quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Isto é o "Magnífico" Fruto Que o Cristianismo e a Sua Mensagem de Tolerância Trouxeram Aos Povos da Europa



Podem ver no video acima o "magnífico" fruto que o Cristianismo e a sua mensagem de tolerância trouxeram aos povos da Europa. É mais do que clara a ligação entre as ideologias internacionalistas de esquerda e as religiões abraâmicas. Só um cego não vê isso. O conceito de Internacionalismo tem uma nítida raiz judaica, que posteriormente foi adoptada pelos cristãos e continuou a ser aceite pelos muçulmanos.
 
O multiculturalismo que hoje assola a Europa Ocidental, teve como um dos seus principais impulsionadores a Igreja Católica e praticamente todas as igrejas protestantes que desde a década de 1960 do século passado, não pararam de apelar à invasão alógena da Europa, abrindo assim o caminho para o actual desastre. Contra isto, contra esta loucura suicida, apenas os nacionalistas hoje resistem como a última barreira de defesa. Se nós cairmos ou fracassarmos na nossa luta, será o fim definitivo para todo o Ocidente. Não é apenas um ou dois países que estão em causa, o que está em causa é todo um modo de vida e uma Civilização inteira que por obra e graça da esquerda, em conluio com as forças cristãs e os liberais, foi colectivamente arrastada até à beira do abismo. 

Há algum tempo atrás, um cristão disse-me que quando eu morrer um dia, vou ir para o inferno. Pois talvez eu vá, mas se o único crime que eu cometi e que me condena ao inferno, é o de ter defendido a minha Pátria contra o inimigo mais perigoso e subversivo que existe na face da Terra, então é de consciência tranquila que atravessarei os portões do inferno.  

João José Horta Nobre
23 de Novembro de 2016
 

3 comentários:

  1. «Há algum tempo atrás, um cristão disse-me que quando eu morrer um dia, vou ir para o inferno.»

    Não me importava nada de ir para o Inferno e arder por toda a eternidade, desde que se só houvesse po lá europeus. Infelizmente, desconfio que o lugar é uma espécie de Cova da Moura à escala planetária, cheio de alógenos vibrantes que nos enriquecem por toda a eternidade!

    (Felizmente, o Inferno não existe)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olhe que não. No inferno o Diabo mantém a ordem. Aquilo por lá há disciplina e o primeiro "jovem" que tentar fazer alguma brincadeirazinha "vibrante", vai direitinho para o forno...

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...