigo a abater para esta gente, que nunca teve o mais pequeno escrúpulo ou se pautou por qualquer regra de decência. 

É por isso chegado o momento de Trump começar a meter a corda à volta do pescoço desta canalha e deve começar sem demoras a fazer isto, a responder a este terrorismo judaico organizado, colocando já fora de combate o bilionário psicopata que dá pelo nome de George Soros. Trump deve encontrar-se com Putin e devem ambos concertar o mais rapidamente possível uma estratégia para começar cirurgicamente a "caçar" e a eliminar os líderes da conspiração mundialista que está em marcha há séculos. Ambos estes líderes, com certeza que devem de ter a noção que a sua sobrevivência política depende disto. Depende da eliminação total das elites judaicas que estão envolvidas naquilo que poderá muito bem ser a mais maquiavélica conspiração da história da Humanidade. 

George Soros anda a arranjar problemas há tempo a mais. É ele que está por detrás de muita da violência social nos Estados Unidos e na Europa e é ele também que está indirectamente a financiar e a apoiar os grupos de "activistas sociais" que hiperactivamente andam a lutar contra Trump. Como se isto tudo já não bastasse, ele próprio ameaçou abertamente o Presidente Trump numa recente entrevista televisiva. George Soros é um terrorista e um criminoso que já devia de estar na prisão há muito tempo e é exactamente na prisão que Trump o tem de enfiar, antes que seja tarde demais para ele e para nós todos!

A meu ver, um hipotético julgamento de George Soros nos Estados Unidos, iria esbarrar em demasiadas questões legais que a administração Trump não teve ainda tempo de abordar adequadamente. Para julgar pessoas como George Soros, é preciso primeiro fazer uma total reformulação das leis e práticas judiciais e isso significa fazer previamente um knock-out ao próprio "sistema". A "coisa" obviamente que é complicada de se fazer e exige uma cabeça fria, mas não é impossível de ser feita. É preciso não esquecer que o "sistema" foi construído de raiz para se proteger a si próprio e está todo armadilhado de raiz para impedir ao máximo qualquer tentativa de mudança. Trump deve por isso evitar, por enquanto, perseguir pessoas como o George Soros dentro dos Estados Unidos. Em lugar de ir directamente contra o "sistema", ele pode simplesemente contornar o "sistema" e fazer um acordo com Viktor Orbán (que também parece que anda com vontade de ajustar as contas com George Soros...) e Putin para deportar George Soros para a Hungria. Os Estados Unidos não têm um acordo de extradição com a Rússia, mas têm um com a Hungria e esta por sua vez, tem um acordo de extradição com a Rússia. Uma vez caído nas mãos de Putin, será o fim definitivo de George Soros.

De nada vai adiantar lutar contra o "sistema", se os arquitectos e patrocinadores desse mesmo sistema, não forem definitivamente eliminados e a sua acção corruptora das nações devidamente neutralizada. Esta é a simples verdade que o Presidente Trump precisa de compreender e que no fundo, eu penso que ele já compreendeu, sendo que "cheira-me" que a breve trecho a judiaria internacional e os seus respectivos lacaios, irão todos ter algumas surpresas nada agradáveis por parte da administração Trump, que "apenas" tem na sua mão o controlo das mais poderosas Forças Armadas que o Mundo já viu. Que ninguém se esqueça deste último "pormenor"...

João José Horta Nobre
30 de Janeiro de 2017


10 comentários:

  1. SOFISMAR O GORDO DE ZION COM O FUHRER SO PODIA SER O SOROS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL! O Caps acha que o Trump é um agente sionista, caro JJHN! E olhe que ele está longe de estar sozinho...

      Eliminar
  2. Todos os paises deviam ter um Trump. Isto não é a europa; é africa no pior. Fechem as fronteiras e façam um referendo a perguntar ao povo se querem receber mais africanos, mulçumanos e parasitas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Joaquim Silva, as actuais elites têm pavor dos referendos, pois sabem que rapidamente o seu projecto mundialista iria pelo cano abaixo se fosse devidamente sujeito a referendo. Basta ver o que aconteceu com o Brexit...

      Eliminar
  3. O povo não é para aqui chamado. Isto é uma democracia.

    :)

    ResponderEliminar
  4. Acho que a única maneira de resolver a coisa é criar uma "brigada de limpeza" para eliminar(e dar o exemplo)as tais "ratazanas" globalistas(sejam elas de que cor ou raça forem).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto não tem propriamente a ver com raça, mas com ideologia. O Supremacismo Judaico é uma ideologia, não uma raça.

      Eliminar
  5. Cao JJHN

    O que é preciso é desmantelar as bases de sustentação da esquerda através da implantação rápida de reformas estruturais.

    Eis a lista actualizada:

    Abolição do salário mínimo
    Liberalização dos despedimentos
    Abolição dos descontos
    Pagamento do verdadeiro custo da água e energia pelo utilizador
    Pagamento do verdadeiro custo de educação e saúde pelo utilizador
    Liberalização (facilitação, desregulamentação) do acesso às profissões liberais
    Liberalização das rendas
    Sujeição a IRC a todas as pessoas colectivas
    Simplificação do IRS com sujeição individual, taxa única, sem deduções e abatimentos
    Taxa única no Iva
    Desmantelar o sistema escolar com o e-learning
    Varrer a função pública
    Extinção das juntas de freguesia
    Redução do número de deputados
    ...
    ...
    ...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...