quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

O Cristianismo é a Grande Quinta-Coluna do "Sistema" Contra o Ocidente

 

«450 churches prepare to act as Trump-era ‘underground railroad’ for undocumented immigrants»


mais um testemunho, e mais um e mais um, mais um ainda, e mais quatrocentos e cinquenta testemunhos, e se calhar mais outro testemunho, de como o Cristianismo constitui um inimigo visceral do Nacionalismo ou de qualquer salvaguarda étnica seja de que Povo for. Não há novidade nenhuma nisto - já no século XVII, por exemplo, a Igreja Católica violava frontalmente a lei do reino de Portugal ao celebrar casamentos entre portugueses e escravos (negros). E já no século II o apologista cristão Justino o Mártir dizia «nós que antes vivíamos separados por causa da nossa raça e nação, agora, depois da vinda de Cristo, vivemos todos juntos», mesmo que isso implique violar a lei - pudera, a Igreja garante que não quer saber de Política... é este o real significado dessa sua asserção de que o seu reino «não é deste mundo»: o da sobreposição de uma lei universalista sobre as leis nacionais de todos os Povos. Um princípio activo e militante de universalismo contrário às Nações, tanto hoje como há dois mil anos. E ainda querem os patriotas «cristãos culturais» que o Cristianismo constitua um alicerce da civilização ocidental... alicerce só na medida em que seja uma coluna, mais concretamente a grande quinta-coluna do Ocidente. Contra este veneno milenar, só o Nacionalismo se ergue - e, efectivamente, a prática e crença cristã diminuem no mundo ocidental, ao mesmo tempo que aumentam aí os votos nas formações nacionalistas." - GLADIUS 

Parece que mais uma vez os cristãos voltam a ser notícia e pelos piores motivos. Pouco tenho a acrescentar ao que já foi dito no GLADIUS. No entanto, vale a pena realçar que o Cristianismo, de facto, é a grande quinta-coluna que temos instalada no Ocidente, sempre pronta para atacar os nacionalistas e aliar-se à esquerda para nos fazer a guerra, neste momento já de forma descarada e sem esconder ao que vem. 

Ainda há alguns dias, o fanático religioso da Opus Dei que escreve no jornal Observador, o padre Gonçalo Portocarrero de Almada, se referiu de forma rebaixante aos nacionalistas, chamando-nos "os xenófobos da extrema-direita". Assim sem mais, nem menos, foi desta "bela" forma que o Padre Gonçalo Portocarrero de Almada se referiu a todos os que militam pela defesa das nações e que não estão dispostos a vender a sua Pátria por um punhado de lentilhas, nem a ver a sua Nação transformada num esgoto terceiro-mundista a céu aberto.

João José Horta Nobre
4 de Janeiro de 2017


17 comentários:

  1. "Quem é cristão, não pode ser nacionalista."

    Caro JJHN


    Salazar desmente isso.

    Ainda tens mais exemplos no vídeo abaixo:

    https://www.youtube.com/watch?v=q0eu8ehSNp0


    "Há uma incompatibilidade total entre a doutrina cristã que se assume oficialmente como sendo "universalista", ou seja, internacionalista e a doutrina nacionalista, que é por definição a antítese e o rival ideológico de todo e qualquer internacionalismo, seja ele cristão, comunista ou capitalista. "


    Como sabe não há nenhuma incompatibilidade entre o cristianismo e o capitalismo, já entre o nacionalismo e o capitalismo actual as incompatibilidades são imensas, tantas que tenho vindo a questionar o caro JJHN que os pressupostos onde o nacionalismo se desenvolveu nos séculos XIX e XX até à 2ª Guerra Mundial simplesmente já nem existem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu julgo que está na hora de o Mestre Nobre banir este Arquivista, porque o tipo claramente que é um provocador do CDS/PP ou do PSD que vem para aqui para fazer propaganda à seita dele e está constantemente a provocar os nacionalistas. Isto já começa a ir longe demais e o administrador deste blog vai ter de tomar medidas contra isto.

      Eliminar
    2. Este anónimo recorreu à expressão "Mestre Nobre" que eu utilizo muitas vezes. Não sei se foi de propósito mas, antes que apareça aqui o aleijadinho nazi do costume a dizer que fui eu que deixei este comentário, quero deixar bem claro que eu não sou o anónimo das 17:58.

      Ao contrário do aleijadinho nazi que está a tentar minar a minha amizade para com o Mestre Nobre, eu nunca comento como anónimo. Acredita quem quer, evidentemente, mas a verdade é esta.

      Mais: eu sou asbolutamente contra banir o Arquivista. Apesar de ele repetir constantemente a mesma cassete e eu não concordar com ele, o homem nunca mentiu nem insultou ninguém, contrariamente ao aleijadinho nazi que me quer virar contra o JJHN.

      Eliminar
    3. «o homem nunca mentiu»

      Tem a certeza disso caro Afonso? Ainda há tempos o Arquivista andava por aqui a dizer que o PNR era igual ao Bloco de Esquerda, looool....

      Quanto ao tal Anónimo, não faço ideia de quem ele seja, mas se ele der problemas será banido. Assim como também será banido o Arquivista se ele vier para aqui violar as regras deste blog que estão bem explicadas abaixo. As regras são para todos.

      Eliminar
    4. «Salazar desmente isso.»

      Não desmente, não. Salazar era um político católico ultra-conservador. Não era, nem nunca foi um nacionalista na verdadeira acepção do termo.

      «Como sabe não há nenhuma incompatibilidade entre o cristianismo e o capitalismo»

      E? O que é que eu tenho a ver com isso? Isso é um assunto entre liberais e cristãos. Eles que se entendam.

      «tantas que tenho vindo a questionar o caro JJHN que os pressupostos onde o nacionalismo se desenvolveu nos séculos XIX e XX até à 2ª Guerra Mundial simplesmente já nem existem.»

      Essa afirmação só revela como o Arquivista não sabe minimamente o que é o Nacionalismo e ainda lhe falta pedalar muito para poder compreender o fenómeno nacionalista em toda a sua magnitude.

      Eliminar
    5. «Ainda há tempos o Arquivista andava por aqui a dizer que o PNR era igual ao Bloco de Esquerda, looool....»

      LOL, nesse caso, faço mea-culpa, lembro-me de ele ter dito que o PNR tinha sido tomado por gente de esquerda, mas não cheguei a ver essa do PNR ser igual ao BE! LOL... Enfim, quando apenas se consegue ver o mundo em termos da economia, acaba-se a dizer coisas assim. A malta d'O Insurgente é exactamente a mesma coisa. Houve um fulano nesse blogue que chegou a dizer que a Mer(d)kel era "uma visionária" por importar todos aqueles "refugiados" vibrantes, porque ela estava a assegurar a abundância de mão-de-obra e o futuro da Alemanha. A parte mais surreal é que o caramelo é professor universitário e tudo!

      Aliás, nunca percebi porque é que o Arquivista não comenta n'O Insurgente. Sentir-se-ia bem mais em casa do que aqui!


      «Quanto ao tal Anónimo, não faço ideia de quem ele seja, mas se ele der problemas será banido.»

      É possível que o Anónimo das 17:58 não tenha sido mal-intencionado. O problema é que há um paspalho que vem aqui de tempos a tempos insultar-me e contar mentiras sobre mim. Tenho quase a certeza que se trata de um dos nazionaliztaz covardes que eu expulsei do TU.

      Julgo que ele está a trabalhar com o PSD de Macau para tentar minar a nossa aliança contra o Lulu. Pela minha parte, não vai ter sorte: mesmo que eu viesse a descobrir que o JJHN era um esquerdista infiltrado (LOL!), continuaria a aliar-me a si contra o Lá Lá cardo, quanto mais não fosse pelo gozo de dar lhe dar o troco merecido! :)

      Eliminar
    6. "Tem a certeza disso caro Afonso? Ainda há tempos o Arquivista andava por aqui a dizer que o PNR era igual ao Bloco de Esquerda, looool...."

      Caros JJHN e AdP

      Obviamente nunca disse isso, até porque nunca sequer li o programa do BE e do PNR só li e muito rapidamente o programa que o caro JJHN enviou.


      "Salazar era um político católico ultra-conservador. Não era, nem nunca foi um nacionalista na verdadeira acepção do termo."

      Talvez o caro JJHN, possa mencionar nomes de nacionalistas na verdadeira acepção do termo.

      Eliminar
    7. «LOL, nesse caso, faço mea-culpa, lembro-me de ele ter dito que o PNR tinha sido tomado por gente de esquerda, mas não cheguei a ver essa do PNR ser igual ao BE!»

      Sim, sim caro Afonso! Eu lembro-me de ler isso algures por aqui, já não sei onde, mas o Arquivista escreveu num comentário que o programa do PNR era igual ao do Bloco de Esquerda. AHAHAHAHHAHAHAHAHA, aquilo só mesmo visto, pois era mesmo de um gajo cair a rir.

      «Houve um fulano nesse blogue que chegou a dizer que a Mer(d)kel era "uma visionária" por importar todos aqueles "refugiados" vibrantes, porque ela estava a assegurar a abundância de mão-de-obra e o futuro da Alemanha.»

      Então por aí, o Afonso pode ver bem o ponto a que chegou a direita liberal. Mas por outro lado, não me espanta, pois todos sabemos que tanto os comunistas, como os liberais, são ideologias criadas pelo "sistema", para servir o "sistema".

      «A parte mais surreal é que o caramelo é professor universitário e tudo!»

      Ah, meu caro Afonso, isso de surreal não tem nada! É exactamente nas universidades que se encontram os piores lunáticos, sejam eles de esquerda ou de direita. Eu andei anos a chafurdar nesse Mundo académico, portanto sei bem do que falo. As universidades ocidentais em geral, especialmente na área das humanidades, são hoje um antro de doentes mentais, tarados e gente totalmente inútil para a sociedade. Já escrevi sobre o problema aqui:

      http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/07/as-universidades-ocidentais-tem-de-ser.html

      «Aliás, nunca percebi porque é que o Arquivista não comenta n'O Insurgente. Sentir-se-ia bem mais em casa do que aqui!»

      Isso, de facto, dá que pensar. E não é só isso, este tal "Arquivista" aparentemente só comenta por aqui, pois nunca o vi a comentar em qualquer outro blog. O Afonso acha que isto pode ser algum "rato" do SIS? É que eu ocasionalmente também recebo emails de gente que não conheço de lado nenhum, a fazerem-me perguntas muito estranhas sobre o que eu penso ou deixo e pensar. Esses, eu tenho quase a certeza de que são agentes do SIS.

      «Julgo que ele está a trabalhar com o PSD de Macau para tentar minar a nossa aliança contra o Lulu.»

      Não sei se o Afonso reparou, mas o Lulu anda muito caladinho. Parece que a nossa estratégia do ataque concertado resultou. O tipo fez exactamente aquilo que eu tinha antevisto que ele ia fazer. Depois da barraca com o Paulo Reis, esperou uns dias e fez umas "férias" e depois voltou a atacar, armado em espertinho e julgando que já não ía levar o devido troco, mas enganou-se, nós caimos-lhe logo em cima e ele não teve outro remédio a não ser meter o rabinho por entre as pernas e pôr-se andar.

      Eliminar
    8. «obviamente nunca disse isso»

      Nunca disse? Pode não ter dito exactamente daquela forma, mas eu lembro-me bem de o Arquiviista dizer que o programa do PNR era igual ou quase igual ao de um partido de esquerda.

      «até porque nunca sequer li o programa do BE e do PNR só li e muito rapidamente o programa que o caro JJHN enviou.»

      Caro Arquivista, eu nunca lhe enviei programa de PNR nenhum. Quem deixou aqui o link para o programa do PNR foi o Afonso.

      Eliminar
    9. «Talvez o caro JJHN, possa mencionar nomes de nacionalistas na verdadeira acepção do termo.»

      Veja quem faz parte da Alt-Right e da Nouvelle Droit e lá tem a sua resposta. Richard Spencer e Alan de Benoist serão os dois nomes mais conhecidos, mas há muitos mais. Em Portugal também há qualquer "coisinha", mas muito pouco. Desde 1974 que os nacionalistas portugueses estão em coma ideológico.

      Eliminar
    10. Caro JJHN

      Estava a referir-me a governantes de países e não a pessoas sem responsabilidade de liderar governos.


      Eliminar
    11. «Estava a referir-me a governantes de países e não a pessoas sem responsabilidade de liderar governos.»

      Tem alguns, como o Viktor Orbán, o Putin, o Rodrigo Duterte e possivelmente, se tudo correr de feição, o Donald Trump.

      Não são perfeitos como é óbvio e a meu ver, quando falam de Cristianismo, fazem-no por mero oportunismo político, mas pronto, é o que se arranja no activo.

      O governo japonês, seja de que partido for, por norma também é extremamente nacionalista. Idem, para o Chinês que é comunista na teoria, mas na prática é claramente nacionalista.

      Eliminar
  2. https://en.wikipedia.org/wiki/Alt-right

    ResponderEliminar
  3. João José Horta Nobre disse...
    «(...) este tal "Arquivista" aparentemente só comenta por aqui, pois nunca o vi a comentar em qualquer outro blog. O Afonso acha que isto pode ser algum "rato" do SIS?»

    Bem, eu não iria tão longe, embora nestas coisas não haja impossíveis. O mais estranho é o Arquivista não ter dito nada acerca disto...


    «Não sei se o Afonso reparou, mas o Lulu anda muito caladinho.»

    Esperemos que assim continue! Caso contrário, paciência, lá teremos de perder mais algum tempo a responder-lhe! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Bem, eu não iria tão longe, embora nestas coisas não haja impossíveis. O mais estranho é o Arquivista não ter dito nada acerca disto...»

      Eu sempre fui muito bom a farejar "ratinhos" e infiltradores, esse Arquivista a mim não me engana. Ele de nacionalista não tem nada e o comportamento altamente suspeito que ele exibe, deixa-me grandes dúvidas...

      Eliminar
    2. Atenção, caro JJHN, que o Paulo Reis publicou material novo no seu Ovo da Serpente! Já passei por lá e fiz o download de tudo, sugiro-lhe que faça o mesmo! Nunca se sabe se não vamos precisar destas coias no futuro!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...