quarta-feira, 5 de abril de 2017

Os Israelitas Devem de Pensar Que Somos Todos Muito Estúpidos...




"Prefiro o sonho à ilusão; no sonho sabe-se que temos os olhos fechados; na ilusão julgamos tê-los abertos." - Condessa Diane (1829 - 1899)

Poucos dias depois de a administração Trump ter anunciado que os Estados Unidos já não têm como prioridade derrubar Bashar al-Assad, logo por mera "coincidência" acontece um ataque com armas químicas na Síria, que por mera "coincidência" os media atribuem prontamente ao regime sírio. Vou fazer de conta que acredito que sim, que Bashar al-Assad é extremamente estúpido, assim como o serão os seus conselheiros russos e portanto, faz toda a lógica que ele ordene o lançamento de armas químicas sobre civis, de forma a tentar virar toda a opinião pública mundial contra o seu próprio regime. Isto faz todo o sentido. Acreditem que sim. Da mesma forma que também faz muito sentido qualquer pessoa acreditar no jornalista neocon, Michael R. Gordon, que em 2003 vendeu ao público a "cassete" falsa de que Saddam Hussein possuía armas de destruição maciça e agora, quase década e meia depois, tenta vender-nos a "cassete" de que Bashar al-Assad está a usar armas de destruição maciça.

Os israelitas realmente devem de pensar mesmo que os goyim são todos muito estúpidos. E de facto, alguns são bastante estúpidos, especialmente certos cristãos que continuam fanaticamente a defender o Judaísmo, apesar de estar escrito no próprio Talmude que Jesus Cristo está no inferno a ser cozido num caldeirão de excremento para toda a eternidade. Faz portanto todo o sentido que haja cristãos a defenderem com "unhas e dentes" a religião judaica e o mesmo Estado que engendrou de raiz a actual guerra na Síria, País este onde cerca de 11,2% da população é cristã e que se não fosse a protecção que lhe é conferida pelo regime de Bashar al-Assad, uma boa parte já teria sido massacrada pelos terroristas islâmicos a quem os mentirosos media ocidentais chamam de "rebeldes" e "oposição democrática".

João José Horta Nobre
5 de Abril de 2017


19 comentários:

  1. E a verdade é que o sr Trump já veio dizer(como que a contrariar parte do que disse em campanha dizendo que era tempo de defender as fronteiras americanas e deixar os outros a si mesmos)que esse ataque não pode ficar impune e blá blá.(e isto na mesma altura em que foi anunciada a saída do sr Bannon lá do aparelho da Casa branca).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qualquer coisa de estranho começou a passar-se na Casa Branca nas últimas semanas. Ainda não percebemos exactamente o quê, mas não há de demorar muito a descobrir a verdade.

      Eliminar
    2. Check http://24.sapo.pt/atualidade/artigos/pentagono-apresentou-opcoes-militares-contra-a-siria-a-casa-branca

      Eliminar
  2. Estou equivocado ou o sr Trump começa a alinhar com os globalistas(que andam há anos a "diabolizar"o sr Assad e o sr Putin??

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Bilder não está equivocado não. A cada dia que passa, confirmam-se cada vez mais os meus piores receios em relação a Trump, ou seja, que ele não passou de uma astuta manobra de oposição controlado que enganou imensa gente.

      Por outro lado, não estou ainda pronto para denunciar Trump como um traidor, porque simplesmente ainda é demasiado cedo para isso. Quero dar-lhe um pouco mais de tempo e quero ver os próximos passos que ele dá. Mas garanto-lhe uma coisa: se Trump atacar a Síria e passar assim totalmente para o lado dos globalistas, acabou-se. Para mim acabou-se definitivamente o meu apoio a Trump e não vou ser só eu a fazer isso.

      Se Trump quiser ser reeleito em 2020, é melhor ele concentrar-se em cumprir o que prometeu e deixar de andar rodeado de merda sionista. Em lugar de ter como conselheiros o palhaço do judeu Kushner, que claramente é um agente sionista e possivelmente até um informador da Mossad, Trump tem de ter próximos de si pessoas como Steve Bannon.

      Ele está a fazer tudo ao contrário e isto a continuar assim, não augura nada de bom. Até o próprio Alex Jones que fez uma feroz campanha por Trump, já esta semana começou também a dar os primeiros sinais de que parece estar igualmente a duvidar de Trump. A "coisa" vai de mal a pior...

      Eliminar
    2. http://www.occidentaldissent.com/2017/04/06/former-presidents-john-mccain-and-lindsey-graham-call-for-airstrikes-on-syria/

      Eliminar
  3. https://geopolitics.co/2017/04/05/trumps-foreign-policy-incoherence/

    ResponderEliminar
  4. Eu vejo a história a repetir-se. Isto é-me tão familiar.

    Há uns anos, Saddam Hussein foi acusado de ter armas de destruição em massa. Havia provas. Até havia especialistas a mostrar esquemas de unidades móveis de produção dessas armas. Tudo bem detalhado. Não havia dúvida. O tirano tinha de ser eliminado. O Iraque foi invadido com base nessas evidências. O líder do país foi apanhado e executado. O país foi, supostamente, libertado. Na verdade, caiu num caos como nunca se viu por ali. Caiu nas mãos da corrupção, dos grupos terroristas. E afinal, todas aquelas provas eram falsa. A invasão, a execusão do líder, tudo o que aconteceu foi feito com base em provas fabricadas.

    Hojes temos a Síria. O seu líder está a ser acusado de tudo. E, aparentemente, há provas! Ninguém as divulga. Ninguém diz qual é a fonte das provas. Mas há provas. Sabe-se que foi ele que lançou os ataques. Numa altura em que o governo sírio está finalmente a ganhar a guerra contra o Estado Islâmico e outros grupos terroristas, é agora que lança ataques químicos para provocar o mundo e para justificar uma intervenção. Isto parece-me demasiado conveniente. Isto parece-me a repetição do Iraque. Imediatamente após os supostos ataques, já havia provas. Nem foi preciso haver investigação.

    Quando existe vontade de invadir e tirar do poder alguém, e não havendo razões válidas para isso, inventa-se razões. E as pessoas engolem.
    Bem-vindos ao mundo ocidental.

    ResponderEliminar
  5. Os judeus querem uma guerra na Síria a todo o custo:

    http://www.dailystormer.com/strikers-analysis-the-jews-want-this-war/

    ResponderEliminar
  6. Eles podiam ao menos ter esperado mais uns dias... Fazerem este ataque logo depois de a Nikki Halley e o Sean Spicer terem dito que derrubar Assad já não era uma prioridade dos EUA, faz a coisa cheirar muito a esturro.

    Mas lá está, o Ocidente habituou-os tão mal que eles acham que podem fazer tudo e mais alguma coisa sem que nos apercebamos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Eles podiam ao menos ter esperado mais uns dias... Fazerem este ataque logo depois de a Nikki Halley e o Sean Spicer terem dito que derrubar Assad já não era uma prioridade dos EUA, faz a coisa cheirar muito a esturro.»

      Como é óbvio! Aliás, isto da forma como foi feito, apenas vem confirmar que se trata efectivamente de uma operação de bandeira falsa. Ninguém no seu bom juízo pode acreditar que numa altura em que está a vencer a guerra, o reigme síroo fosse disparar armas químicas contra civis, sabendo de antemão as consequências internacionais de tal acto. Isto simplesmente não entra na cabeça de ninguém com o mínimo de inteligência e revela apenas o quão estúpidos eles acham que nós somos. Pessoalmente, não tenho a mínima dúvida de que se tratou de uma bandeira falsa, provavelmente feita até por aviões israelitas ou por "rebeldes democratas" a quem a Mossad fez chegar uns carregamentos de Sarin...

      «Mas lá está, o Ocidente habituou-os tão mal que eles acham que podem fazer tudo e mais alguma coisa sem que nos apercebamos...»

      É como eu disse. Eles julgam que nós somos todos muito estúpidos e incapazes de ligar os pontos. Para o "sistema" e as elites cosmopolitas, nós nem sequer passamos de sub-humanos. Somos meros escravos, meros pedaços de carne descartável a que eles julgam ter o direito de pôr e dispor conforme lhes der na gana.

      Eliminar
    2. A propósito, caro JJHN, não sei se já reparou mas o Ovo da Serpente foi novamente actualizado! :) Parece que afinal o 'velhote' ainda não está acabado! ;)

      Eliminar
    3. Caro Arquivista,

      Eu não vejo as coias assim. Isto é um jogo de gato e do rato e os EUA estão a apalpar terreno. Estão a ver até onde podem ir antes de a Rússia reagir.

      Assad é mesmo para derrubar. Como é que eu sei? É simples, porque a Administração Trump está a dizer explicitamente que não é para derrubar. Trata-se de (tentar) enganar a Rússia, mais nada.

      Eliminar
  7. Discurso de David Duke na Síria:

    https://www.youtube.com/watch?v=21wyi5eGpxA

    ResponderEliminar
  8. Judeus e mouros celebram a remoção de Bannon do Conselho de Segurança Nacional:

    http://diversitymachtfrei.blogspot.pt/2017/04/jews-and-muslims-cheer-as-bannon-is.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o Bannon não era judeu? O Breitbart não é todo controlado por judeus?

      Eliminar
  9. 07/04/2017 - Covarde terrorista muçulmano atropela e mata 3 pessoas em Estocolmo / Suécia, pelo menos 8 feridos ..... quantos mais inocentes serão mortos na Europa, por esta escumalha ignorante do Islão ( os tais que se intitulam serem de uma religião de paz e amor, mas matam inocentes em nome de Alá e do pedófilo Maomé ) ......... estes que apoiam e adoram os terroristas coitadinhos refugiados, deveriam ser os únicos a serem mortos por estes tarados que matam em nome deste filha da puta do Maomé Pedófilo !!!!!!
    .
    Eu só estou a espera do dia 13 de maio 2017, em Fátima.
    Depois me digam que temos que receber mais 10 mil refugiados, como o nosso querido primeiro-ministro Antonio Costa, disse a Merkel.
    Dia 13 de maio está chegar ..... passa rápido, e depois se ponham com cartazes de boas vindas no aeroporto, a receber os coitadinhos que vem fazer ataques terroristas em nome de Alá.
    Se deve expulsar todos os muçulmanos da Europa .... já.
    Esta gente já deu provas suficientes, que não querem se integrar, o que realmente querem, é transformar a Europa na merda igual de onde nasceram e viveram as suas vidas.
    Ainda é tempo de expulsa-los em massa.
    Se demorarmos 5 ou 6 anos, teremos que aguentar uma guerra civil, em todos os países da Europa ... e não pensem que aqui em Portugal, escapamos incólumes.

    Ramiro Lopes Andrade

    ResponderEliminar
  10. O comentário do Arquivista foi eliminado porque neste blog "não há cá pão para malucos". Espero ter-me feito entender...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...