terça-feira, 21 de março de 2017

A GNR ao Serviço da Invasão Afro-Islâmica


Estes "migrantes" deviam de ter sido imediatamente devolvidos à procedência. Em lugar disso, foram vergonhosamente reencaminhados para o porto de Pythagoreio, na ilha grega de Samos, onde receberam cuidados médicos à custa do contribuinte europeu. É já mais do que claro que este esquema da "ajuda aos migrantes/refugiados", mais não é do que uma artimanha engendrada pelas forças internacionalistas que controlam a União Europeia, de forma a fazer com que sejam os próprios europeus a pagar para serem invadidos. Nós todos, através dos nossos impostos, directa ou indirectamente, estamos a financiar a invasão afro-islâmica em curso.

«GNR resgata 22 migrantes no mar Egeu»


Noutro tempo, as forças de segurança tinham por hábito e missão, repelir as invasões estrangeiras e era para isso que eram pagas e treinadas. Hoje, pelo contrário, não só não repelem invasão nenhuma, como ainda dão guarida ao inimigo e abrem-lhe as portas do castelo de par em par. 

Curto e grosso: o que os militares da GNR estão a fazer no mar Egeu constitui traição à Pátria. Trata-se, efectivamente, de usar a capa dos "direitos humanos" para dar apoio moral e material a uma invasão afro-islâmica não só de Portugal, mas de toda a Europa, invasão esta que foi planeada de antemão por forças sinistras ligadas à judiaria internacional e que tem como objectivo exterminar-nos na nossa própria terra.

Mais uma vez, aqueles que têm o dever de proteger e defender a Nação, são os primeiros a enfiar-lhe o punhal nas costas. Em Portugal, continua "tudo como dantes no quartel de Abrantes". Desde 1974, data do "grande acidente nacional", que temos os militares portugueses ao serviço da traição e do internacionalismo, uns por ingenuidade, outros por interesse e outros ainda porque simplesmente são "burros que nem uma porta" e nunca deviam de sequer ter sido autorizados a receber treino militar e muito menos a servir em qualquer força de segurança.



João José Horta Nobre
21 de Março de 2017
 

2 comentários:

  1. PORRA JA FORAM BUSCAR BOTES NA COSTA DA LIBIA FORA DO MAR DA UE JA DIZ TUDO

    ResponderEliminar
  2. Equipa de televisão italiana foi atacada por migrantes que estavam a vender produtos falsificados num mercado ilegal:

    http://www.dailystormer.com/italian-tv-crew-attacked-by-migrants-selling-fake-goods-at-illegal-market/

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...