quarta-feira, 13 de setembro de 2017

O Aviso de Adolf Hitler Sobre a Estrutura de Controlo Sionista




“O ex-cabo [Adolf Hitler], ex-pintor, o homem que não nasceu em leito de renda amolecedor, passará à História como uma revelação genial das possibilidades humanas no campo político, diplomático, social, civil e militar, quando à vontade de um ideal se junta a audácia, a valentia, a virilidade numa palavra.” - General Humberto Delgado (1906 - 1965)

Pouco a pouco e passo a passo, Portugal, a Europa e o Ocidente em geral continuam a decair moralmente a cada dia que passa. A crise económico-financeira que nos assola há demasiado tempo, é apenas uma consequência da crise de valores que tomou conta do Ocidente e ameaça reduzi-lo a escombros se os regimes ditos "democráticos" que por cá se implantaram pela mão de maçonaria e de sociedades secretas de muito duvidosas intenções, não forem "rapidamente e em força" chutados para o caixote de lixo da história.

Sejamos claros e intransigentes na afirmação de uma coisa muito simples: a "democracia" tal como nós hoje a temos, não passa de uma utopia impraticável e a insistência na continuação dos ditos "modelos democráticos", é algo que apenas interessa aos supremacistas judeus que discretamente seguram nas suas mãos as rédeas do poder do cartel mundialista/internacionalista. 

Está muito longe de ser o único ou até o melhor exemplo, mas vale a pena reflectir-se um pouco sobre as considerações de Adolf Hitler em relação ao estado lastimável em que a Alemanha se encontrava quando os nacional-socialistas chegaram ao poder em 1933 e porque é que na Alemanha se chegou então ao que se chegou. Escrevo isto, essencialmente, porque eu próprio observo hoje com grave preocupação não só Portugal, mas toda a Europa Ocidental a aproximar-se perigosamente de um precipício catastrófico que cada vez mais parece que só irá terminar de duas formas possíveis: ou com a emergência de novos totalitarismos que poderão, de facto, salvar o nosso modo de vida, mas apenas à custa de muito derramamento de sangue, ou com o colapso e consequente desaparecimento definitivo da nossa Civilização, que certamente passará a ser para os asiáticos um caso de estudo sobre tudo aquilo que não se deve fazer em circunstância alguma.

Hitler acusava aquilo que ele chamava de "hienas internacionais", de serem as maiores responsáveis pelo estado da Alemanha em 1933. No "jogo da democracia" em que estas "hienas internacionais" se especializaram, é indiferente se um cidadão vota no partido A, B ou C, pois o "sistema" está completamente viciado e os actores que "puxam os cordelinhos" por detrás da cortina são sempre os mesmos. É exactamente por este motivo que se ouve cada vez mais pessoas a dizer que os partidos políticos "são todos iguais". E pois claro que são! Com excepção de alguns pequenos partidos que não têm qualquer relevância no tal "jogo democrático" e cuja existência é permitida apenas para fazer de conta que isto realmente é uma democracia, o facto é que os assim-chamados "partidos do arco do poder", são partidos que estão inteiramente sob o controlo do "sistema" das tais "hienas internacionais" como o senhor Hitler lhes chamva. É indiferente se votam no CDS/PP, PSD, BE, CDU ou PS, pois estes partidos estão inteiramente sob o controlo do cartel mundialista/internacionalista e em alguns casos são até apêndices do Império Anglo-Sionista. A Wall Street que hoje financia o Partido Democrata e o Partido Republicano nos Estados Unidos, foi a mesma Wall Street que em 1917 financiou a Revolução Bolchevique na Rússia e de tudo fez para colocar Lenine no poder. Claro que o facto de os principais agentes por detrás da Revolução Bolchevique terem sido judeus não foi uma mera coincidência ou um "acaso", assim como também não foi um  "acaso" o facto de o dinheiro oriundo de Wall Street para os bolcheviques, ter sido maioritariamente doado por empresários e banqueiros judeus. Quem quiser saber mais sobre isto só tem de fazer o esforço de ler o livro "The Secret Behind Communism" do Dr. David Duke.

Hitler acusava também e muito bem, os grandes media de serem todos controlados pela mesma entidade e de serem usados como armas de propaganda para formatar e influenciar a opinião pública no sentido de favorecer sempre não os interesses nacionais, mas os interesses do cartel mundialista/internacionalista que até o nosso Fernando Pessoa reconhecia ser inteiramente controlado por judeus. Aliás, ainda recentemente eu abordei esta questão no caso específico da CNN e mostrei como a CNN é inteiramente controlada por sionistas e supremacistas judeus. Quem não acreditar em mim, que veja primeiro por si próprio a religião e/ou a origem étnica da maioria das pessoas que ocupam cargos de poder estratégico na CNN e depois logo falamos....

Independentemente daquilo que cada um ache ou deixe de achar sobre a figura um tanto ou quanto obscura de Hitler, o facto é que ele foi um dos muito poucos estadistas contemporâneos que denunciou aberta e frontalmente a "clique internacional" de banqueiros, media moguls e políticos que estão inteiramente ao serviço do supremacismo judaico e pretendem virar-nos todos uns contra os outros de forma a tirar ganhos políticos e económicos da nossa desgraça mútua. 

Como é que Adolf Hitler vai ser visto pela história daqui a 100 ou 200 anos, é coisa que ninguém sabe, mas é um facto demonstrado e comprovado que ele avisou e muito bem sobre o que aconteceria a toda a Europa Ocidental, se esta após a Segunda Guerra Mundial caísse nas garras do Império Anglo-Sionista como veio exactamente a acontecer. Portugal ainda se conseguiu aguentou como Nação soberana e independente até 1974. Depois deu-se a célebre abrilada dos cravos com cheiro a Rothschild e tem sido o que se vê...

É hoje mais do que óbvio que as forças do mal tomaram conta da nossa vida espiritual, intelectual, política e económica. Hitler falou disto mesmo e julgo que todos podemos concordar com o führer pelo menos nesta questão. Mais ainda, Hitler acusou estes poderes sinistros de criarem uma situação social em que toda a Nação alemã era monitorizada e controlada e o sistema judicial era empregue para perseguir nos tribunais quem ousasse denunciar a conspiração sionista em curso e falar a verdade. Isto não vos faz lembrar nada? Não abundam por aí hoje "bufos" da inquisição neomarxista que se dedicam a denunciar aqueles que se atrevem a ir contra os ditames do "politicamente correcto" e os ameaçam com processos judiciais, chegando mesmo a levá-los a tribunal em muitos casos? O que sucedeu recentemente neste triste Portugal com o André Ventura do PSD é um bom exemplo disto, mas há muito mais.

Hitler avisou sobre muito do que se está a passar hoje na Europa e no Ocidente e independentemente do que o homem tenha feito posteriormente a 1939, é um facto que ele acertou na mouche no que diz respeito à denúncia da grande conspiração sionista que continua a seguir o seu curso e cujo objectivo final continua a ser o mesmo de sempre: a criação de um governo mundial totalitário em que nós seremos os escravos e uma pequena super-elite judaica será por inteiro dona e senhora do nosso destino.

O tempo escasseia. A incapacidade demonstrada pelos partidos anti-sistema na Europa para conseguirem efectivamente furar a barragem criada contra si pelos media e vencer eleições é por demais aparente. Nos Estados Unidos, Trump venceu a muito custo e enfrentando aquilo que possivelmente foi a maior campanha de difamação de todos os tempos, no entanto, vencer as eleições foi o mais fácil, pois uma vez chegado ao poder o Presidente Trump não tardou a ser neutralizado pela mesma judiaria internacional que sempre o quis destruir desde o início da sua campanha. O próprio George Soros já havia prometido que iria fazer tudo ao seu alcance para destruir a presidência de Trump e aparentemente parece que conseguiu. 

Os defensores das nações estão hoje cercados por uma coligação de inimigos determinados a tudo fazerem para sabotarem a própria Civilização. Resta-nos a nós resistir a tudo isto e continuar a resistir, pois temos do nosso lado a certeza absoluta sobre a legitimidade moral da nossa causa. Quem não possui legitimidade moral, nem virtudes dignas desse nome, são os nossos inimigos que estão claramente apostados em aniquilar as nações, as famílias e a própria Civilização Ocidental sob o pretexto da "democracia", dos "direitos humanos", da "igualdade" e das "liberdades" avançadas. 

João José Horta Nobre
13 de Setembro de 2017


42 comentários:

  1. Por falar em sabotagem https://www.youtube.com/watch?v=LHdZIAhjYmM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a propósito de Soros(o personagem em questão tem de ter um grande back up para continuar a sua agenda sem grande oposição) https://needtoknow.news/2017/09/petition-declare-george-soros-terrorist-seize-assets-wildly-popular-hidden-agenda/

      Eliminar
    2. O back up do Soros é obviamente a "máfia globalista" conforme exponho no meu último post no "planeta dos primatas" http://planetadosprimatas1.blogspot.pt/2017/09/jogos-sem-fronteiras.html

      Eliminar
    3. «E a propósito de Soros(o personagem em questão tem de ter um grande back up para continuar a sua agenda sem grande oposição)»

      Caro Bilder, o George Soros ao que tudo indica, é um agente da família Rothschild:

      https://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/secretsoc_20century/secretsoc_20century10.htm

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Cara Helena BC

      Mas afinal porque é que é de esquerda?

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    4. Cara Helena BC

      Porque o Fascismo é um ramo do Socialismo, sendo este um ramo do Marxismo.

      Eliminar
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    6. Cara Helena BC, agradeço que por favor pare de fazer propaganda ao Cristianismo neste blog, pois caso não tenha ainda reparado, eu não sou cristão e este blog também não defende, nem nunca defendeu nenhum "Fascismo Clerical".

      O Arquivista também tinha muito a mania de vir para aqui defender a Igreja e parou quando percebeu que eu lhe censuraria todos os comentários que fizessem apologia ao Cristianismo ou a qualquer outra religião abraâmica.

      Eu não censuro ninguém por falar de religião ou discutir teologia, mas não quero aqui propaganda religiosa. Ponto.

      Eliminar
    7. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    8. "O Arquivista também tinha muito a mania de vir para aqui defender a Igreja"

      Caro JJHN

      Falso, eu apenas respondia especificamente aos artigos em questão, quer porque achava que havia erros históricos (de facto, de percepção ou de análise) ou visões que eu achava que eram deturpadas ou outro qualquer ponto que eu achasse relevante debater em relação ao artigo em questão.

      Falo de História, até porque de religião ou teologia teria sempre muito menos argumentos, já propaganda não é comigo muito menos religiosa.

      E sim, houve várias censuras em relação aos meus comentários.


      Eliminar
    9. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    10. Confesso que continuo a não compreender esta contínua insistência da Helena BC em colocar e depois remover comentários. Enfim...

      Eliminar
    11. Oh oh oh então ? ficou tão bravo com o poema que apaguei, e o poema era para ser interpretado de outra forma, no lugar de Cristo estivesse o seu nome e/ou a vossa doutrina, mas foi mal interpretado, mea culpa, que devia ter feito legendas. Sim,
      Nunca quis na sua página, da qual é dono e senhor, fazer campanhas seja do q for.
      Numa RESPOSTA a um Arquivista falei em F.C. NÃO DEFENDI NEM quis impor nada, ficou tão zangado, mas tão zangado que apaguei e agora diz que não entende?
      Mas não pretendo provocar mais nenhum mal entendido.
      Vamos supor que eu era Nazi e gostava do Hitler então vinha para aqui, feita parva, de nome e cara bem visíveis, defender algo que são puníveis por lei, não n sou mais mariquinhas, tenho é vidas q dependem de mim, tomara muito matulão ter um terço da minha coragem e determinação. Aqui estão, quase, todos camuflados e blindados de modo a não serem atingidos com represálias quer do legais quer vinganças e agora eu tinha de assumir por mim e por todas as cara tapadas e blindadas.
      E não aborreço mais ninguém com esta história. Além de q escrever com espaço de 3 linhas, sim é como aparece no meu pc é absolutamente enervante e tira toda e qualquer vontade de escrever.
      Votos de felicidades para todos.
      Eu prefiro gente de acção.

      Eliminar
    12. ah e aceito qualquer diálogo ao vivo e a cores deste que marcado num sítio público.

      Eliminar
  3. E isso mesmo, Nobre José Horta! Pois a tal de "união europeia" é uma pocilga de pederastas, comunistas, judeus, maçons e outros idiotas holocau$tizados que estão africanizando a Europa! Um abraço e sucesso pra você.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado caro nisof. Abraço e sucesso para si também ;)

      Eliminar
  4. Já nem vou dizer nada sobre os outros países Europeus, apenas digo: que triste é, mas que triste é ver 1 país como Portugal, com tanto potencial para ser 1 pequeno e simpatico paraíso, a ser devorado por todo o tipo de tarados, sociopatas e invasores. Nem a floresta se safa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto um dia há-de bater no fundo, a questão é quanto é que teremos ainda de cair até podermos começar novamente a subir?...

      Eliminar
  5. "Pouco a pouco e passo a passo, Portugal, a Europa e o Ocidente em geral continuam a decair moralmente a cada dia que passa."

    Caro JJHN

    Tem toda a razão, mas isto apenas reflecte as escolhas dos eleitores e especialmente a decisão de haver défices anuais.

    Quando a situação for alterada, seja por vontade política ou por pressão financeira, tenderá a haver o regresso à moralidade que ansiamos.


    "Hitler acusava aquilo que ele chamava de "hienas internacionais", de serem as maiores responsáveis pelo estado da Alemanha em 1933."

    Mas afinal qual é a surpresa? Que Hitler reconhecesse os erros próprios dos alemães? Mas qual é o esquerdopata que alguma vez reconheceu erros próprios? Uma das características principais da esquerdopatia consiste em culpar sempre os outros, não importa quem.

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. Essa série de videos é muito boa..
    https://www.youtube.com/watch?v=RkkSPhPqCLs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é caro Kelvin, eu já tinha visto e também recomendo.

      Abraço ;)

      Eliminar
  9. Em 1945, pouco antes do fim, Goebbels afirmou que a vitória dos zionistas, seria o início de uma degeneração total de valores e a total destruição da Europa.

    O momento é o resultado da acção destrutiva dos zionistas e tambem dos traidores. Os judeus usam o lixo genéticos dos brancos para fazer o trabalho sujo e assim poderem de forma habil rejeitar que a culpa caia sobre eles.

    Qualquer um dos politicos Europeus, sem excepção, são criminosos inimigos do povo e em codições normais seriam executados. Além de tal não ser possível, quem é perseguido são os justos e legitimos resistentes.

    Ora, com a escória à solta, o caos vai prosseguir sem limites. A nossa esperança seria que causassem a destruição do sistema que nos oprime.

    Pode ser que isso aconteça, uma mente doentia comete falhas mais cedo ao mais tarde e quando isso acontecer, o inímigo vai sentir o ferro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Em 1945, pouco antes do fim, Goebbels afirmou que a vitória dos zionistas, seria o início de uma degeneração total de valores e a total destruição da Europa.»

      Como é óbvio...

      «Qualquer um dos políticos Europeus, sem excepção, são criminosos inimigos do povo e em codições normais seriam executados.»

      Eu próprio também digo isso muitas vezes. A actual classe política e a "elite" de merda que temos, em condições normais já teria sido toda maioritariamente executada e os que não fossem executados estariam a cumprir penas de prisão ou no exílio e com a cabeça a prémio em terras nacionais.

      «A nossa esperança seria que causassem a destruição do sistema que nos oprime.»

      Vamos a ver, tenho esperança que sim. Até porque o "sistema" só tem força a sério no Ocidente e é cada vez mais aparente como a China e a Rússia estão a levantar cada vez mais resistência ao Império Anglo-Sionista e às suas investidas revestidas de uma superioridade moral que eles não têm, nunca tiveram, nem nunca vão ter. A título de exemplo, acompanho regularmente a RT e tenho notado como de há uns meses a esta parte aumentaram e muito os ataques por parte desta cadeia de televisão russa ao lobby israelita e aos sionistas em geral. Tem aqui um bom exemplo disto:

      https://www.youtube.com/watch?v=uL_ulVuxloc

      «Pode ser que isso aconteça, uma mente doentia comete falhas mais cedo ao mais tarde e quando isso acontecer, o inímigo vai sentir o ferro.»

      A mim o que me parece mais perigoso neste momento é o perigo de uma guerra nuclear. Há, a meu ver, uma elevada probabilidade de os supremacistas judeus recorrerem à guerra nuclear quando perceberem que já nada têm a perder. É necessário entender-se que nós estamos aqui a falar de lunáticos varridos com uma mentalidade religiosa apocalíptica. Esta gente não vai parar e eu temo muito seriamente que se eles perceberem que perderam o controlo de forma definitiva, decidam simplesmente provocar um Apocalipse nuclear de forma a tentar arrastar-nos a todos para o abismo. Já escrevi sobre isto uma vez:

      http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/06/o-que-pode-acontecer-se-superclasse.html

      Deixo-lhe aqui ainda mais este extra que me parece absolutamente pertinente tendo em conta a temática de que estamos aqui a falar:

      https://br.sputniknews.com/asia_oceania/201708209153307-profeta-rabino-coreia-do-norte-guerra-nuclear-profecia/

      Eliminar
    2. "Em 1945, pouco antes do fim, Goebbels afirmou que a vitória dos zionistas, seria o início de uma degeneração total de valores e a total destruição da Europa."

      Caros Anónimo e JJHN

      Se ele disse isso só comprova a loucura em que vivia, pois em 45 quase toda a Europa estava destruída.

      Esse lunático já tinha assistido à Grande Guerra e contribuiu largamente para a 2ª Guerra.

      Eliminar
    3. Só quem for muito cego é que não vê que a Segunda Guerra Mundial foi impulsionada a partir dos bastidores pelo cartel mundialista/internacionalista. Eu nunca ilibi, nem ilibo os nazis da sua culpa em muito do que se passou então e das consequências posteriores das acções de Hitler para todos os nacionalistas. No entanto, é inegável que a Segunda Guerra Mundial abriu as portas à tomada do poder total por parte do cartel mundialista/internacionalista. O que se seguiu está hoje bem à vista de todos: União Europeia, destruição dos valores da família, difusão e infiltração das instituição por parte do Marxismo Cultural e a quebra da homogeneidade étnica das sociedades da Europa Ocidental por via da imigração terceiro-mundista em massa.

      Quanto a Goebbels, quando ele referiu que a vitória dos sionistas acarretaria consigo a "total destruição da Europa", estou certo de que ele se referia a uma destruição identitária e não física. Hoje, é exactamente a isso que estamos a assistir na Europa por via da imigração em massa. A Europa Ocidental e a sua identidade está gradualmente a ser erradicada através da cada vez maior pressão exercida pela imigração africana e islâmica sobre a nossa identidade. A esquerda chama a isto "diversidade" e "multiculturalismo", eu pelo contrário, chamo a isto genocídio puro e simples:

      http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/04/o-que-os-politicos-portugueses-estao.html

      Eliminar
    4. Caro JJHN

      Depois da derrota estrondosa é natural que os valores alemães tenham sido destruídos especialmente o Alemanha acima de tudo, por isso, foram rearmando-se e ocupando territórios ainda antes da invasão da Polónia e do início das hostilidades armadas.

      A destruição identitária é efectuada pela esquerda, porque desde 1789 existe o "culto" da igualdade.

      Hoje em dia, para esse preceito "funcionar", um homem é igual a uma mulher, um ser humano é igual a um animal, um heterossexual é igual a um homossexual, um adulto é igual a uma criança, um nacional é igual a um estrangeiro, etc. e vão aplicando políticas que tentam imbecilizar as pessoas.

      Mas combater a esquerda é muito fácil e apenas depende da vontade política de implementar reformas estruturais.


      Eliminar
    5. "Quanto a Goebbels, quando ele referiu que a vitória dos sionistas acarretaria consigo a "total destruição da Europa", estou certo de que ele se referia a uma destruição identitária e não física"

      Claro, mas o arquivo "desarquivado" tinha de distorcer como fiel neocon que é.

      O que Goebbels quis dizer foi que as forças que procuraram instaurar o zionismo na Alemanha nos anos 20' ao assumirem o poder iriam iniciar um processo gradual de degeneração com vista à introdução de uma nova ordem mundial de cariz anti-ariana.

      A arte e cultura foi corrompida, os valores foram alterados, a raça alemã destituída, oprimida abastardada e substituída.

      No meio disto tudo, há a frágil prosperidade material aparente e os neocons usam esse trunfo como argumento como as coisas não são assim tão más.

      os sem abrigo, os drogados, a prostituição, o terrorismo, a falta de respeito, a corrupção, a sujidade, enfim, esta massa nauseabunda babilónica que encontramos em qualquer cidade europeia é aos olhos de um neocon apenas um detalhe.

      Não importa que em muito pouco tempo, a Alemanha não tenha absolutamente nada de Alemã e que aquilo não vá passar de um girante centro comercial, não importa que os valores, a cultura, a tradição, a raça e a honra desapareçam para sempre.

      Mas mesmo no maravilhoso mundo novo dos neocons, eles não conseguem esconder o que sistema deles tem crises ciclicas, ainda há nem 7-8 anos, a taxa de desemprego na Alemanha disparou para os 10% e esteve quase quase a cair todo o sistema podre deles. Mas estes tipos, só têm memória selectiva ou são mesmo burros?

      Para os neocons aqui de bancada, só digo isto;Quando o vosso sistema podre cair e vai cair, será muito difícil recuperar do caos, porque o vosso sistema é a maior monstruosidade que alguma vez foi criada, a destruição do povo, assegura que nada poderá ser reerguido. Só espero que haja justiça e que muito fdp que hoje apoia esta merda sofra e que sintam na pele o mal que estão a fazer para o futuro dos nossos filhos.

      Na merda de regime da correia do norte, pelo menos, o sistema não transforma o povo em mutantes sem identidade e sem orgulho próprio. Se aquilo for destruido, pelo menos, têm um povo com qualidade para se reerguerem.

      No nosso caso, quando esta merda cair, vamos ter todos de lutar pela nossa existência física, a defender as nossas familiar de pretos, semitas, ciganos, asiáticos, latino americanos, degenerados brancos, não vai ser fácil.

      João, sobre o Trump.

      Eu acompanhei ao início a estratégia de dar suporte ao tipo, não porque eu acreditasse nele(nunca acreditei) mas porque sempre achei que era importante finalmente as pessoas perceberem que pelo voto serão sempre enganadas e traídas.

      Sou da opinião, que o fenómeno trump foi necessário para de uma vez por todas encerrar com o circo eleitoral.

      Nesta fase, quem continuar a apoiar o trump tem mesmo graves problemas cognitivos. O tipo é um sionista da pior espécie.

      Ele foi útil, mostrou que não há mais caminho para caminhar dentro do sistema.

      A única alternativa viável é resistir e boicotar o sistema o mais possível mas dentro da legalidade, o mais possível.

      Se 20% ou 30% dos europeus fizerem isto, a máfia cai.

      E infelizmente, não sigo a sua crença que do leste, temos aliados, o regime russo é uma merda pegada ati-ocidental.

      Não esquecer que o regime russo, oprime os nacionalistas russos e que promovem uma ordem euroasiática mestiça.

      Não esquecer que o putin é um sanguinário que não hesita em matar os oponentes(veja a lista de individuos perseguidos e assassinados).

      Já desde 2001/2 que não suporto o putin. Quando o FSB bombardeou os apartamentos em moscovo para criar uma false flag para fazer a guerra no Cáucaso, ficou tudo claro acerca do tipo de homens que estão à frente da russia.

      São escória, não podemos nem devemos confiar neles.

      Eliminar
  10. "ou com o colapso e consequente desaparecimento definitivo da nossa Civilização, que certamente passará a ser para os asiáticos um caso de estudo sobre tudo aquilo que não se deve fazer em circunstância alguma."

    Eu vou mais por essa. Só um grande mas muito grande milagre impedirá isso. Apos anos a serem expulsos de varios paises da europa e agora com a recente invençao dos media do seu lado, os judeus arquitecturaram isto de modo a nao haver falhas desta vez.

    Os povos europeus irão ficar mais e mais misturados, não havera um momento em que digamos que desapareceram, será a lenta diluição, à semelhança do que aconteceu aos Gregos antigos após serem invadidos. Passados 500, 1000 anos podemos dizer que sao completamente diferentes do passado.

    Salvem-se os Coreanos e Japoneses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Apos anos a serem expulsos de varios paises da europa e agora com a recente invençao dos media do seu lado, os judeus arquitecturaram isto de modo a nao haver falhas desta vez.»

      Os supremacistas judeus aprenderam a lição com o que aconteceu nas décadas de 1920 e 1930 às "democracias" na Europa. O rápido avanço dos fascismos nesta época, deixou patente como os regimes ditos "democráticos" na Europa nunca passaram de tigres de papel. Uma vez terminada a Segunda Guerra Mundial, os supremacistas judeus juraram que isto não voltaria a acontecer e trataram de blindar e armadilhar do ponto de vista legal as novas democracias pós-Segunda Guerra Mundial. É por este motivo que mesmo que um partido anti-sistema vença, ele dificímente conseguirá fazer seja o que for de significativo, pois a quantidade de barreiras legais que vai encontrar pela frente, foram criadas para tentarem evitar ao máximo qualquer mudança de status quo.

      «Salvem-se os Coreanos e Japoneses.»

      Os chineses também se vão salvar.

      Eliminar
  11. JJHN escreveu...
    «Nos Estados Unidos, Trump venceu a muito custo e enfrentando aquilo que possivelmente foi a maior campanha de difamação de todos os tempos, no entanto, vencer as eleições foi o mais fácil, pois uma vez chegado ao poder o Presidente Trump não tardou a ser neutralizado »

    Está a ser ainda pior do que se previa... agora até os imigrantes ilegais ele vai amnistiar, sem receber nada em troca dos escroques do Partido Democrata! E esqueçam aquela coisa do muro, cada vez me convenço mais que não vai acontecer.

    O mais surreal é que ele também perde. Se ele cumprisse as promessas que fez durante a campanha eleitoral, ele poderia ser reeleito novamente em 2020 com larga maioia. Mas o homem está a demonstrar ser tão tolinho que até vai legalizar milhares de imigrantes que depois vão votar nos "democratas"!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Mas o homem está a demonstrar ser tão tolinho que até vai legalizar milhares de imigrantes que depois vão votar nos "democratas"!...»

      Caro Afonso, o Trump é tudo menos tolinho. Há várias hipóteses sobre Trump. Eu creio que a mais plausível é que Trump foi realmente um homem anti-sistema e que quis ser uma espécie de Andrew Jackson do século XXI, no entanto, nem ele, nem a larga maioria dos que o apoiaram, tiveram devidamente em conta o poder do "sistema", isto é, da máfia sionista que desde há muito manda em Washington e que tudo leva a crer, terá sido a responsável pelo assassinato de Kennedy.

      O Deep State encostou Trump à parede e fez dele basicamente um refém dos sionistas na Casa Branca, a prova disto é como Trump até por volta do início de Março manteve um discurso anti-sistema e cumpriu o que tinha prometido e de repente, ele desapareceu dos "radares" durante cerca de três semanas, até regressar no início de Abril completamente transformado, com um discurso muito mais domesticado e sem os media estarem a atacá-lo 24/7. Eu logo aqui comecei a suspeitar do pior e não demorou muito tempo até os meus piores receios se confirmarem aquando do ataque ordenado por Trump contra a Síria.

      O que é que se passou durante aquelas três ou quatro semanas em Março ninguém sabe, mas o facto é que Trump mudou e para muito pior. Pessoalmente, eu penso que o Deep State deve ter encostado Trump à parede e disse-lhe muito claramente que ou ele parava de fazer o que andava a fazer, ou seria eliminado. O David Duke também já falou disto e referiu a forma como Trump foi ameaçado até com a prisão perpétua! Esta gente é capaz de tudo e a guerra de Trump contra o Deep State nunca passou de uma guerra de David contra Golias. Trump nunca teve qualquer hipótese de minar o "sistema" lutando de acordo com as regras do "sistema", pois o "sistema" está todo blindado e armadilhado do ponto de vista legal, para resistir a eventuais tentativas de mudança a sério.

      Acabou-se, não há virtualmente qualquer hipótese de se conseguir derrubar os actuais regimes traidores através da via dita "democrática", pois estes regimes estão legalmente blindados de forma muito elaborada. A única forma de mandar isto abaixo é por via de um movimento de massas muito agressivo ou por via do golpe militar. Escuso de dizer que ambos os cenários são altamente improváveis...

      Eliminar
    2. "Acabou-se, não há virtualmente qualquer hipótese de se conseguir derrubar os actuais regimes traidores através da via dita "democrática", pois estes regimes estão legalmente blindados de forma muito elaborada. A única forma de mandar isto abaixo é por via de um movimento de massas muito agressivo ou por via do golpe militar. Escuso de dizer que ambos os cenários são altamente improváveis..."

      Sim, sem dúvida.

      Mas foi bom isto ter acontecido. Se a hillary tivesse ganho as eleições, muita gente ainda estaria a dizer que o trump é que seria o salvador etc etc.

      Assim, acabam-se todas as ilusões, fica tudo em pratos limpos.

      Eliminar
    3. "estes regimes estão legalmente blindados"

      Isso mesmo.

      Se não são os média, são os Juizes, senadores, oligarcas, congressistas, lobistas, soros e outra merda qualquer.

      Só ainda não chegamos ao Apocalipse graças à grandiosa constituição Americana. Quando acabarem com o direito à liberdade de expressão, o martelo do sistema vai ser pesado e temo bem muitos de nós irão ser perseguidos pelo que dissemos no passado.

      E o primeiro passo para acabar com a liberdade de expressão já foi dado. O trump assinou uma declaração em que compromete a administração a perseguir os nacionalistas brancos.

      Isto sem esquecer que as grandes corporações já fecharam o cerco e estão a censurar há muito.

      Estamos nos passos finais.

      mas não deixa de ser ridículo, condenar daquela forma quase metade dos votantes dele, é preciso ter descaramento. Eu sabia que o gajo dobrava a coluna como ninguém desde que andou no beija mão aos judeus, sauditas e ao vaticano na sua primeira digressão. Mas isto é o clássico, cuspir no prato onde se come.


      Eliminar
  12. "A mim o que me parece mais perigoso neste momento é o perigo de uma guerra nuclear. Há, a meu ver, uma elevada probabilidade de os supremacistas judeus recorrerem à guerra nuclear quando perceberem que já nada têm a perder."

    Teoria ou realidade, creio que essa possibilidade deve ser tida em conta.

    https://en.m.wikipedia.org/wiki/Samson_Option

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Samson Option não é nada de exclusivo dos israelitas. Creio que qualquer Nação que possui armas nucleares, em caso de guerra e percebendo que já nada teria a perder, faria uso da tecnologia atómica.

      Eliminar
    2. Até pode ser, e faz todo o sentido que qualquer nação com poder nuclear (dentro do sentido que faz uma guerra nuclear), tendo sido atacada e não tendo nada a perder, retaliaria com a máxima força, mas acredito que os sionistas precipitariam um holocausto nuclear mais rapidamente do que qualquer outra, precisamente por causa da sua mentalidade religiosa apocalíptica. Ter-se nomeado esse plano de retaliação de "Sansão" é disso indicador.

      Eliminar
    3. Correcção:

      "(...) faz sentido que qualquer nação (...) retaliasse (...)"

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...